Matérias » Bizarro

O histórico Hacienda Arms, mais famoso bordel que já existiu na Califórnia

Construído pouco antes da grande depressão, o edifício já foi um prédio de apartamento, um bordel e hotel de luxo, além de ser um local histórico dos Estados Unidos

Pamela Malva Publicado em 10/02/2020, às 18h05

Fachada do Hacienda Arms
Fachada do Hacienda Arms - Wikimedia Commons

De fora, a imponente estrutura do Hacienda Arms pode passar a impressão de um prédio clássico, cheio de história. No entanto, apenas as fundações do edifício sabem todas as reviravoltas pelas quais o local passou através dos anos.

Construído em 1927 em Los Angeles, Califórnia, o prédio foi erguido para funcionar como um apartamento de luxo, lar de famílias ricas de Hollywood. Durante a grande depressão, todavia, as coisas mudaram um pouco de figura.

Em meados de 1930, o edifício passou a ser conhecido como o bordel mais famoso da Califórnia. Administrado por Lee Francis, autora do livro Ladies on Call, ele logo recebeu o nome de Casa de Francis. 

A casa recebia a visita de diversos artistas, como Jean Harlow e Clark Gable, e funcionava com o trabalho de jovens mulheres. Em grande maioria, elas se mudaram para Hollywood a procura de um papel no cinema, mas acabaram virando prostitutas de luxo — ganhando até mil dólares por semana.

Notícias da prisão de Lee Francis e sobre o edifício / Crédito: Domínio Público

 

Para funcionar à todo vapor, Francis entendeu que deveria ter um acordo com a polícia. Assim, ela pagava cerca de 40% de seus lucros à diversas entidades, a fim de escapar da prisão. Por vezes, os policiais que chegavam ao bordel eram recebidos com caviar russo, champanhe francês e muitos dólares americanos.

Em 1940, entretanto, a festa de Francis acabou. Ela foi presa e condenada por administrar o local. No lugar da Casa de Francis, abriu-se a Boate do Ciro — já naquela época, o prédio era conhecido como Coronet Apartments.

Nos anos seguintes, o edifício passou de mãos em mãos, trocando de proprietários até o declínio, em 1970. Foi então que, no final da década, o astro do rock Rod Stewart e Barry Monzio compraram a construção. A ideia deles, era transformar o antigo bordel, agora deserto, em um hotel de luxo.

Os custos das reformas só aumentavam e, dentro de poucos anos, os dois proprietários entraram em uma disputa legal pelo edifício. Em 1980, Rod Stewart tornou-se o único dono do Coronet Apartments. Três anos mais tarde, já sem proprietário novamente, o prédio em Hollywood foi alvo de um incêndio.

Anúncio do prédio / Crédito: Domínio Público

 

Graças às chamas, o edifício ficou completamente destruído por dentro e carbonizado por fora. Segundo as autoridades, o incêndio foi intencional e criminoso, porque começou em três lugares. Por um tempo, os moradores de rua que procuravam abrigo no prédio foram culpados pelo fogo, mas ninguém foi preso.

Ainda em 1983, a Los Angeles Conservancy pediu ao governo que o edifício fosse considerado um local histórico dos Estados Unidos, por seu estilo renascentista. O local foi adicionado ao Registro Nacional em dezembro daquele mesmo ano.

Mesmo depois do incêndio, o Westcap Financial Group comprou o prédio por 4,2 milhões de dólares e o converteu em um edifício comercial, para escritórios de luxo. Conhecido até hoje como Piazza del Sol, o local abriga escritórios de empresas como Miramax Films e The Film Department, além do restaurante de culinária japonesa Katana Robata, de Ryan Seacrest e Tori Spelling.


+Saiba mais sobre o tema através dos livros abaixo

Lamparski's Hidden Hollywood, de Richard Lamparski (1981) - https://amzn.to/2uzOmFs

1929, de Ivan Anna (2014) - https://amzn.to/2HaOTR1

Hollywood, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/38k24e4

Uma breve história dos Estados Unidos, de James West Davidson (2016) - https://amzn.to/2OFHf4X

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.