Matérias » Crime

O mais mortífero até o 11 de setembro: conheça o atentado de Oklahoma City

Ocorrido seis anos antes do ataque às Torres Gêmeas, o atentado de Oklahoma City deixou 168 mortos na época

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/04/2021, às 07h00

O edifício Alfred P. Murrah completamente destruído após o ataque
O edifício Alfred P. Murrah completamente destruído após o ataque - Domínio Público

Quando falamos em atentados terroristas muitos se lembram do triste 11 de setembro, afinal, o ataque ao World Trade Center foi o mais mortífero de todos já presenciados nos últimos tempos, quando quase 3 mil pessoas perderam suas vidas.

Entretanto, poucos se recordam de outra ocasião, ocorrida alguns anos antes e que, até episódio das Torres Gêmeas, foi considerado o mais mortal.

Explosão fatal

Era 19 de abril de 1995, Oklahoma City, nos EUA. Parecia mais um dia comum na cidade do centro-oeste americano, mas algo inimaginável logo surpreenderia a todos: um caminhão cheio de explosivos foi estacionado em frente ao prédio governamental Alfred P. Murrah. O desastre foi iminente e 168 pessoas, infelizmente, foram mortas.

O ataque de 11 de setembro de 2001 mais tarde se tornaria o mais mortal da história - Crédito: Wikimedia Commons

A explosão foi tão forte que 312 edifícios e 86 automóveis foram destruídos ou parcialmente danificados em uma área de 16 quarteirões. Os danos causados geraram um prejuízo de cerca de 652 milhões de dólares no total.

Vinte anos mais tarde, segundo a revista Exame, o então presidente dos Estados Unidos Barack Obama, relembraria a ocasião dizendo que "a passagem do tempo nunca extinguirá a dor" causada pelo atentado. "Mas se esses assassinos acreditaram que poderiam aterrorizar o povo americano, romper nosso ânimo ou os laços que nos unem, então fracassaram completamente", finalizou em comunicado.

Homenagem à equipe de resgate que atuou após a explosão - Crédito: Creative Commons

Também Frank Keating, que era o governador de Oklahoma na época, comentou sobre o crime: "A agonia era persistente. Parecia que a agonia nunca ia a acabar", disse o político americano.

O responsável

O autor do ataque foi um homem nova-iorquino de extrema-direita e totalmente contrário ao governo da época chamado Timothy McVeigh. Mais tarde, ele foi condenado à pena de morte e sua execução se deu em junho de 2001, quando o terrorista tinha 32 anos, em uma prisão federal no estado da Indiana.

McVeigh em retrato falado (à esquerda) e em foto (à direita) - Crédito: Domínio Público

Mcveigh era ex-combatente da guerra do Golfo Pérsico e afirmou ter realizado o crime em razão de uma intervenção de agentes federais contra o rancho da seita dos Davidianos localizado em Waco, no estado do Texas. Aconteceu que, no dia 19 de abril de 1993, dois anos antes do atentado, enquanto os policiais realizavam um cerco no local, um incêndio acabou por matar 83 pessoas.

Havia ainda um segundo homem, Terry Nichols, que era cúmplice do primeiro. Ele foi condenado à prisão perpétua e cumpre sua pena até os dias de hoje no Colorado. Outra pessoa, Michael Fortier, foi condenada a 12 anos de reclusão uma vez que tinha conhecimento do que Mcveigh planejava fazer e não alertou as autoridades para que o ataque fosse evitado.


+Saiba mais sobre o 11 de Setembro por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Grandes Mistérios da História: A teoria da conspiração e os segredos por trás dos acontecimentos, de Sérgio Pereira Couto (2015) - https://amzn.to/2QHjs6p

Plano de ataque: A história dos vôos de 11 de setembro, de Ivan Sant'Anna (2014) - https://amzn.to/2Fz4SHB

The Big Bamboozle: 9/11 and the War on Terror (Edição Inglês), de Philip Marshall (2012) - https://amzn.to/2s9WXgN

A Comissão: A História Sem Censura Da Investigação Sobre O 11 De Setembro, de Philip Shenon (2013) - https://amzn.to/2NaNf5a

11 de Setembro de 2001 - A queda das torres gêmeas de Nova York, de José Carlos Sebe Bom Meihy (2005) - https://amzn.to/2uzkCbs

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W