Matérias » Personagem

15 anos de mistério: a última viagem de Natalee Holloway

Conheça o tétrico caso da jovem que desapareceu em 2005 em sua viagem de formatura

Giovanna Gomes Publicado em 01/11/2020, às 10h00

Natalee tinha apenas 18 anos quando desapareceu
Natalee tinha apenas 18 anos quando desapareceu - Facebook/Reprodução

Viagens de formatura representam o sonho de muitos jovens. O momento representa a conclusão de um ciclo, a transição para a fase adulta, bem como a conquista da liberdade. No entanto, para uma jovem americana chamada Natalee Holloway, o que era para ser uma memorável comemoração transformou-se em um grande pesadelo.

No ano de 2005, Natalee desapareceu enquanto se encontrava em Aruba, no Caribe, com seus colegas de turma. Ela foi vista pela última vez saindo de um bar com um adolescente suspeito: o holandês Joran van Der Sloot.

Quem foi Natalee e o que aconteceu com a jovem

Natalee nasceu em 1986, em Clinton, no Mississipi, mas vivia em Mountain Brook, no estado do Alabama. Ela se formou no ensino médio no dia 24 de maio de 2005, poucos dias antes de sua viagem para Aruba. Com grandes sonhos, seu objetivo era estudar medicina na Universidade do Alabama como bolsista integral.

Natalee e sua mãe - Reprodução

 

No dia 30 de maio daquele ano, a menina saiu de um bar chamado Carlos n' Charlie's  com van Der Sloot que, mais tarde, em 2010, foi condenado pela morte da jovem peruana Stephany Flores Ramírez. Os colegas de Holloway presenciaram a garota entrar em um carro com o holandês e mais dois suspeitos: os irmãos surinameses Deepak e SatishKalpoe. Era a última vez que conhecidos avistaram a garota. E foi assim que um grande mistério ganhou vida. 

As buscas pela jovem

Quando interrogados, eles disseram que haviam deixado a menina no hotel em que estava hospedada. Nada convenceu. Van der Sloot foi apreendido duas vezes, pois a polícia suspeitava de seu envolvimento no caso. Os irmãos Kalpoe foram presos três vezes, também suspeitos. No entanto, em todas as ocasiões, os três foram liberados por falta de provas.

Beth Holloway, mãe de Natalee - Youtube/Reprodução

 

Notificado o desaparecimento de Natalee, Beth Holloway, mãe da menina, voou imediatamente para o local, bem como voluntários de Aruba e dos EUA partiram numa incessante busca pela jovem junto à polícia. No entanto, ninguém nunca conseguiu encontrá-la.

Conclusão do caso 

Em 2007, as investigações foram encerradas por falta de evidências. No entanto, no ano seguinte o caso foi reaberto diante de um vídeo em que van Der Sloot afirma que Natalie teria morrido na manhã de seu desaparecimento e que um amigo havia se desfeito do corpo dela. Mais tarde, ele negou a versão e declarou em uma entrevista que havia vendido a menina como escrava sexual, declaração que também foi negada depois.

Sem pistas de seu paradeiro, em 12 de janeiro de 2012 Natalee Holloway foi considerada morta.

Joran van Der Sloot - Reprodução

 

Muitos acreditam que van Der Sloot a tenha assassinado, embora ele nunca tenha sido reconhecido como autor do crime. O suspeito encontra-se preso no Peru por ter matado Stephany Flores Ramírez, crime que rendeu uma pena de 28 anos de reclusão. 

“Toda vez que eu olhava para o oceano, não conseguia lidar com isso... Isso me perturbava muito. Porque me fez sentir como se nunca fosse obter uma resposta sobre o que aconteceu com Natalee ”, disse ela. “Mas sinto que realizei um grande feito ... Posso voltar agora para Aruba. Eu posso entrar na água ... É ótimo. ”

Produções cinematográficas

Em 2009, o filme Natalee Holloway, baseado em um livro escrito por sua mãe, foi lançado e transmitido na TV americana. A produção foi dirigida por Mikael Salomon e é estrelado por Amy Gumenick, que faz o papel da jovem desaparecida. Beth é interpretada por Tracy Pollan, enquanto Jacques Strydom faz o papel de Joran van Der Sloot.

Em 2011, um outro filme baseado na história de Holloway chamado Justice for Natalee Holloway (Justiça para Natalee Holloway,em português) foi lançado. O filme é centrado nas buscas de Beth Holloway pela filha.


+Saiba mais sobre casos de desaparecimento com as obras abaixo:

Madeleine: O desaparecimento de nossa filha e a incessante busca por ela, Kate Mccann (2011) - https://amzn.to/2QcBTzv

O Desaparecimento de pessoas no Brasil, Dijaci David de Oliveira (2013) - https://amzn.to/2Qa5FET

O Desaparecimento De Josef Mengele, Olivier Guez (2019) - https://amzn.to/39npwYW

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W