Matérias » Família Real Britânica

O que Harry já disse sobre The Crown?

Recentemente, o neto de Elizabeth II comentou sobre sua visão a respeito do seriado em uma entrevista para um talk show norte-americano

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/03/2021, às 17h40

Harry em entrevista para James Corden
Harry em entrevista para James Corden - Divulgação/Youtube/The Late Late Show with James Corden

Em 2017, uma fonte próxima à família real relatou ao jornal britânico Sunday Express o que Elizabeth II havia achado de The Crown, a famosa série da Netflix que reconta sua trajetória como monarca. A rainha da Inglaterra só teria curtido a produção até certo ponto, com algumas cenas da segunda temporada a aborrecendo: 

“Posso transmitir que ela ficou chateada com a maneira como o príncipe Philip [o marido dela] é retratado como um pai insensível ao bem-estar do filho. Ela ficou particularmente irritada com uma cena em que Philip não simpatiza com um Charles claramente chateado enquanto ele está voando de volta da Escócia. Isso simplesmente não aconteceu”, contou a fonte para o veículo. 

Harry, filho de príncipe Charles e neto da monarca, manifestou-se a respeito do seriado recentemente, mostrando que possuía uma visão muito mais positiva dele quando comparado a sua avó. 

Matt Smith, como Philip, e Claire Foy, como Elizabeth, na série The Crown / Crédito: Divulgação/Netflix

 

Fato versus Ficção 

Em fevereiro de 2021, o antigo duque de Sussex fez uma participação no programa norte-americano The Late Late Show, que tem como apresentador o comediante James Corden, e se abriu a respeito de muitos assuntos, que incluíram seu afastamento da monarquia britânica, e também sua opinião a respeito da famosa The Crown. 

“É fictício, mas é vagamente baseado na verdade, embora não seja estritamente preciso. Deu uma ideia aproximada das pressões envolvendo colocar o dever e o serviço acima da família e tudo o mais”, comentou. 

Harry deixou claro que notícias que invadem a privacidade ou divulgam inverdades sobre a realeza são encaradas por ele com muito mais severidade que a série ficcional. 

“Estou muito mais confortável com The Crown do que vendo histórias escritas [pela imprensa] sobre minha família ou minha esposa. Isso [a série] é obviamente ficção, veja como você quiser. Já os textos midiáticos estão sendo relatados como fato porque supostamente você é notícia. Eu tenho um problema real com isso”, concluiu o neto da monarca. 

Meghan e Harry com filho Archie  / Crédito: Divulgação 

 

Mídia 

Harry já se expressou em outras ocasiões em relação ao efeito negativo que a pressão pública exercida pela mídia provoca em sua saúde mental, além de se mostrar crítico à maneira como sua mãe foi tratada pelos tabloides ingleses. 

No documentário que o ex-membro da realeza gravou durante sua viagem através do continente africano, ele comentou que: "Eu pensei que estava fora de perigo e, de repente, tudo voltou, e isso é algo que tenho de gerenciar. Parte desse trabalho significa ter de manter a compostura, mas, para mim e minha mulher, há muitas coisas (divulgadas pela mídia) que machucam, especialmente quando a maior parte não é verdadeira”. 

"Perdi minha mãe e agora vejo minha esposa sendo vítima das mesmas forças poderosas”, declarou o filho mais novo de Diana no ano passado, após um tabloide publicar uma carta pessoal de Meghan Markle, sua esposa, o que levou o casal a processar o veículo. A afirmação foi repercutida pela BBC.

Fotografia de Princesa Diana / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Em vida, Lady Di chegou a ser considerada a mulher mais fotografada de sua época, tal era a perseguição de paparazzi que enfrentava. Vale dizer também que a pressão midiática foi um dos fatores que contribuiu para o desligamento de Harry e Meghan em relação à monarquia.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio de obras disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

O Amor Da Princesa Diana, de Anna Pasternack (2018) - https://amzn.to/2xOZ8c9

A história do século XX, de Martin Gilbert (2017) - https://amzn.to/2yFZMcv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7