Matérias » América do Norte

Os enigmas da Colônia de Roanoke, o assentamento que desapareceu subitamente

Governado pelo explorador John White, o acampamento sumiu de maneira inesperada; e até hoje ninguém sabe o que aconteceu

André Nogueira Publicado em 21/03/2020, às 08h00

Croatoan: o que significaria essa única dica?
Croatoan: o que significaria essa única dica? - Divulgação

Nos séculos 16 e 17, a América do Norte era uma colcha de retalhos em disputa entre britânicos, espanhóis, franceses e holandeses, enquanto a Nova Espanha e o Brasil já formavam centros de comando e exploração. Na década de 1580, a exploração do litoral, onde ficariam as Treze Colônias, ainda era superficial.

Entre os primeiros locais de fixação europeia, Colônia da Ilha Roanoke, local repleto de mistérios onde colonos tentaram criar um assentamento britânico na região da atual Carolina do Norte, é um sítio repleto de segredos e dúvidas. Até hoje, historiadores não sabem ao certo o que ocorreu na colônia, cujas atividades humanas só puderam ser identificadas até 1587.

O local foi financiado e organizado pelo explorador e poeta inglês Walter Raleigh e governado por John White, que comandava uma pequena tropa de 115 homens. Porém, no ano de 1587, o governador foi indicado para retornar à Inglaterra para receber suprimentos e assim o fez. Todavia, quando chegou na ilha, descobriu um fato inesperado: o país tinha acabado de entrar em guerra com a Espanha.

Então, a rainha Elizabeth convocou todos os navios disponíveis à batalha contra a Invencível Armada, e assim obedeceu White, que manteve-se no conflito até 1590. Então, a embarcação retornou a Roanoke , onde estavam a esposa e a filha do governador. No entanto, quando chegou no local, onde fixara a bandeira colonial, se deparou com uma terra vazia: não havia sequer vestígios de um assentamento antigo ou habitantes.

Mapa de John White da costa da Carolina / Crédito: Wikimedia Commons

 

O misterioso acontecimento não fazia sentido: três anos antes, aquele era um local habitado. No lugar da colônia, havia apenas um tronco de madeira com uma palavra inscrita: croatoan. O termo era o nome de uma ilha a sul de Roanoke, onde habitavam nativos americanos.

Inúmeras teorias 

Teorias apontam que os colonos teriam morrido em uma batalha contra os indígenas, mas não havia qualquer indício de corpos no local. Talvez eles tivessem sido sequestrados, mas nenhum rastro foi deixado.

Outra teoria indica que os habitantes de Roanoke, sem o comando de John White, decidiram navegar de volta para a Inglaterra, por conta própria, mas que nunca conseguiram completar a jornada. Poderiam ter se perdido no mar por falta de experiência, ou foram interceptados pela Armada Espanhola e destruídos em um naufrágio.

Gravura de White representando os índios originais de Roanoke / Crédito: Wikimedia Commons

 

Porém, não há documentação que ateste essa segunda ideia. Há ainda uma proposta de que, na tentativa de sair da América, foram parados ainda na Flórida e integrados a uma nação indígena local amigável. Novamente, não há nada que comprove ou lastreie tal especulação.

Somente em 2007, deu-se início a uma coleta de DNA entre as populações da Carolina do Norte, Virgínia e Flórida, para possíveis testes de genealogia das famílias locais. No entanto, foi em vão: não foi possível concluir qual foi o destino da colônia original de Roanoke. Mas isso não impede os pesquisadores dos EUA de continuarem suas buscas em nome da compreensão da história colonial da América do Norte.


+ Saiba mais sobre esse caso através das seguintes obras disponíveis na Amazon.

Roanoke: Solving the Riddle of England's Lost Colony, de Lee Miller (2015) - https://amzn.to/3a85pxW

A Primary Source History of the Lost Colony of Roanoke: Library Edition, de Brian Belval (2014) - https://amzn.to/3dhkizR

História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI, de Leandro Karnal (2012) - https://amzn.to/3der35r

North Carolina: A Military History, de John Maass (2020) - https://amzn.to/2UqUSae

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du