Matérias » Curiosidades

Pancake: O intenso banho de leite condensado de Márcia X

O doce esteve presente em uma de suas performances mais famosas

Larissa Lopes, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 30/01/2021, às 10h00

A apresentação de Márcia
A apresentação de Márcia - Divulgação/Wilton Montenegro/MárciaX.art.br

No último domingo, 24, o portal Metrópoles divulgou em reportagem a origem dos gastos do governo federal. Com base no levantamento do jornal, os órgãos do executivo pagaram, em 2020, mais de R$ 1,8 bilhão em alimentação.

Os gastos que mais chamaram a atenção foram os R$ 32,7 milhões em pizza e refrigerante; pouco mais de R$ 2 milhões em goma de mascar; e R$ 15 milhões em leite condensado, que gerou revolta nas redes sociais e estimulou a criação de memes.

Muitos internautas usaram imagens da falecida artista carioca Márcia Pinheiro de Oliveira, mais conhecida como Márcia X, enquanto realizava a performance "Pancake". 

A manifestação é uma modalidade artística que mescla diversas linguagens em uma só, como teatro, música e artes visuais. Não tem lugar certo para acontecer, e usa o corpo como instrumento na maioria das vezes.

Mesmo sendo de 2001, o episódio envolvendo Márcia X voltou à tona para satirizar a situação, já que nela, X abre latas de leite condensado - o Leite Moça da marca Nestlé -, e derrama o conteúdo sobre a cabeça. 

"Em pé, dentro de uma bacia de alumínio (80cm de diâmetro), abro uma lata de Leite Moça utilizando uma marreta pequena e um ponteiro. Derramo o leite condensado sobre minha cabeça e corpo. Repito a ação com todas as latas. Em seguida abro um pacote de confeitos coloridos colocando o conteúdo numa peneira. Peneiro os confeitos sobre minha cabeça e corpo. Repito a ação com todos os sacos de confeito. Os vestígios resultantes da performance permanecem em instalação", descreve Márcia em seu site.

Segundo o jornal Folha de SP, foram usadas cerca de 12 latas para a ação. Ainda na apresentação, ela joga de 7 a 10 pacotes confeito colorido sobre o seu corpo, com a ajuda de uma peneira. 

Márcia X

Márcia Pinheiro de Oliveira - ou Márcia X - nasceu em 1959, na cidade do Rio de Janeiro. Artista visual, ela começou sua carreira no ano de 1980, a partir do show “Cozinhar-te”, realizada no 3º Salão Nacional de Artes Plásticas. Na ocasião, Márcia Pinheiro - como era chamada antes - conquistou o Prêmio Viagem ao País.

Outra famosa manifestação artística foi a “Chuva de Dinheiro”, realizada em 1983, ao lado de Ana Cavalcanti. As duas lançaram notas de 5 cruzeiros do alto de um prédio, na esquina da Av. Rio Branco e Nilo Peçanha, no Rio de Janeiro.

Contudo, foi em 1985 que Márcia Pinheiro se tornou Márcia X. A mudança de nome artístico aconteceu graças ao descontentamento da estilista Márcia Pinheiro em ter o nome dela associado à nudez - fruto de suas ações. A estilista havia vestido Márcia X para a performance com Alex Hamburguer, na Bienal do Livro de 86.

Já em 1990, Márcia X realizou sua primeira exposição individual, intitulada “Coleção Gênios da Pintura”, na Galeria Casa Triângulo, em São Paulo. É também na década de 90 que a artista iniciou uma de suas séries mais famosas, a “Fábrica Fallus”, que produziu até 2005, o ano de sua morte.

Nessa série extensa, abusou de objetos fálicos para construir suas obras, além de certo tom de erotismo.

Entretanto, uma das obras mais importantes de sua carreira foi criada em 1995, com o nome “Os Kaminhas Sutrinhas”. Ela foi exposta no Espaço Cultural Sérgio Porto, no Rio de Janeiro.

Obra "Kaminhas Sutrinhas", de Márcia X. Crédito: Divulgação/Vicente de Mello/Márciax.art.br

 

O artista plástico Sergio Bessa avaliou a arte de Márcia X em um texto publicado na Revista Item, em que faz menção ao erotismo presente nas obras. 

Márcia X repetidamente assume uma entidade infantil. Para devidamente apreciar sua arte, o espectador deveria regredir a um estado infantil. Esta estratégia é ambiguamente passiva e agressiva, pois transforma objetos pornográficos em brinquedos infantis, ao mesmo tempo que torna brinquedos infantis em agressivos objetos eróticos”, escreveu ele. 

A partir dos anos 2000, Márcia X já tinha o reconhecimento de seu trabalho por parte da crítica especializada. Ela então passou a receber diversos convites, dentre eles para o Panorama das Artes, em São Paulo e Rio de Janeiro, com “Pancake” (2001).

Mas foi em 2000 que sua performance mais polêmica aconteceu: a “Desenhando com Terços”. Nela, Márcia X ficou de camisola branca e usou cerca de 400 terços para montar, no chão de uma sala com 20m2, vários desenhos de pênis.

Obra "Desenhando com Terços", de Márcia X. Crédito: Divulgação/Vivia 21/Márciax.art.br

 

Exposta no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, a obra foi censurada por espectadores e retirada pelo Banco. Ela fazia parte da exposição “Erótica - Os Sentidos na Arte”. A justificativa usada pelo CCBB foi a quantidade de reclamações que eles haviam recebido por causa da obra.

Na época, o Ministro da Cultura Gilberto Gil divulgou uma nota de repúdio à censura, dizendo que “Toda censura é inaceitável” e citando a Constituição Brasileira. Além disso, Gilberto também pediu a revisão da decisão tomada pelo CCBB.

Em 2005, a performer carioca Márcia X morreu vítima de um câncer, aos 45 anos.


+Saiba mais sobre a arte por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Tudo sobre arte, de Stephen Farthing e Richard Cork (2018) - https://amzn.to/3fEy6FY

A História da Arte, de Gombrich (2000) - https://amzn.to/2A1SsIG

O livro da arte, de Vários Autores (2019) - https://amzn.to/3cdUjIR

História Ilustrada da Arte, de Ian Chilvers (2014) - https://amzn.to/2WDgHEF

Breve história da Arte: Um guia de bolso para os principais gêneros, obras, temas e técnicas, de Susie Hodge (2018) - https://amzn.to/3fEykwO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W