Matérias » Brasil

O insólito caso do jovem suspeito de matar a mãe para ficar com a herança

A investigação revelou frieza por parte do filho em câmeras de segurança, que chegou a lamentar a morte nas redes sociais

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 13/06/2021, às 09h00

Imagem ilustrativa de rapaz algemado
Imagem ilustrativa de rapaz algemado - Foto de Kindel Media no Pexels

Em 21 de dezembro de 2020, Bruno Eustáquio Vieira, 23, se encontrou pela primeira vez com a mãe, Márcia Lanzane, 44, na residência em que moravam juntos — e soube de tal fato.

Residindo na cidade de Guarujá, localizada no litoral paulista, o primeiro relato do garoto dado aos policiais sobre o principal fato daquela noite era de que teria encontrado a mãe caída, já sem vida.

No segundo relato, acrescentou que se tratava de uma morte acidental, onde Márcia teria caído abruptamente e falecido ao bater a cabeça contra o chão, como informou o Catraca Livre. Porém, a surpresa posterior fez a polícia tomar outro rumo sobre o caso com a descoberta de câmeras de segurança internas.

Ao contrário da empatia manifestada pelo jovem em redes sociais, publicando lamentações e fotos junto da mãe, os momentos finais entre os parentes chamaram atenção dos investigadores pelo tom nada afetuoso — do contrário, protagonizaram uma briga que durou mais de uma hora de duração, como divulgou o portal G1.

No circuito interno

Em câmera instalada na sala da residência, Bruno inicia uma briga com a mãe em um corredor coberto no topo das imagens, às 21h17 daquele dia. O alcance consegue pegar os membros inferiores do rapaz junto a Márcia, que supostamente entra em luta corporal com conflitos de intensidade.

No primeiro minuto, as pernas se empurram como se uma luta corporal estivesse iniciado. Pouco depois, o filho fecha a porta, sendo o ponto principal da investigação pela ausência de evidências iniciais sobre o período.

Imagem ilustrativa de assassinato / Crédito: Imagem de HannahJoe7 por Pixabay

 

A porta só é reaberta às 22h38, hora atribuída ao fim das agressões pela investigação, com Márcia caída ao fundo. Contudo, o jovem mostra um comportamento incomum em relação ao conflito anterior.

Ao se retirar e passar pelo corpo da mãe, simplesmente vai até a sala e assiste televisão por aproximadamente quatro minutos — ignorando o suposto acidente fatal da mãe e demonstrando ausência de empatia.

Ocorrência do caso

Com o acesso às imagens, o inquérito decidiu indiciar Bruno por homicídio doloso, quando há intenção de matar, com o Ministério Público apontando incompatibilidade em relação aos bens materiais: "Insatisfeito em não ver seus anseios materiais atendidos, o denunciado decidiu matar a vítima com o objetivo de ter para si todo o patrimônio da genitora em herança, além da obtenção de valores de eventuais seguros", como informa o Yahoo.

Em entrevista ao G1, as tias do rapaz e irmãs da vítima, Mariusa e Minervina, acrescentaram que a mãe já reclamava que o garoto estava “insuportável” por causa da “soberba” e anseio por um padrão de vida que estava fora do alcance que a mãe poderia proporcionar, resultando nas suspeitas.

"Ele tinha vergonha de falar o bairro que morava, até mentia que morava nas Astúrias [bairro nobre]. Agora, eu não entendo, sempre fomos de família humilde, e nunca tivemos vergonha, porque isso não é importante, e sim, o caráter. E ele não tem caráter. Eu não sei aonde ele se perdeu, quando se transformou nesse monstro, mas ele é o assassino da minha irmã, isso não tem como apagar", lamentou Minervina.


+Saiba mais sobre crimes brasileiros por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Suzane: assassina e manipuladora, de Ullisses Campbell (2020) - https://amzn.to/2WFlLso

O pior dos crimes: A história do assassinato de Isabella Nardoni, de Rogério Pagnan (Ebook) - https://amzn.to/2WD1tQj

Indefensável: O goleiro Bruno e a história da morte de Eliza Samudio, de Paula Sarapu e outros (Ebook) - https://amzn.to/2WCFvg5

Os Crimes Mais Cruéis do Brasil: Conheça os casos que mais chocaram o país, de Editora O Curioso (Ebook) - https://amzn.to/2SNqdnI

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

 Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W