Matérias » Personagem

O drama da Britney Spears, que recebe mesada de uma fortuna de milhões

A crise na vida pessoal da artista resultou em protestos em frente ao tribunal

Wallacy Ferrari, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 13/02/2021, às 09h00 - Atualizado em 19/02/2021, às 00h01

Britney tranquiliza fãs após audiência de curatela, em setembro de 2020
Britney tranquiliza fãs após audiência de curatela, em setembro de 2020 - Divulgação / Instagram

Com mais de 70 milhões de discos vendidos e sendo o maior símbolo comercial da música durante a virada de século, Britney Spearsera figurinha marcada na MTV como uma das vozes da geração 2000.

Sendo garota-propaganda de diversas marcas, não apenas emplacou hits atemporais, como conseguiu acumular, ao longo dos primeiros 9 anos de carreira solo, uma fortuna avaliada em 700 milhões de dólares (aproximadamente 3,7 bilhões em reais), conforme repercutido pela Revista Quem.  

Com todo o glamour que rodeia a imagem e carreira da artista, se engana quem descobre o real acesso da loira com o dinheiro de seu patrimônio.

Tudo começa em 2007, após três términos de relacionamento frustrantes, incluindo um casamento que durou 55 horas e o segundo amplamente coberto pela mídia.

A artista iniciou o ano se internando em uma clínica de reabilitação. No segundo mês, tentou visitar os filhos, sendo impedida pelo ex-companheiro — como resposta, foi a um cabeleireiro e raspou o próprio cabelo, rendendo a foto mais cara da história na época (US$ 500 mil), segundo o El País.

Na reta final no ano, protagonizou uma apresentação considerada desastrosa no palco do Video Music Awards — quando muitos esperavam um retorno triunfal.

Todos os fatores foram suficientes para, no mês seguinte, a custódia de seus dois filhos ser dada completamente ao companheiro. Sua vida mudou por completo no ano seguinte.

Administração 

O ano de 2008 também começou com um clima caótico; no quarto dia do ano, Britney se trancou no banheiro com um dos filhos após brigar com o ex-marido, sendo levada à força por uma ambulância a um centro psiquiátrico.

Vendo o caos na carreira da filha, Jamie Spears solicitou a um tribunal de Los Angeles a curatela da filha, ou seja, a administração de seus bens, rotina e atos públicos — normalmente concedida em casos de demência e Alzheimer.

Em rara decisão, o juiz concedeu a curatela sob a condição temporária de que Britney retomaria a administração de seus bens até que se recuperasse.

Durante o tempo de recuperação, no entanto, a artista — que esteve 8 anos na lista da Forbes de Mulheres mais ricas que fizeram fortuna com o próprio trabalho — receberia US$ 1,5 mil semanais (aproximadamente R$ 7,9 mil), conforme repercutido pelo El País em matéria de 2020.

Jamie, no entanto, teria acesso a todo o patrimônio e, de acordo com decisão do tribunal, receberia um salário de US$ 180 mil, tendo o valor de contas e aluguéis abatidos. A decisão poderia ser de curto prazo, porém, o processo de comprovação da sanidade da cantora perdurou por mais de uma década.

#FreeBritney

Ao longo dos 11 anos seguintes, a custódia passou a ser contestada pelos fãs e amigos próximos da artista, se tornando uma pauta ainda mais debatida após a participação de Britney como jurada do programa X Factor estadunidense, justificando que, com o poder de seleção concisa, a loira apresentava estar plena em seus comentários e atitudes públicas, inclusive retomando o direito de ver os filhos — mas destinando US$ 150 mil de pensão ao ex.

Contudo, em janeiro de 2019, Spears teve de cancelar um espetáculo em Las Vegas para cuidar do pai após uma perfuração do cólon. Misteriosamente, a cantora se internou em uma clínica para doenças mentais três meses depois, de maneira voluntaria como informado pela equipe administrada pelo pai.

O episódio levantou desconfianças e ascendeu o movimento FreeBritney, que passou a ser aderido por diversos artistas, como Miley Cyrus e Sharon Osbourne, resultando em manifestações de fãs em frente ao tribunal durante as audiências sobre a curadoria.

Fãs protestam para a retomada da administração própria de Britney Spears / Crédito: Getty Images

 

Com a piora do estado de saúde de Jamie, a cuidadora Jodi Montgomery ficou com a administração do patrimônio e, desde então, Britney solicitava a reabertura do processo de curatela.

Em 11 de fevereiro de 2021, a decisão da justiça deu vitória a cantora em primeira instância; Jamie não exerceria mais as decisões financeiras da filha, mas também não seria a artista que as faria.

A partir da decisão, a empresa Bessemer Trust, indicada pelo tribunal, seria responsável pelo repasse semanal e pela administração até a audiência seguinte, em março de 2021, como informa o portal G1.


+Saiba mais sobre Britney Spears em grandes obras disponíveis na Amazon:

Britney Spears: Menina perdida, por Christopher Heard (2011) - https://amzn.to/3jIcWck

Britney Spears: In Her Own Words Britney Spears, por Peter Jennings (2017) - https://amzn.to/377ly7m

Britney Spears: An Unauthorized Biography, por Alix Strauss (1999) - https://amzn.to/2MYfwPv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W