Matérias » Crimes

Os crimes de Israel Keyes, o serial killer que aterrorizou os Estados Unidos

Embora tenha assumido todos os seus crimes, alguns dos assassinatos permanecem sem respostas até os dias atuais

Daniela Bazi Publicado em 30/03/2020, às 19h26

A investigação que levou a prisão do serial killer Israel Keyes
A investigação que levou a prisão do serial killer Israel Keyes - Divulgação

Nascido no ano de 1978, o serial killer Israel Keyes viveu boa parte de sua infância na cidade de Colville, em Washington, nos Estados Unidos. Junto de sua família, morava em uma pequena casa de apenas um quarto, que não tinha eletricidade e muito menos água encanada. 

Em 1998, entrou para o exército americano, atuando no 1º Batalhão, e servindo em bases militares no Egito, em Fort Lewis e em Fort Hood. Abandonou a carreira de soldado em 2001, recebendo diversos prêmios e condecorações devido a seu tempo como militar. 

Segundo seus amigos de quartel, o homem tinha um comportamento silencioso, e costumava guardar as coisas para si, além do hábito de beber muito nos finais de semana. 

Início dos crimes

O primeiro assassinato cometido por Israel ocorreu nos anos 1990, enquanto ainda estava em Washington, de acordo com seu próprio depoimento após ser preso. Keyes admitiu que teria matado pelo menos quatro pessoas no estado, no entanto, todos esses casos permanecem em investigação pela polícia estadual e pelo FBI. 

Em Nova York, o serial killer teria feito mais uma vítima, que não teve seu nome, sexo, idade e informações sobre a morte divulgada pelas autoridades. Por lá, também teria cometido outros crimes, como assaltos a banco, furtos e incêndios ilegais. 

Em 8 de junho de 2011, o criminoso invadiu a casa de Bill e Lorraine Currier, em Essex, Vermont, os amarrando e levando até uma fazenda abandonada, onde atirou em Bill e abusou sexualmente de Lorraine antes de matá-la estrangulada. Até os dias atuais, ninguém sabe o verdadeiro paradeiro de seus corpos. 

Bill e Lorraine Currier / Crédito: Polícia de Essex

 

Sangue por todo lado

Sua última vítima foi uma jovem de 18 anos, que trabalhava na cafeteria Common Grounds, localizada na cidade de Anchorage, Alasca, chamada Samantha Koenig. Em 1 de fevereiro de 2012, ele teria a abordado após seu horário de trabalho, ainda dentro do estabelecimento, utilizando uma máscara de esqui e pedindo café e dinheiro, enquanto apontava uma arma para a mulher. 

Samantha obedeceu o assassino, mas foi amarrada e levada até um Ford Focus branco. No momento, tentou escapar, mas acabou sendo impedida e ameaçada caso fizesse de novamente. Enquanto dirigia pela cidade, o sequestrador teria dito que ele queria apenas o valor do resgate e, caso ela cooperasse, seria devolvida sã e salva para sua família. 

Eles permaneceram juntos por horas, até que Keyes decidiu voltar a cafeteria para enviar uma mensagem falsa ao namorado da garota que deveria ir buscá-la, dizendo “Ei, estou passando alguns dias com amigos, avise meu pai”. Em seguida, levou a atendente para a sua própria casa.

Koenig foi torturada, estuprada e estrangulada até a morte. Israel, ainda querendo dinheiro pelo resgate do corpo da moça, aplicou maquiagem em seu rosto, costurou seus olhos com uma linha de pesca, a posicionou sentada segurando o jornal do dia e tirou uma foto, no qual enviou junto de um bilhete exigindo 30 mil dólares pela garota. 

 

Os restos mortais de Samantha foram jogados dentro do lago congelado Matanuska, enquanto seu pai, ainda esperançoso de que ela estivesse viva, depositou o dinheiro do resgate, que havia sido doado por membros da comunidade em que moravam. 

As autoridades responsáveis pelo caso conseguiram localizar o assassino através do depósito feito em sua conta bancária pessoal. Ele acabou sendo preso no dia 13 de março de 2012 com a máscara e a arma utilizadas durante o sequestro, e com o cartão de débito da garota. Israel foi indiciado por assassinato e teve seu julgamento marcado para março do ano seguinte. 

Todavia, enquanto esperava ser julgado no Complexo Correcional de Achorage, cometeu suicídio após se automutilar e estrangular no dia 2 de dezembro de 2012.


+Saiba mais sobre crimes por meio das obras disponíveis na Amazon

Mindhunter... O Primeiro Caçador de Serial Killers Americano, John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2WfTQyz

Mulheres assassinas: 10 mulheres assassinas do presente e do passado, L. Montague, E. (e-book) - https://amzn.to/2N8SNwc

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, Ann Rule - https://amzn.to/2oPGqMU

Meu Amigo Dahmer: Estudando com um serial killer, Derf Backderf  -  https://amzn.to/2pH7TB2

Manson: A Biografia, Jeff Guinn - https://amzn.to/2o07wBe

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du