Matérias » Ufologia

O homem que derreteu: O bizarro caso João Prestes Filho, que teria sido morto por um OVNI

Na volta de uma pescaria, no Carnaval de 1946, João teria sido atingido por uma luz amarelada que, além de atordoá-lo, também o queimou

Fabio Previdelli Publicado em 24/11/2020, às 19h00

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Com cerca de 20 mil habitantes, segundo dados do senso de 2015, a cidade de Araçariguama, situada na Região Metropolitana de Sorocaba, que fica a cerca de 70 quilômetros da capital paulista, é uma típica cidade interiorana.  

Mas apesar da pacacidade, um evento misterioso ocorrido lá, em 1946, ainda hoje gera repercussões e intriga a todos que escutam os relatos daquela época. Afinal, a cidade foi casa de um dos casos mais fantásticos e polêmicos da história da Ufologia.  

Na época, o mundo ainda juntava os cacos da Segunda Guerra, mas parecia girar diferente na cidade onde poucos dispunham de luz elétrica e telefones. O único meio de comunicação em massa era o rádio, e muitos ficaram horrorizados quando o caso de João Prestes Filho foi noticiado.  

"A luz, a luz..."

O dia 4 de março de 1946, uma segunda-feira, parecia como todas as outras para João Prestes Filho. Como o dia estava firme e sem muitas nuvens, além de ser Carnaval, ele e outros três amigos resolveram ir pescar na beira do Rio Tietê.  

Antes de sair, ele avisa sobre sua partida para sua esposa, Silvina Nunes Prestes, que consente o pedido e diz que, em contrapartida, iria pular Carnaval com sua família. Por volta das 19 horas, o rapaz retorna, mas a casa ainda estava vazia. Silvina não havia retornado.  

Cansado, entrou em sua residência e decidiu tomar um banho e trocar a roupa suja. Foi quando tudo começou. "De repente, um raio amarelado 'alumiou' toda a casa, e João sentiu na hora o corpo queimado. Quis tirar a tramela da porta mas não conseguiu, tendo de abri-la com a boca. Saiu descalço e correu vários quilômetros a pé", conta Vergílio Francisco Alves, primo de João, em entrevista à Ufo.com

Imagem meramente ilustrativa de um disco voador / Crédito: Divulgação/Pixabay

 

O feixe no horizonte, além de atordoá-lo, também o queimou. Completamente tonto, resolve partir em disparada em direção a casa de sua irmã Maria, que ficava a cerca de dois quilômetros dali. A presença de João pode ser notada bem antes dele adentrar a casa da irmã. Na rua, o sujeito já clamava por socorro gritando: “a luz, a luz...”. 

Por lá, também estava o delegado Malaquias, que o questionou do ocorrido. Prestes Filho respondeu que aquilo que o atingiu “não era deste mundo, e sim uma coisa invisível”. Alarmados pelo ocorrido, diversas pessoas rodearam a casa de Maria para saber sobre seu irmão.  

Foi então que Malaquias resolve levá-lo até o hospital de Santana de Parnaíba. Porém, chegando lá, João não resiste aos ferimentos e acaba falecendo, cerca de 9 horas após sofrer o misterioso ataque luminoso.  

João era branco e a pele dele ficou avermelhada, torrada. As mãos e o rosto queimaram-se mais. O rosto assou. Já o cabelo não queimou, assim como a roupa. Só podia ser mesmo uma coisa invisível que o queimou daquele jeito, por dentro", relembra Vergílio. Segundo conta, ele repetia incessantemente que não havia nenhum responsável por aqui, porque aquilo “não era coisa deste mundo”.  

As explicações 

Segundo a perícia da época, não houve nenhum vestígio ou prova que indicasse crime ou acidente. A casa ficara intacta. Segundo o delegado de Santana de Parnaíba, que acompanhou o caso na época, “João era uma pessoa boa e não tinha inimigos”. 

Em sua certidão de óbito, o médico legista declarou a causa da morte como queimadura. Porém, em 13 de janeiro de 1998, o Cartório de Santana de Parnaíba expediu novamente o documento, registrando que o óbito foi atestado por Luiz Caligiuri, que informou que a causa do óbito foi colapso cardíaco e queimaduras generalizadas e 1º e 2º grau.  

Imagem meramente ilustrativa / Crédito: Divulgação/Flickr

 

No início da década de 1970, o médico Max Berezovsky, presidente da Associação de Pesquisas Exológicas (APEX), de São Paulo, foi até a cidade interiorana junto a dois ufólogos: Guilherme Wirz e João Evangelista Ferraz. Lá, conversaram com um dos irmãos de João, que relatou que ele “se queimou acidentalmente com um lampião a petróleo quando tentava saltar pela janela", dizendo ainda que o mesmo se encontrava alcoolizado.  

Porém, a informação foi negada por Araci Gomide, amigo de João e enfermeiro, que foi uma das primeiras pessoas que o socorreu. Perfeitamente lúcido, Prestes teria dito que ninguém havia feito aquilo com ele, apenas que viu uma "claridade que entrou na forma de luz pela janela e o envolveu sem a menor explicação". 

Sendo um acidente doméstico ou um ataque extraterreste, o fato é que a história de João Prestes Filho, apesar de não ter uma explicação definitiva, ainda mexe com o imaginário popular, se tornando uma lenda local. Por lá, existe um pequeno livreto, escrito por um anônimo, que descreve o caso como “O Incrível homem que derreteu”.


+Saiba mais sobre ufologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

UFOs: OVNIs - Militares, pilotos e o governo abrem o jogo, de Leslie Kean (2011) - https://amzn.to/2WCs4gi

Óvnis: Uma história da atividade alienígena dos avistamentos às abduções até a ameaça global, de Rupert Matthews (2011) - https://amzn.to/2WwzX6I

Céus abertos, mentes fechadas: Pela primeira vez, um homem do governo, expert em óvnis, fala sobre o assunto, de Nick Pope (2011) - https://amzn.to/3chIAJh

O Enigma UFO: Conheça a Verdadeira História de OVNIS, ET´s, Alienígenas, Óvnis, Discos Voadores, Aliens, Abduções, Ufologia e a Agenda Secreta Para o Planeta Terra, de Steven Lawrence (Ebook) - https://amzn.to/35JxvOC

 UFO - O Visitante Inesperado: Avistamentos de objetos voadores não identificados no Rio de Janeiro - Brasil, de Anderson Oliveira (Ebook) - https://amzn.to/35H6zyY

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W