Matérias » Música

Overdoses e prisão: 5 episódios explosivos do relacionamento de Amy Winehouse e Blake Fielder-Civil

O conturbado casal britânico foi responsável por protagonizar tabloides no início do século 21, resultando em tragédias pessoais

Wallacy Ferrari Publicado em 28/02/2021, às 08h00

No tapete vermelho do MTV Movie Awards de 2007
No tapete vermelho do MTV Movie Awards de 2007 - Getty Images

Aos 27 anos, Amy Winehouse entrava no seleto "Clube dos 27" ao falecer no ano de 2011, vítima de uma intoxicação por álcool. Nos anos anteriores, sua vida foi marcada pelo auge comercial, sendo um símbolo da música, moda e comportamento, enquanto, ao mesmo tempo, atravessava o período mais conturbado da vida pessoal.

Com isso, não apenas foi protagonista de manchetes em tabloides sobre seus vícios e problemas com a agenda, como teve o companheiro Blake Fielder-Civil como coadjuvante de suas histórias mais terríveis.

O site Aventuras na História listou alguns dos momentos que marcaram este conturbado casal da música. Confira abaixo!

1. Começo errado

Blake passou a vida trabalhando em empregos de pouca capacitação, principalmente em casas noturnas. Também conheceu Amy em uma; o primeiro 'encontro' se deu no pub The Good Mixer, em 2005 — com Blake escondendo que tinha uma namorada, conforme relatado em entrevista ao Daily Mail.

A cantora já era um prodígio musical em ascensão no Reino Unido devido ao lançamento do disco 'Frank', dois anos antes do encontro, e acabou se engajando em um relacionamento. O britânico largou a namorada e foi integrado a equipe de Winehouse para acompanhar em apresentações.


2. Início oculto da mídia

O intenso relacionamento resultou em uma tatuagem de casal com apenas um mês de namoro; a cantora tatuou o nome 'Blake' em cima do seio esquerdo, sobre o coração, e Blake tatuou 'Amy' atrás das orelhas. A vida provada foi mantida até 2007, quando Amy passou a divulgar seu segundo álbum.

O casal /Crédito: Divulgação

 

A revista americana People relatou, no mesmo ano, que a dupla se casou numa cerimônia que custou apenas 65 euros, com uma aliança comprada na loja de departamentos Tiffany.

Porém, os casos de brigas começaram a ser notados por veículos da imprensa pousas semanas após a cerimônia, com ambos saindo do Sanderson Hotal com hematomas e cicatrizes de arranhões com sangue, de acordo com o portal Ego.


3. Apresentando para drogas

Também foi Blake quem apresentou as drogas para a companheira, fazendo uso de diversas substâncias químicas combinadas com álcool e remédios prescritos. Porém, quando acusado publicamente, Amy, sempre fez questão de defender o companheiro: “Eu o perdi e ele me salvou”, disse ao jornalista de fofocas Perez Hilton.

Em entrevista ao The Sun, em 2015, já após a morte da ex-companheira, manifestou alívio por saber da real causa de sua morte: "Eu apresentei drogas a ela, mas me senti aliviado quando descobri que não havia drogas no organismo dela quando ela morreu”. Os problemas com drogas também renderam, em 2008, dois anos e três meses de prisão ao jovem por atacar, sob efeito de cocaína, um homem em uma casa noturna, como informou a BBC.


4. Traições e término

O estopim do vício da cantora ocorreu no também em 2008, quando descobriu a traição do marido enquanto esteve em turnê, e tentou recuperar a salubridade do relacionamento propondo uma internação conjunta em uma clínica de reabilitação, como informou o Ego. Blake abandonou antes, mas Amy decidiu ficar, chegando a faltar da cerimônia do Grammy em 2008, mesmo sendo a vencedora da noite, com seis estatuetas.

Blake em entrevista na ITV em 2018 / Crédito: Divulgação/YouTube/Good Morning Britain/11.12.2018

 

Mais uma tentativa ocorreu em 2009, com a cantora descobrindo outra traição, conforme relatado no documentário ‘Amy’, do cineasta Asif Kapadia. Nos dois anos seguintes, passou por hiatos de apresentações e abstinência até o óbito, em 2011.


5. Memórias póstumas

Ao mesmo tempo em que iniciou uma rixa com a família Winehouse, direcionando diversas críticas ao pai da ex-companheira, Mitchell, as iniciativas de Blake não agradaram os fãs; além de perder um processo que pedia 1 milhão de euros da fortuna deixada pela cantora, Blake tentou vender fotos inéditas de momentos íntimos do casal, como informou a Rolling Stone.

Em 2019, mesmo ano em que o processo foi negado, ainda foi preso por atear fogo na própria casa, em Leeds, na Inglaterra com a polícia apontando que o homem estava drogado no momento do incidente, noticiado pela revista Quem. Hoje, Blake tem dificuldade para obter renda e é relatado, por vizinhos e parentes, como uma pessoa de personalidade difícil.


+Saiba mais sobre Amy Winehouse em grandes obras disponíveis na Amazon:

Amy: Minha filha, por Mitch Winehouse (2012) - https://amzn.to/31yGv7H

Amy Winehouse: mais forte que ela, por Susana Monteagudo (2020) - https://amzn.to/3kxU53Q

Amy Winehouse: A Life Through a Lens, por Darren Bloom e Elliot Bloom (2016) - https://amzn.to/3fAceKt

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W