Matérias » Personagem

5 figuras históricas controversas que foram eleitas "Personalidade do Ano" pela revista Time

Os critérios que o veículo utiliza para nomear essas personalidades levantaram debates inúmeras vezes

Joseane Pereira Publicado em 11/12/2019, às 10h38

O Fuhrer na capa da revista
O Fuhrer na capa da revista - Divulgação/Time

É possível que muitos desconheçam os critérios usados pela revista Time ao nomear personalidades em sua lista Pessoa do Ano. Mas o principal critério é o impacto que o indivíduo teve nas notícias do ano – sem especificar se tal impacto foi positivo ou negativo.

Confira algumas figuras controversas que estiveram nessa lista.

1. Adolf Hitler

Crédito: Divulgação/Time

 

O Fuhrer foi apresentado como uma pessoa do ano em 1938. Em artigo, a revista explicou seu critério: “Hitler se tornou em 1938 a maior força ameaçadora que o mundo democrático e amante da liberdade enfrenta hoje".

2. Joseph Stalin

Crédito: Divulgação/Time

 

Essa personalidade teve não uma, mas duas capas da Time em sua homenagem: a primeira em 1939 e a segunda em 1942. No ano de 1940, a revista escreveu sobre sua popularidade após a morte de Lenin: “Joseph Stalin teve um longo caminho de deificação enquanto vivo. Nenhuma lisonja é muito transparente, nenhum elogio é muito amplo para ele. Ele se tornou a fonte de toda a sabedoria socialista”.

Esqueceram de registrar que ele tinha paranoia pelo poder, sendo uma das mais cruéis autoridades do seu tempo.

3. Nikita Khrushchev

Crédito: Divulgação/Time

 

Em 1957, ano que marcou o início da corrida espacial, Khrushchev foi nomeado Pessoa do Ano. No ano de 1958, eles escreveram: “Os símbolos de 1957 eram duas faixas claras de luz que atravessavam os céus noturnos do mundo… Com os Sputniks, a Rússia levou o homem a uma nova era do espaço, e com seus avanços na arte de mísseis, representou aos EUA a mais dramática ameaça militar que já enfrentou”.

4. Richard Nixon 

Crédito: Getty Images

 

Este aqui também foi nomeado Pessoa do Ano por duas vezes: em 1970 e 1971. Apesar de ser um dos presidentes mais polêmicos dos EUA, ele certamente tomou boas decisões – que foram camufladas pelo episódio de Watergate e sua renúncia.

Nixon foi escolhido como personalidade devido à sua visita à China e, após muita pressão, à retirada das tropas norte-americanas do Vietnã. Em 1971, a Time o definiu como "desconcertantemente imprevisível”.

5. Ayatollah Khomeini

Crédito: Getty Images

 

Apesar de não ser conhecida por muitos, essa personalidade foi homenageada pela Time em 1979. Clérigo xiita e figura central na Revolução Islâmica, o aiatolá Khomeini se dedicava a anunciar os perigos da influência ocidental no Irã, sendo exilado do país em 1964.

Voltando do exílio, ele nomeou os EUA como o maior inimigo do país, chamando-o de "Grande Satanás”. Em 1980, a Time escreveu sobre ele que “Raramente um líder tão improvável abalou o mundo”.


Saiba mais sobre essas personalidades pelas obras abaixo:

Ascensão e Queda de Adolf Hitler, Voltaire Schilling, 2018

Link - https://amzn.to/2WQSlal

Stalin: Paradoxes of Power, 1878-1928, Stephen Kotkin

Link - https://amzn.to/34BbIXy

Nikita Khrushchev, Alla Bashenko

Link - https://amzn.to/2qyraFm

FRichard Nixon: the life, John A. Farrell

Link - https://amzn.to/32vsDJS

Khomeini: Life of the Ayatollah, Baqer Moin

Link - https://amzn.to/2NRJ7qj

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.