Matérias » Indonésia

O bebê elefante que morreu após perder metade da tromba em uma armadilha

O triste caso ocorreu na última semana, na Indonésia

Redação Publicado em 21/11/2021, às 09h00

A fêmea de um ano de idade não resistiu
A fêmea de um ano de idade não resistiu - Divulgação / vídeo / Youtube / Evening Standard

Um filhote de elefante-da-sumatra veio a óbito na última terça-feira, 16, depois de ter perdido metade de sua tromba em uma armadilha de caçadores na cidade de Aceh Jaya, localizada na Indonésia. O animal, que foi deixado para trás por seu bando após ter ficado preso, era uma fêmea de um ano de idade.

Os moradores que a encontraram não mediram esforços para tentar ajudá-la, levando-a a uma organização que atua pela preservação da espécie. 

Amputamento

Segundo informações da BBC News, funcionários da entidade declararam que tiveram de amputar parte da tromba do elefante para tentar salvá-lo.

No entanto, o mamífero não reagiu de maneira esperada. Acabou sofrendo uma infecção que, infelizmente, o levou a óbito dois dias depois.

Divulgação / vídeo / Youtube / Evening Standard

 

"Não conseguimos salvá-la porque a ferida era muito grave e estava infeccionada", disse Agus Arianto, chefe da entidade de conservação Aceh Natural Resources Conservation Agency, a repórteres. "Fizemos o melhor que pudemos para ajudar", lamentou.

“A morte dela foi chocante... porque ela parecia bem depois de ter sido amputada e estava se mexendo ativamente”, declarou a veterinária Rika Marwati. “Ela adoeceu repentinamente de estresse e infecção na noite de segunda-feira e, pela manhã, foi dada como morta.”

Divulgação / vídeo / Youtube / Evening Standard

 

Espécie ameaçada

O elefante-da-sumatra está criticamente ameaçado de extinção, parcialmente em razão da crescente destruição de seus habitats naturais em Bornéu e na Sumatra. Mas há ainda um segundo fator que teria sido agravado com a pandemia.

Dizem os conservacionistas que, devido à atual crise, houve um grande aumento da caça furtiva em Sumatra, motivadas por questões econômicas.

Não têm sido raras as ocorrências de animais que, assim como o filhote com a tromba amputada, morreram por causa de armadilhas em Sumatra. Também não podemos nos esquecer daqueles que foram vítimas de envenenamento. Somente o distrito de East Aceh registrou, nos últimos nove anos, 25 mortes provocadas por humanos, conforme afirma Arianto.

Divulgação / vídeo / Youtube / Evening Standard

 

Os dados do Ministério de Meio Ambiente e Florestas da Indonésia indicam que a população de elefantes da região de Sumatra diminuiu de 1.300, em 2014, para os atuais 693. Isto representa uma queda de quase 50% em um período de apenas sete anos.

Segundo a fonte, os elefantes machos são os mais vulneráveis, o que pode ser explicado pelo fato de suas presas atraírem a atenção de caçadores ligados ao mercado ilegal de marfim.


+Saiba mais sobre animais por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Terapia assistida por animais, por Marie Odile Monier Chelini, Emma Otta (2015) - https://amzn.to/31Yloxi

Animals: A Visual Encyclopedia, de DK Publishing (2012) - https://amzn.to/33TNk6r

Life Lessons from the Heart of Horses: How Horses Teach Us About Relationships and Healing, de Kathy Pike (2021) - https://amzn.to/31JdYMA

Animal Kingdom: A Collection of Portraits, de Randal Ford (2018) - https://amzn.to/33QdKWN

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W