Matérias » Bizarro

PooPoo Land, o parque de diversões do cocô na Coréia do Sul

Peidos, fezes e coliformes: atração sul-coreana brinca e educa crianças para o desfraldamento e transição ao penico

Wallacy Ferrari Publicado em 10/03/2020, às 09h00

Com figuras grotescas, a PooPoo Land fica em Seul, na Coréia do Sul
Com figuras grotescas, a PooPoo Land fica em Seul, na Coréia do Sul - Divulgação

Algumas formas de entretenimento são questionáveis, mas tem seu público-alvo. Os parques temáticos de diversão, por exemplo, costumam se adaptar aos clientes, com atrações destinadas a um grupo específico: como aqueles com personagens para as crianças, ou com atrativos mais radicais para os adultos. 

Porém, um parque temático na Coréia do Sul inovou ao fazer trazer brinquedos sobre as necessidades humanas, onde seu público alvo seja qualquer pessoa que tenha um sistema digestivo.

A PooPoo Land, que seria "Mundo do Cocô" em tradução literal, é um parque de diversões onde o tema é, basicamente, as fezes. Em um complexo de 220m² e 3 andares, o labirinto do intestino e o escorregador do cocô são as principais atrações desse parque indoor. Localizado em Seul, uma visita por lá dura aproximadamente 30 minutos, visto que as crianças fazem filas para ver os cocôs e máquinas de peidos de perto.

Uma das esculturas hiperrealistas de uma privada na PooPoo Land / Créditos: Divulgação

 

O labirinto do cocô, por exemplo, é uma atração estreita. Você inicia a jornada entrando em uma boca gigante, passando pela úvula e descendo todo o intestino, passando por desafios como o desvio dos gases, que são representados por bolas transparentes gigantes infladas com ar. Se encontrar a saída do labirinto, entrará numa porta onde, por fora, é o ânus de um cachorro, ou seja, nesse labirinto, o jogador é o cocô.

Além dos escorregadores que permitem o visitante a simular uma descida pelo reto, o parque possui diversos cenários prontos para fotografar, desde esculturas de cocôs gigantes coloridos até cenários hiperrealistas de mictórios sujos. Há inclusive um corredor, repleto de traseiros de espuma nas paredes. As nádegas, abertas e expostas, são interativas; apertando um bumbum, você pode ser sorteado com um barulho grave e retumbante ou com um mísero peidinho silencioso.

Toda a construção dos personagens presentes no parque temático é em torno da PooPoo Fairy, uma espécie de fadinha do cocô. A personagem ensina como o intestino funciona, a importância do funcionamento regular dele e orienta a criança a desfraldar, fazendo a transição para o penico e, posteriormente, ao uso da privada. PooPoo Fairy e sua história foi criada junto a pediatras e psicólogos especializados em educação infantil para ensinar com responsabilidade.

Crepe recheado feito em formato de fezes na cafeteria do parque temático / Créditos: Divulgação

 

No final das trilhas entre as atrações da PooPoo Land, os visitantes recebem um papel para escrever um desejo a fada do cocô para depositar a cartinha em de uma árvore cenográfica, também de cocô. Além do lazer, o parque tem uma lanchonete com diversas comidinhas com formato de cocô, como waffles, sorvetes e biscoitos. Há como levar como lembrança uma pelúcia ou bonecos do cocô em sua cor, tamanho e textura de preferência. O ingresso custa 8 mil wons sul-coreanos, equivalente a R$ 32, e, ironicamente, não possui banheiros.


++ Saiba mais sobre a educação infantil nas obras abaixo

Box Educação Infantil Daniel J. Siegel, por Daniel J. Siegel (2019) - https://amzn.to/39AmZu6

Desenho na Educação Infantil (Como Eu Ensino), por Rosa Iavelberg (2013) - https://amzn.to/336JxQF

Educação infantil: Fundamentos e métodos, por Zilma de Moraes Ramos de Oliveira (2014) - https://amzn.to/2Q3A2fV

Educação Infantil: Saberes e Fazeres da Formação de Professores, por Luciana E. Ostetto (2008) - https://amzn.to/2TBXlQ4

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.