Matérias » Personagem

Nos bastidores de Hollywood: a melancolia e a despedida trágica de Lupe Vélez

Apesar de se tornar a principal atriz na transição do cinema falado, seus relacionamentos conturbados angustiaram a atriz até o seu suspiro final

Wallacy Ferrari Publicado em 13/05/2020, às 12h00

Fotografias de Lupe Vélez coloridas digitalmente
Fotografias de Lupe Vélez coloridas digitalmente - Pierre Tourigny / Colorizando

Nascida María Guadalupe Villalobos Vélez, a jovem bem-humorada se tornaria Lupe Vélez ainda no México, durante a adolescência. Sendo uma das principais artistas de vaudeville no país, protagonizou espetáculos e paródias que ganharam projeção nacional, sempre enfatizando o talento da atriz e dançarina.

Em 1926, sua chance de brilhar além dos palcos surgiu com Richard Bennet, que convidou Frank A. Woodyard para assistir uma apresentação da jovem. Frank precisava de uma atriz para interpretar uma cantora mexicana em um filme estadunidense e a convidou para Los Angeles. Lupe até tinha apresentações marcadas em Cuba, mas cancelou o compromisso para começar as gravações.

A surpresa ao chegar aos Estados Unidos foi negativa; ela descobriu que foi substituída por outra atriz e que os serviços da jovem não seriam necessários. Antes de voltar com o prejuízo para o México, decidiu aproveitar a estadia para conhecer a cidade, onde acabou conhecendo a comediante Fanny Brice.

A estadunidense adorou a nova amiga latina e, comovida com a história, a recomendou para um produtor da MGM. Em menos de uma semana, o teste de Veléz foi aprovado e a mexicana já estava em um set de filmagem.

A ascensão da latina

Fazendo aparições com papéis pequenos, sua capacidade de decorar diálogos complexos e sua coleção de expressões faciais deram a oportunidade para Lupe estrelar filmes com papéis de destaque. No ano seguinte a sua chegada, a mexicana estrelou ‘The Gaucho’ junto de Douglas Fairbanks, sendo o primeiro sucesso de crítica e bilheteria protagonizado pela mexicana.

O destaque nos filmes seguintes consolidou a atriz no cenário hollywoodiano como uma das atrizes que sabiam trabalhar com gêneros distintos, desde dramas até comédias, justamente na transição do cinema mudo para o falado. Fazendo questão de falar o inglês com o sotaque latino, a imprensa especializada chegou a apelidar a jovem como “O Furacão Mexicano”, “Whoopee Lupe” e como “O Tamale Picante”.

A atriz em ensaios fotográficos realizados durante a década de 1930 / Créditos: Divulgação

 

Além de trabalhar para a principal produtora da época, a MGM, seu disputado sucesso deu a oportunidade para Vélez produzir filmes com a Universal Studios, que ofereceu um contrato com valores ainda mais altos e filmes em espanhol. Além das telonas, a mexicana foi convidada para a realização de espetáculos na Broadway.

No ano seguinte, o sonho americano estava quase perfeito com o casamento de Lupe com Johnny Weissmuller, medalhista olímpico pela natação e intérprete do Tarzan em sua primeira adaptação no cinema.

Nos bastidores de Hollywood

Apesar do engajamento em sua carreira, sua ascensão midiática revelou a angústia de Veléz em seus relacionamentos amorosos. A artista chegou a sair com grandes nomes do cinema, como Charlie Chaplin e Clark Gable, mas nada se compara ao seu affair com o ator Gary Cooper, entre 1929 e 1931. Além de rejeitada pela família de Cooper por xenofobia, a mãe do ator proibiu o casamento de ambos, afirmando que prejudicaria sua carreira.

A resposta impulsiva de Lupe reverberou no ator, que além de sofrer agressões — posteriormente confirmadas pela atriz — emagreceu 45 quilos durante o relacionamento conturbado. A pedido da Paramount, o ator foi orientado a tirar férias para relaxar a cabeça após o término, porém, enquanto embarcava no trem que faria sua viagem de descanso, Vélez invadiu a estação e disparou um tiro nele. O caso foi ocultado em um acordo entre as produtoras dos dois artistas.

Lupe Vélez com o marido Johnny Weismuller, em 1934 / Créditos: Divulgação

 

O casamento com Weissmuller somou nas páginas polêmicas do colunismo social de Hollywood. Após três pedidos de divórcio por Vélez, todos alegando crueldade por parte do marido, a mexicana conseguiu se separar em 1939. Anos depois, o ator assumiu um comportamento agressivo, mas relacionou as reações com as diversas traições da atriz.

Seus momentos finais

A angústia maior teria sido a descoberta de uma gravidez enquanto namorava um jovem ator austríaco chamado Harald Ramond, em 1944. Apesar de manter o sucesso no cinema, a gravidez seria um empecilho enorme aos seus 36 anos, visto que poderia acabar com seu contrato com a MGM.

Acostumada a ouvir relatos sobre os violentos casos de aborto patrocinados pela produtora, Lupe buscou amparo do companheiro, que piorou a situação; Harald não queria casar com a atriz e não tinha interesse no filho. Em 10 de dezembro, quatro dias antes de sua morte, a jovem terminou o relacionamento e expulsou o companheiro de casa.

Em 14 de dezembro, um dia depois de jantar com amigas em sua residência, Vélez ingeriu 75 capsular de Seconal e foi encontrada sem vida em sua cama. Uma carta de suicídio direcionada ao namorado foi localizada por sua secretária, manifestando a sua gravidez: “Como você, Harald, pôde fingir um amor tão grande por mim e pelo nosso bebê, quando o tempo todo não nos queria? Não vejo outra saída para mim, então adeus e boa sorte para você”.


+Saiba mais sobre o assunto em grandes obras disponíveis na Amazon:

That Was Entertainment: The Golden Age of the MGM Musical, de Bernard Dick (2018) - https://amzn.to/2vFeDSV

United Artists, de Vários Autores (2020) - https://amzn.to/2V4jnMy

The Fixers: Eddie Mannix, Howard Strickling and the MGM Publicity Machine, de E. J. Flemming (2004) - https://amzn.to/3bLYqvK

Golden Girls of MGM, de Jane Wayne (2004) - https://amzn.to/2u8UJiK

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du