Matérias » Bizarro

O ilícito e problemático namoro de Errol Flynn, astro de Hollywood, e uma jovem de 15 anos

Em 1957, Beverly Aadland conheceu o famoso ator Errol Flynn, com 48 anos na época. Ele tentou conquistá-la e ela caiu em seus charmes

Pamela Malva Publicado em 16/02/2020, às 09h00

Foto de Errol Flynn
Foto de Errol Flynn - Domínio Público

Aos 15 anos, Beverly Aadland era dona de uma beleza delicada e uma linda voz. Em meados de 1957, ela fazia parte do coral de um estúdio de gravações quando conheceu Errol Flynn, o famoso ator de Hollywood, que tinha 48 anos na época.

Flynn já era conhecido por sua reputação controversa: casos de alcoolismo e até agressão sexual de duas meninas menores de idade. Mesmo assim, ele não pensou duas vezes antes de convidar a jovem para uma suposta audição na casa de um produtor.

A audição de fato aconteceu, mas Flynn tinha outros planos para àquela noite: dormir com a bela jovem. Ainda que Beverly não sentisse tanta atração pelo ator, ela acabou cedendo. Naquele momento, entretanto, Errol não sabia sobre a idade da menina, muito menos imaginava que teria tirado sua virgindade.

Beverly Aadland em evento / Crédito: Wikimedia Commons

 

Depois daquela noite, os dois começaram a namorar. O pai da menina não concordava com a relação, dizendo que o ator não se passava de um “pênis ambulante”; enquanto a mãe, Florence, foi mais fácil de convencer: para ela, Flynn dizia estar facilitando a carreira de Beverly.

Nesse sentido, Errol até que ajudava. Em determinado momento da relação, ele levou sua namorada para fazer os testes de Lolita, produção de Stanley Kubric. Ao diretor, Flynn disse que os dois vinham em um pacote. A argumentação, todavia, não funcionou e nenhum dos dois foi escalado para o filme.

O namoro continuou, Flynn e Beverly pareciam felizes, mas as pessoas se preocupavam com a jovem. Afinal, o ator hollywoodiano bebia o dia todo e consumia fortes medicamentos para sua constante dor nas costas.

Errol Flynn aos 14 anos / Crédito: Wikimedia Commons

 

O susto mesmo veio no aniversário de 17 anos da jovem. Errol aproveitou que todos os familiares de sua namorada estavam sentados à mesa e anunciou: os dois se casariam em breve. Foi um momento de alegria e o futuro dos dois era promissor — se a saúde do ator não tivesse entrado no caminho.

Em 1959, Flynn queixou-se de uma dor forte nas costas. Ao chegar à casa do médico, todavia, ele preferiu falar sobre sua vida, ao invés de procurar ajuda. Quando terminou de contar suas histórias, o ator anunciou: “nunca me senti tão bem”.

Os presentes deixaram que ele descansasse na sala onde estava deitado. Após alguns minutos, Beverly chamou seu nome e não obteve resposta. Ao abrir a porta, encontrou seu namorado morto. Mais tarde, a causa da morte foi atestada como infarto do miocárdio. Ele tinha 50 anos.

"Errol e sua primeira esposa, Damita, em 1941 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Meses antes, Flynn chegou a ditar um testamento para Beverly, que escreveu cada palavra. Ela teria herdado uma grande quantia da fortuna do ator, se ele tivesse assinado os papeis. Como o suposto documento não contava com a assinatura de Errol, a jovem não recebeu um tostão.

Pouco tempo depois, a mãe da adolescente foi presa por embriaguez pública e Beverly foi mandada para um lar juvenil. Nesse meio tempo, Florence escreveu um livro sobre a relação entre sua filha e Flynn, chamado The Big Love (O grande amor, em português), em 1961.

O problema da obra era que Beverly nunca realmente autorizou sua produção. As duas fizeram as pazes tempos depois, no leito de morte de Florence. No fim, o livro serviu de inspiração para um filme sobre o relacionamento ilícito entre o ator e a adolescente.

Quando ficou sabendo do novo projeto, Beverly abençoou a produção, permitindo que ela acontecesse. Lançado em 2013, o longa The Last of Robin Hood (O ultimo de Robin Hood, em português) foi dedicado à jovem, que morreu em 2010, aos 67 anos.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo

Errol Flynn, de Dr Kevin McAleer (2018) - https://amzn.to/31WuLf2

The Big Love, de Florence Aadland (2019) - https://amzn.to/3bFn4yf

The Last of Robin Hood, dirigido por Richard Glatzer e Wash Westmoreland (DVD) - https://amzn.to/39BwQj2

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.