Matérias » Entretenimento

Mundo Mistério: Veja 5 motivos para assistir a nova produção da Netflix

Apresentada por Felipe Castanhari, série explora alguns dos maiores mistérios da humanidade de maneira leve e descontraída — mas com muito conteúdo

Fabio Previdelli Publicado em 10/08/2020, às 16h44

Cena de episódio da série
Cena de episódio da série - Divulgação/ Netflix

Na última semana, a Netflix recebeu em seu catálogo a série documental/educacional Mundo Mistério. Apesentado pelo youtuber Felipe Castanhari, a produção brasileira explora alguns dos maiores mistérios da humanidade de forma mais descontraída e popular, mas sem deixar de lado uma visão mais científica e histórica das situações, fechando qualquer porta para teorias conspiratórias e negacionismo histórico.

Dividida em 8 episódios, a produção se apresenta como ótimo ponto de partida para quem deseja adentrar assuntos mais densos, como física quântica, evolução das espécies e coisas do tipo, mas não sabe por onde começar.

Além do mais, Castanhari usa uma linguagem que já dá super certo em seu canal no YouTube, que possui mais de 13 milhões de escritos, e soma a ele toda a qualidade de produção que já estamos acostumados a ver em séries do gênero na Netflix.

Dito isso, conheça 5 motivos para assistir Mundo Mistério:

1. Diversidade de temas

Diferente de outras produções já feitas pelo serviço de streaming, Mundo Mistério não se basta a abordar e desenvolver um único assunto. E, talvez, isso seja seu grande diferencial. Ao discutir temas que vão desde os mistérios do Triângulo das Bermudas até caminhos para a Viagem no Tempo, o show agrada os mais diferentes tipos nichos, que são cativados a continuarem assistindo e debatendo temas que dos quais não estão muito habituados.

 

Além dos dois já citados — “Os mistérios do Triângulo das Bermudas” e “Aprendendo a viajar no tempo” —, a série também fala sobre “Os 20 Milhões de mortos da Grande Peste”, “Do lobo ao cão”, “Apocalipse Zumbi. E se fosse real?”, “A Grande Extinção”, “O caminho para a Superinteligência Artificial” e “Aquecimento Global. Uma grande conspiração?”.


2. Narrativa descontraída

No caso de Mundo Mistério, o produto se apresenta como um ponto de entrada para que a pessoas tenham mais interesse sobre esses temas. Além de uma linguagem mais informal e jovial, a série abusa de alívios cômicos e personagens mais caricatos, o que ajuda, de certa forma, a desenvolver o enredo com mais leveza.

Cena de um dos eísódios de Mundo Mistério / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

Por mais que esse ponto seja um dos mais controversos, esse formato permite que o conteúdo seja consumido por crianças e adolescentes, ou até mesmo naquele programinha em família em frente à televisão — o que se torna cada vez mais comum em tempos de pandemia.


3. Episódio curtos, mas que instigam a curiosidade

Outro ponto que pesa em favor de Mundo Mistério são os episódios curtos, mas repletos de conteúdo, que permitem aquela tão famosa “maratonada do fim de semana”. Apesar dos episódios terem cerca 25 minutos de duração, eles conseguem se desenvolver a ponto que uma pessoa consiga criar uma boa base para questionar e debater determinado assunto.

Cena do episódio Os 20 Milhões de mortos da Grande Peste / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

Além disso, esse gostinho de quero mais pode — e deve — gerar a curiosidade nos telespectadores, que certamente pararão os episódios por alguns minutinhos para procurarem mais sobre algum ponto que está sendo dito.


4. Material de apoio impecável

Por apresentar temais mais densos, Mundo Mistério acerta ao usar um material de apoio — como imagens, animações e experiências — para tornar a temática apresentada mais visível e compreensível para os telespectadores. Sem ela, o episódio sobre viagem no tempo, por exemplo, seria praticamente impossível de ser explicado daquela maneira.

Cena do episódio Aprendendo a viajar no tempo / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

Além do mais, o fato de Castanhari visitar esses pontos históricos citados, como a vila inglesa que foi afetada pela Peste Bubônica, esse ponto ajuda a criar uma imersão maior no assunto, que deixa de ser imaginativo e passa a ser mais tangível.


5. Equipe de especialistas

Como já dito, Mundo Mistério faz um excelente ponto de partida para quem deseja se aprofundar melhor por determinado assunto. E grande parte disso se deve a enorme equipe de profissionais especializados — que conta com médicos, historiadores, cientistas, entre outros — que serve como apoio para a construção das narrativas muito bem articuladas e sem pontas soltas, embora alguma dúvida possa acabar aparecendo.

Poster da série Mundo Mistério / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

O ponto principal é que, em meio a tempos em que muitos tentam implantar um revisionismo e negacionismo histórico, Mundo Mistério vai na contra mão disso e abre caminho para que o conhecimento surja de forma mais orgânica e duradoura.

Assista ao trailer da produção. 


+ Saiba mais sobre o universo por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Universo Numa Casca de Noz, de Stephen Hawking (2016) - https://amzn.to/2ydRqJd

Uma Breve História do Tempo, de Stephen Hawking (2015) - https://amzn.to/3cSYTMm

Um universo que veio do nada, de Lawrence Krauss (2012) - https://amzn.to/35dXFsD

O nascimento do universo, de Judith Nuria Maida e Fernando Vilela (2019) - https://amzn.to/3daLeAH

Universo, de Thmas Eaton (2017) - https://amzn.to/2YiGsge

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W