Matérias » Personagem

Pedro Armendáriz, a fatalidade do astro mexicano que foi morto pelo próprio personagem

Com uma proposta irrecusável, o ator estrelou uma produção amaldiçoada de Hollywood que custou a vida do elenco

Wallacy Ferrari Publicado em 16/06/2020, às 10h54

Pedro Armendáriz em pose para retrato fotográfico
Pedro Armendáriz em pose para retrato fotográfico - Wikimedia Commons

Formado em engenharia na Universidade Politécnica do Estado da Califórnia, o mexicano Pedro Armendáriz abriu mão do prosseguimento dos estudos aos 22 anos, enquanto trabalhava como guia turístico em uma companhia ferroviária. Bem-humorado e galanteador com as moças, foi descoberto por um diretor de cinema local, sendo convidado para estrelar sua primeira produção.

O galã fez sucesso nas telonas; estrelando dezenas de filmes, sua maleabilidade para realizar papéis dos mais variados tipos o tornou uma das principais e mais bem pagas estrelas do cinema mexicano. Em 1946, outro feito tornaria sua carreira ainda maior, com o convite para realizar ‘The Fugitive’, no cinema hollywoodiano.

Armendáriz em cena do filme 'Enamorada', de 1946 / Crédito: Divulgação/Klimbim

 

Com o sucesso da produção estadunidense, uma série de outros filmes na língua inglesa passaram a contar com Pedro na produção. Abusando de seus conhecimentos, o mexicano não se restringiu a língua inglesa e espanhola, realizando também produções italianas e francesas. Porém, o convite para o filme ‘The Conqueror’, em 1954, mudaria a sua vida.

 

O papel amaldiçoado

Considerado um dos 50 piores filmes de todos os tempos pela crítica especializada, as críticas foram o menor dos problemas, visto que a bilheteria agradou a distribuidora sendo o 11º filme mais visto dos EUA naquele ano. O principal empecilho tratou-se da gravação, realizada em Snow Canyon, um deserto situado em Utah.

O local selecionado estava há 220 quilômetros de um dos locais de testes nucleares da Operação Upshot-Knothole, espalhando sua areia radioativa por toda a região, sendo principalmente direcionada ao deserto de Snow Canyon. O governo federal garantiu que as gravações nas proximidades não resultariam em riscos para a equipe.

A afirmação, no entanto, foi posta em dúvida durante os anos seguintes da produção. Em um levantamento realizado pela revista People, em 1980, de 220 pessoas que atuaram, produziram e transportaram as equipes e equipamentos do filme, 91 delas foram vítimas de câncer. Uma delas era, justamente, Pedro Armendáriz.

Dor e sofrimento

Após três anos de produção, The Conqueror era lançado, porém, já trazia problemas iniciais na equipe. Pedro, por sua vez, conseguia prosseguir a carreira, estrelando outras dezenas de produções internacionais e nacionais. A descoberta do câncer foi já em estado grave, com diversas reclamações do mexicano, em 1963.

Armendáriz durante o lançamento de 'The Conqueror', em 1956 / Crédito: Divulgação

 

Com dores fortes nos quadris, a doença foi revelada ao ator no Centro Médico da Universidade de Los Angeles, enquanto filmava o filme ‘007: From Russia With Love’. Nas cenas da obra, o ator já demonstra sofrimento ao caminhar e falar, ao mancar e embargar a voz em diversas falas. Com a intensificação, a conclusão do filme teve de ser realizada com um dublê de corpo para Pedro.

O ator, por sua vez, manifestava uma melancolia intensa, porém, fez questão de resolver tudo para a família antes de qualquer problema em decorrência a sua enfermidade, recolhendo o pagamento do filme. Assim que descobriu que se tratava de uma condição terminal, Armendáriz entrou escondido com um revólver no hospital e atirou contra o próprio peito para evitar prolongar as dores, aos 51 anos.


+Saiba mais sobre Hollywood por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

O pacto entre Hollywood e o nazismo: Como o cinema americano colaborou com a Alemanha de Hitler, de Ben Urwand (2019) - https://amzn.to/2ViwOqO

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W