Matérias » Personagem

Neste dia, em 2014, o Brasil se despedia do célebre Ariano Suassuna

Criador de "O Auto da Compadecida" e um dos grandes disseminadores da cultura pernambucana, o artista brasileiro deixou um imenso legado

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 23/07/2021, às 08h00

Fotografia de Ariano Suassuna em 1971
Fotografia de Ariano Suassuna em 1971 - Domínio Público/ Acervo Arquivo Nacional

Ariano Suassuna foi um dramaturgo, poeta e romancista brasileiro que deixou para trás um legado cultural que impactou enormemente a literatura e dramaturgia nacional, frequentemente usando elementos do folclore nordestino para compor suas obras. 

Sua criação mais famosa é a peça “O Auto da Compadecida”, que também foi adaptada para o audiovisual em um filme dos anos 2000. Outro trabalho influente seu é o “Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta”, que explicita as habilidades literárias do autor.

Trecho do filme "O Auto da Compadecida" / Crédito: Divulgação/ Youtube/ Fala TV

 

Contribuições memoráveis  

Em 1970, um ano antes de publicar seu aclamado romance “D’a Pedra do Reino”, Suassuna fundou o Movimento Armorial, um projeto artístico que tinha por objetivo criar arte erudita usando como matéria-prima aspectos emprestados da cultura popular encontrada na região Nordeste do país.

Outra grande iniciativa do artista foi justamente a criação das chamadas Aulas Espetáculo, que ele desenvolveu ao se tornar o secretário estadual da Cultura no estado de Pernambuco. Era apenas o primeiro de uma série de cargos públicos em que o intelectual teve oportunidade de aumentar seu legado. As informações foram documentadas pelo site Ebiografia.

Durante a execução do projeto governamental das Aulas Espetáculo, Ariano buscava difundir a cultura pernambucana aos jovens nascidos na região, que por vezes já não tinham mais tanto contato com as lendas e visões de mundo de sua terra; e eventualmente também passou a ser convidado a performar suas aulas em outras partes do Brasil.

Fotografias de Ariano Suassuna na juventude e na velhice / Crédito: Domínio Público/ Acervo Arquivo Nacional

 

Morte

"No Sertão do Nordeste a morte tem nome, chama-se Caetana. Se ela está pensando em me levar, não pense que vai ser fácil, não. Ela vai suar! Se vier com essas besteirinhas de infarto e aneurisma no cérebro, isso eu tiro de letra", comentou Suassuna em dezembro de 2013, quando, a despeito de ter lidado recentemente com problemas de saúde, voltou a fazer suas Aulas Espetáculo, segundo repercutido pelo G1. 

Ele faleceu em julho de 2014 em um hospital de Recife, no Pernambuco, devido a uma parada cardíaca. Apenas dois dias antes, Suassuna fora submetido a uma cirurgia após sofrer um AVC hemorrágico.

O lendário artista paraibano, que foi muito ativo até o fim da vida, tinha então 87 anos de idade. Em uma matéria da época publicada pelo Correio Braziliense, o escritor Ronaldo Correia de Brito relembrou como foi seu último encontro com o célebre intelectual. 

Ariano vinha de uma jornada de aulas pelo seco sertão de Pernambuco e caiu, quando tropeçou numas cadeiras. Perguntei por que ele não se aquietava, pois já não precisa viajar tanto, o que é sempre um sacrifício. E ele falou que prefere morrer na estrada a viver esquecido dentro de casa. Uma escolha de homem valente”, contou ele. 

O velório do aclamado escritor, que aconteceu em Recife, reuniu uma grande quantidade de amigos, familiares e também fãs de seu trabalho.


+Saiba mais sobre arte por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Tudo sobre arte, de Stephen Farthing e Richard Cork (2018) - https://amzn.to/3fEy6FY

A História da Arte, de Gombrich (2000) - https://amzn.to/2A1SsIG

O livro da arte, de Vários Autores (2019) - https://amzn.to/3cdUjIR

História Ilustrada da Arte, de Ian Chilvers (2014) - https://amzn.to/2WDgHEF

Breve história da Arte: Um guia de bolso para os principais gêneros, obras, temas e técnicas, de Susie Hodge (2018) - https://amzn.to/3fEykwO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W