Matérias » Estados Unidos

O terrível acidente aéreo que desfalcou a banda Lynyrd Skynyrd

No fim da década de 1970, o grupo estadunidense perdeu 3 de seus integrantes para a tragédia

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 06/11/2021, às 12h00

Fotografia da banda quatro anos antes do acidente
Fotografia da banda quatro anos antes do acidente - Domínio Público/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Lynyrd Skynyrd foi uma banda de rock que surgiu nos Estados Unidos no ano de 1964. O grupo passou por uma grande rotatividade de integrantes: no total, quando reunidos os ex-membros e os atuais (uma vez que eles estão ativos até hoje), quase 30 artistas já fizeram parte do conjunto.

Eles começaram a ganhar relevância em 1973. O ponto de virada que os tornou muito mais famosos, no entanto, foi um trágico acidente aéreo em 1977, que tirou a vida de Ronnie Van Zant, o fundador e vocalista do grupo, o guitarrista Steve Gaines e Cassie Gaines, que eram irmãos e também compunham as letras das músicas da banda.

Dias antes do episódio, a banda havia lançado seu álbum 'Street Survivors', de acordo com informações relembradas pela revista Rolling Stone em uma matéria de 2020. Nesse sentido, eles estavam prestes a iniciar a maior turnê nacional que já haviam feito. 

Naquele dia de outubro, os músicos viajavam com destino ao estado norte-americano de Mississipi. Infelizmente, o terror começou depois que a aeronave ficou sem combustível em pleno ar e caiu em uma região arborizada. O piloto tentou realizar um pouso de emergência no local, porém não teve sucesso, conforme informações do site History. 

Modelo de avião semelhante àquele no qual a banda viajava / Crédito: Logawi/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

 

Curiosamente, Cassie, que faleceu devido ao acidente, teria tido muito medo de embarcar na aeronave. Tamanho foi seu receio que ele chegou a pedir para viajar na caminhonete que levaria seus instrumentos musicais e outros equipamentos necessários para realizar as apresentações. Ela teria sido, no entanto, convencida por Ronnie

O avião carregava 26 passageiros. Vinte deles sobreviveram, apesar de terem saído do acontecimento com ferimentos sérios. Os 6 restantes, no entanto, não tiveram a mesma sorte. As vítimas do episódio incluíram o piloto e co-piloto da aeronave, o empresário que administrava a rotina do Lynyrd Skynyrd e três dos artistas.  

O impacto

A tragédia acabou fazendo com que o grupo de rock entrasse em um longo hiato que apenas chegou ao seu fim no ano de 1987, quando o irmão mais novo de Ronnie, Johnnie Van Zant, decidindo dar continuidade ao legado musical do fundador da banda.

Fotografia de show realizado pela banda em 2008 / Crédito: Divulgação/ Jayuzi/ Arquivo Pessoal

 

Outro detalhe é que o único membro original que resta hoje no grupó é o guitarrista Gary Rossington, um sobrevivente do acidente aéreo de 1977. 

Nós ainda estamos de pé, ainda mantendo a música tocando. Nós queríamos deixar os caras que não estão mais conosco orgulhosos, e também manter a dignidade do nome", relatou Rossington no site oficial do Lynyrd Skynyrd.

Johnnie, por sua vez, contou que já ouviu alegações de que eles haviam retomado o grupo porque precisavam de dinheiro, o que, segundo ele, é uma inverdade. 

"Nós amamos a música, isso é maior que o dinheiro. Nós precisamos nos sustentar, é claro, mas continuamos pelo legado do Lynyrd Skynyrd, aquilo que a banda representa, o que ela significa para os fãs. Não existe nada como ir lá fora, fazer um ótimo show com o grupo e ver o quando as pessoas amam a música", concluiu o irmão mais novo do fundador da banda.

Atualmente, o conjunto musical possui 60 álbums lançados. Sua música mais popular é a famosa 'Sweet Home Alabama', que continua relevante nos Estados Unidos até hoje.