Matérias » Turquia

Pesquisadores descobrem vestígios de vida da Idade do Bronze na Turquia

As evidências, datadas em cerca de 5 mil anos, foram encontradas em 28 pontos da cidade de Vã, localizada no sudoeste do país europeu

Wallacy Ferrari Publicado em 13/10/2020, às 09h13

Pesquisadores analisam sítio arqueológico em Vã
Pesquisadores analisam sítio arqueológico em Vã - Divulgação/Facebook/Archaeology.in.Turkey.AIN/12.10.2020

Uma equipe de arqueólogos localizou vestígios de vida humana da Idade do Bronze e do Ferro, datados em pelo menos 5 mil anos na cidade de Vã, no sudoeste da Turquia. As escavações são relacionadas a época do alvorecer do Egito Antigo e foram autorizadas pelo Ministério da Cultura e do Turismo, resultando na descoberta de dezenas de artefatos históricos.

Com um grupo formado por 15 antropólogos, arqueólogos e historiadores de arte, diversas cerâmicas, habitats e outros artefatos já foram retirados de um mesmo local — no qual os arqueólogos acreditam que serviu de depósito para uma antiga residência. Os pesquisadores se surpreenderam com o fato de que, quanto mais fundo escavavam, mais antigos eram os itens encontrados.

Arqueóloga analisa e cataloga objetos encontrados no local / Crédito: Divulgação/Facebook/Sharecaster/12.10.2020

 

De acordo com o Daily Sabah, Erol Uslu, curador do Museu Van e chefe da equipe, disse que os vestígios de civilizações que habitavam o monte são claramente visíveis, acrescentando que as evidências humanas foram encontradas em 28 locais diferentes da cidade, em locais onde os antigos montes Dikkaya, Tilkitepe e Karagündüz eram instalados.

“As escavações em montes são muito importantes para descobrir vestígios históricos antes de Urartu, um reino da Idade do Ferro fundado após 1000 a.C. [...] As descobertas desenterradas do Monte İremir mostram vestígios do início da Idade do Bronze. Isso mostra que havia uma vida pré-urartiana aqui”, acrescentou o pesquisador