Matérias » Ciência

Pesquisadores encontram buraco negro mais próximo da Terra já registrado

A descoberta se deu através de uma observação que intrigou cientistas

Caio Tortamano Publicado em 06/05/2020, às 16h24

Imagem meramente ilustrativa de buraco negro
Imagem meramente ilustrativa de buraco negro - Pixabay

De acordo com a revista científica Astronomy & Astrophysics, pesquisadores da European Southern Observatory (ESO) conseguiram observar o que pode ser identificado como o buraco negro mais próximo da Terra, já registrado.

A descoberta foi feita depois da observação de uma estrela no sistema HR 6819 — mal visível a olho nu — que orbitava um objeto desconhecido a cada 40 dias. Uma análise minuciosa levou os pesquisadores a acreditarem que se trata de um buraco negro com uma massa 4,2 vezes maior que a do Sol. Isso porque se fosse uma estrela, poderia ser facilmente identificada a olho nu, o que não é o caso do possível buraco negro.

A observação foi feita pela primeira vez em 2004. No entanto, o anúncio de um outro buraco negro gerou debate na comunidade científica, e levou o pesquisador Thomas Rivinius e sua equipe a revisitar os arquivos da HR 6819.

"Parecia exatamente o mesmo", disse Rivinius acerca da suposta descoberta do ano passado. “Eu pensei, espere um segundo. Eu tenho algo na minha gaveta de dados não utilizados que se parece muito com isso.” refletiu o pesquisador.

O objeto teria se formado depois da explosão de uma estrela que gerou uma supernova há milhões de anos. O buraco negro estaria a 1.000 anos-luz da Terra, e seria o mais próximo já registrado, até agora.