Matérias » Europa

Pesquisadores descobrem esqueleto da Idade do Ferro perfeitamente preservado na Noruega

A descoberta é datada de aproximadamente 700 a.C. e teve seus primeiros ossos encontrados em agosto deste ano

Wallacy Ferrari Publicado em 03/11/2020, às 07h22

Parte superior do esqueleto
Parte superior do esqueleto - Museu da Universidade do Ártico na Noruega

Uma equipe de arqueólogos noruegueses localizou, no início do mês de agosto, um impressionante fêmur junto a um osso do quadril em excelentes condições de conservação nas Ilhas Lofoten, na Noruega. Sabendo disso, o grupo de pesquisadores continuou a escavação, localizando um esqueleto parcial com a parte superior do corpo completamente intacta.

Os cientistas do Museu da Universidade do Ártico na Noruega acreditam que o túmulo foi confeccionado por volta dos anos 700 a.C. e não teve sua posição ou lugar mudado desde a confecção do túmulo. De acordo com o portal Life in Norway, o período coincide com a época em que as pessoas na região eram enterradas no terreno de suas próprias fazendas.

O osso de fêmur primeiramente encontrado em agosto / Crédito: Museu da Universidade do Ártico na Noruega

 

A gerente do projeto, Anja Roth Niemi, disse ao canal de televisão NRK que as partes encontradas estão “incrivelmente bem preservadas”, o que é surpreendente pelo fato de que a área já havia sido escavada na metade do século 20: “A parte superior do corpo não foi perturbada pelo nivelamento do solo ou outra atividade humana. É absolutamente incrível ”.