Matérias » Guerra da Coreia

Pesquisadores encontram restos de soldados mortos durante a Guerra da Coreia

Além dos objetos, a expedição promovida pela Coreia do Sul também resultou na descoberta de inúmeros ossos

Thiago Lincolins Publicado em 27/05/2019, às 12h31

None
- Crédito: South Korean Defense Ministry

Durante escavações na Zona Desmilitarizada da Coreia, pesquisadores do Ministério da Defesa Nacional - um departamento da Coreia do Sul - encontraram 321 ossos e itens que pertenceram a soldados que lutaram durante a Guerra da Coreia, o conflito que se estabeleceu entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul a partir de 1948.

No local, conhecido como Colina 281, inúmeros soldados americanos, franceses e sul-coreanos perderam suas vidas enquanto tentavam conter as forças chinesas que invadiram do norte.

As buscas recentes, promovidas pela Coreia do Sul, resultaram na descoberta de coletes de soldados norte-americanos, máscaras de gás chinesas, balas e uma etiqueta que pertenceu a um militar francês. Ao total, já foram encontrados 23 mil itens.

Colete encontrado durante as escavações / Crédito: South Korean Defense Ministry

 

A pesquisa indica que mais de 7.600 restos de soldados norte-americanos continuam desaparecidos, e que possivelmente 5.300 podem ser encontrados apenas na Coreia do Norte. O número aumenta quando se trata das tropas sul-coreanas: 133 mil restos ainda estão desaparecidos.

As buscas haviam sido promovidas como um esforço para melhorar as relações bilaterais entre Donald Trump, presidente dos EUA e Kim Jong Un, líder supremo da Coreia do Norte.