Matérias » Entretenimento

Necrofilia, incesto, violência a granel e estupro: o perturbador Serbian Film

A insólita produção cinematográfica do diretor sérvio Srđan Spasojević foi censurada em diversos países ao redor do mundo

Victória Gearini Publicado em 21/02/2021, às 11h29

Cena do filme Serbian Film (2010)
Cena do filme Serbian Film (2010) - Divulgação / Jinga Films

Considerado um dos filmes mais polêmicos, perturbadores da história do cinema mundial, o longa A Serbian Film: Terror sem Limites foi lançado em 2010 e escandalizou a sociedade. O filme do diretor sérvio Srđan Spasojević chegou a ser proibido em diversos países, que alegaram que a obra estimulava a violência

A produção conta com cenas explicitas de abuso sexual infantil, necrofilia, incesto, violência a granel e até mesmo o estupro e morte de um recém-nascido. No Brasil a trama de terror chegou a ser proibida em 2011, mas no ano seguinte a exibição foi liberada. 

O insólito enredo 

O longa conta a história de um ator pornô aposentado, chamado Miloš, que ganha uma fortuna para participar de um filme com um suposto viés artístico. No entanto, ao chegar no set de filmagens, o homem é obrigado a ter relações íntimas com uma mulher que havia sido vítima de abusos sexuais, enquanto uma criança assiste a insólita cena. 

Em outro momento do filme, o protagonista ajuda uma mulher grávida a dar à luz. Contudo, o ato é interrompido e muda para uma cena chocante e perturbadora: Miloš estupra a recém-nascida de forma explícita.

Cena do filme Serbian Film (2010) / Crédito: Divulgação / Jinga Films

 

Após o crime, o rapaz decide abandonar o projeto, no entanto, é drogado pela produção do filme e acaba cometendo diversos outros atos hediondos no decorrer da trama. Em uma das perturbadoras cenas, o ator pratica necrofilia. Já em outro momento, uma das atrizes é asfixiada até a morte por um órgão genital masculino que é introduzido em sua boca.

Para piorar a situação, o protagonista descobre que estuprou seu próprio filho enquanto estava sedado, e que seu irmão violentou sexualmente sua esposa. O resto da trama mostra os planos de Miloš em se vingar do diretor do filme e o desfecho que os crimes deram em sua vida pessoal.

A repercussão 

Devido ao polêmico enredo, a obra foi censurada na Noruega.Na Espanha, o diretor que exibiu a trama em um festival, foi processado pelo Estado. Já no Reino Unido, a produção só foi liberada ao público após 49 cortes, sendo considerado um dos filmes mais conturbados já exibidos na história do país.

Na Sérvia, onde foi produzido, o longa encontrou diversos outros problemas judiciais. Em entrevista à Folha de S.Paulo, o diretor Srđan Spasojević encarou as proibições como uma forma de censurar a arte. 

Cena do filme Serbian Film (2010) / Crédito: Divulgação / Jinga Films

 

“Estamos no século 21, seria de imaginar que tudo já foi dito e visto, mas de novo estamos vendo uma caça às bruxas porque alguém não gostou do filme”, disse o cineasta à Folha de S.Paulo.

No Brasil, a trama chegou a ser censurada duas vezes em 2011. Na época, o partido Democratas pediu uma liminar na Vara da Infância e da Adolescência contra a exibição do filme no festival RioFan, realizado na cidade do Rio de Janeiro. 

A produção foi liberada durante uma semana, no entanto, logo em seguida foi proibida novamente. Já em 2012, o juiz Ricardo Machado Rabelo aprovou a exibição do longa, após cineastas, críticos e cinéfilos afirmarem que a arte estaria sendo censurada no país. 

A explicação 

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Spasojević alegou que a obra não passa de uma grande metáfora para expressar sua indignação perante a sociedade. O diretor disse, ainda, que a profissão do personagem principal representa a violação e exploração do ser humano.

Além disso, o filme é uma crítica direta ao sistema político da Sérvia, como o próprio título faz alusão. Segundo o cineasta, os elementos da trama estão diretamente ligados a episódios que presenciou ao longo de sua vida. 

“Cresci num período turbulento da Sérvia, com várias guerras durante a minha infância, bombardeios da Otan. Como artista, fui inspirado por essas coisas, e elas não me inspiraram a fazer nada bonito”, disse Spasojević à Folha de S.Paulo.


+Saiba mais sobre a história do cinema por meio de obras disponíveis na Amazon:

Nova história do cinema brasileiro: Volume 1, de Vários Autores (2018) - https://amzn.to/3qRWg5x

História do cinema mundial, de Franthiesco Ballerini (2020) - https://amzn.to/2Weo06h

A odisseia do cinema brasileiro, de Laurent Desbois (2016) - https://amzn.to/3qMPptK 

Lacrimae Rerum: Ensaios sobre cinema moderno, de Slavoj Zizek (2018) - https://amzn.to/3n5Cscr

O Discurso cinematográfico, de Ismail Xavier (2008) - https://amzn.to/3gvP6iu

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W