Matérias » Estados Unidos

O mistério do cadáver de guitarrista identificado após 40 anos

Sem solução desde o início da década de 1980, o caso chocou a população local de Ohio, EUA

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/12/2021, às 09h00

Imagem poética de sace de cadáver sendo fechado
Imagem poética de sace de cadáver sendo fechado - Foto de Faruk Tokluoğlu no Pexels

Durante a década de 1980, um saco de lixo com restos humanos chamou atenção da população local de Twinsburg, cidade de Ohio, nos Estados Unidos. Com diversos sinais de esfaqueamento, o cadáver demonstrava diversas evidências de estocadas contínuas que culminaram em sua morte.

Seu corpo já mostrava sinais avançados de putrefação dentro da sacola, apontando que já estava armazenado anos antes. Mesmo com o achado, a tecnologia da época não permitia que a investigação prosseguisse com equipamentos de análises disponíveis, impossibilitando a solução do caso.

Contudo, no segundo semestre de 2021, um projeto experimental do DNA Joe, organização que disponibiliza análises de DNA para departamentos de polícia norte-americanos, propôs a tentativa de resolução desse caso, parado há 40 anos.

Com a coleta do material, a investigação reaquecia e apontava novos caminhos de resolução.

Exame meticuloso

Em outubro de 2021, o sequenciamento do DNA dos restos mortais encontrados na sacola apontava certa compatibilidade com um banco de pessoas próximas na comunidade local, sendo algumas delas ainda vivas.

Dessa maneira, a equipe de análise orientou a polícia a consultar essas pessoas para tentar encontrar algum registro de desaparecimento na família.

Ultimo registro da vítima em fotografia oficial / Crédito: Divulgação/Departamento de Polícia de Twinsburg

 

Um dos apontados forneceu o nome de Frank Little Jr. e ainda se dispôs a fornecer uma amostra do próprio DNA em âmbito de comparação, tendo confirmada a identidade do homem em um laboratório criminal em dezembro daquele ano. Contudo, a surpresa foi ainda maior quando buscaram quem era a vítima.

Frank era conhecido nacionalmente como "Frankie" Little Jr, guitarrista do conjunto O’Jays, de R&B, responsáveis por emplacar o hit ‘Forever Mine’ nas paradas da Billboard durante a década de 1970. O rapaz, em específico, chegou a compor várias canções, entre elas “Oh How You Hurt Me” e “Pretty Words”.

Contudo, durante a Guerra do Vietnã, ele se alistou no Exército dos Estados Unidos e, ao retornar após dois anos, preferiu manter uma vida no anonimato em sua cidade natal.

Agora, a polícia reúne esforços para conhecer possíveis problemas pessoais do músico e se tinha desavenças que resultariam no crime para, finalmente, encerrar o caso.