Matérias » Crimes

46 anos de um enigmático desaparecimento: O que aconteceu com Jimmy Hoffa?

Sumiço do sindicalista que tinha ligações com a máfia é contada no filme ‘O Irlandês’. Mas longa só apresenta uma das teorias sobre o paradeiro do homem quem era “tão famoso quanto Elvis”.

Fabio Previdelli Publicado em 31/07/2021, às 10h00

O sindicalista Jimmy Hoffa
O sindicalista Jimmy Hoffa - Garam/Wikimedia Commons

"Hoje em dia, os jovens não sabem quem foi Jimmy Hoffa. Talvez saibam que ele desapareceu, mas nada mais. Na época, não havia ninguém nos EUA que não conhecesse Jimmy Hoffa. Nos anos 1950, ele era tão famoso quanto Elvis [Presley]". 

É dessa maneira que o mafioso Frank "The Irishman" Sheeran, explica o impacto que teve o sumiço do sindicalistaJimmy Hoffa no filme ‘O Irlandês’. O sumiço do norte-americano, em 30 de julho de 1975, é um dos casos que, ainda hoje, intriga os Estados Unidos, o que gerou inúmeras teorias e linhas de investigação, embora nenhuma tenha chegado perto de desvendar o mistério.

Quem era Jimmy Hoffa? 

Entre 1957 e 1971, Jimmy Hoffa foi presidente da Irmandade Internacional de Caminhoneiros, a chamada Teamster. Para se ter uma ideia de sua relevância e de seu poder, seu sindicato tinha mais de 2 milhões de trabalhadores filiados.  

Assim, percebe-se que a fala de Sheeran não é nenhum pouco absurda. Hoffa era, de fato, uma celebridade. Além do mais, ele tinha uma enorme influência política, o que fez com que muitos tentassem “se aproximar” mais dele.  

Quem conseguiu manter uma boa relação com Jimmy foi a Família Bufalino — um grupo de mafiosos que controlava jogos de azar, tráfico de drogas e esquemas de extorsão no Estado da Pensilvânia, como aponta a BBC. 

Porém, tudo mudou em julho de 1975, quando ele tinha 62 anos. Na ocasião, o último registro público que se tem de Hoffa remete ao estacionamento de um restaurante em Detroit, onde seu carro estava estacionado.  

Na época, seus familiares ofereceram 200 mil dólares para quem tivesse qualquer tipo de informação. O “ponto final” no caso, até então, foi colocado em 1982, quando Jimmy foi declarado oficialmente morto, embora seu corpo jamais tenha sido encontrado.

Teorias, teorias e mais teorias 

Apesar de seu desaparecimento jamais ter sido explicado, isso não signifique que o caso não seguiu algumas linhas de investigação. Uma delas, por exemplo, é mostrada no filme ‘O Irlandês’, que por sua vez é baseado no livro ‘I Heard You Paint House’ (que em tradução literal seria algo como ‘Eu Ouvi Dizer Que Você Pinta Casas’). A expressão seria uma maneira de falar que tal pessoa cometia assassinatos.

Por aqui, no entanto, o livro chegou com o nome de ‘O Irlandês: Os Crimes de Frank Sheeran a Serviço da Máfia’. A obra foi escrita pelo jornalista Charles Brandt, que recebeu o diário de Sheeran pouco antes da morte do mafioso, em 2003. 

No filme, Frank é representado por Robert De Niro e Hoffa por Al Pacino. A narrativa mostra como o motorista ligado ao sindicato, que era um veterano da 2ª Guerra, virou um matador de aluguel contratado pelo líder da máfia Russel Bufalino. O irlandês, como Sheeran era chamado, também era homem de confiança de Jimmy, que o havia contratado para “pintar casas”. 

Apesar de seu sumiço acontecer só em 1975, a queda do sindicalista começa anos antes, quando ele acaba condenado a 13 anos de prisão, em 1967, por estelionato, suborno e malversação de fundos de aposentadoria do sindicato.  Apesar de encarcerado, Hoffa continua a comandar a entidade.  

Quatro anos depois, em 1971, ele saiu da cadeia, mas, a essa altura, já não era mais presidente do sindicato. Apesar de tentar retomar seu status de líder que teve nas décadas passadas, Jimmy já não gozava do mesmo prestígio e popularidade. Além disso, como mostrado no longa da Netflix, a máfia também não fazia questão que ele voltasse ao comando dos Teamsters. 

O filme mostra que O Irlandês tentou alertá-lo sobre o desejo da máfia, mas o sindicalista continuou insistindo mesmo assim. Dessa maneira, se tornou um inimigo dos Bufalino — que ordenaram que Frank o executasse, deixando seu corpo para outros criminosos se livrarem dele.  

Mas como já dito, está é apenas uma das teorias sobre sua morte, que muitos tratam como mais próximo da realidade por se basear no diário de um homem que “pintava casas”. Mas, existem também outros pontos de vista sobre o que aconteceu. 

Como aponta o UOL, há uma versão que diz que o corpo de Hoffa foi enterrado embaixo do antigo estádio do time de futebol americano dos Giants, que fica em Nova Jersey. Outros pensam que os próprios sindicalistas o mataram. E há também quem diga que ele resolveu sumir sem deixar pistas.


+Saiba mais sobre o tema por meio de obras disponíveis na Amazon:

The Disappearance of Jean Spangler, de Charles River Editors (2018) - https://amzn.to/2z6PAKF

O Desaparecimento De Josef Mengele, de Olivier Guez (2019) - https://amzn.to/2SDhvIL

A verdade sobre o caso Harry Quebert, de Joël Dicker (2015) - https://amzn.to/3dn5sXE

O desaparecimento de Stephanie Mailer, de Joël Dicker (2019) - https://amzn.to/3dhUi6H

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W