Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Imperatriz Sissi

O que explica a imperatriz Sissi ter usado leques para cobrir a boca?

Sendo uma das primeiras monarcas a instalar aparelhos de exercícios em palácios, ela chegou a esconder a boca com leques

Wallacy Ferrari Publicado em 25/06/2022, às 12h00 - Atualizado em 11/07/2022, às 13h32

Pintura retrata Sissi - Domínio Público
Pintura retrata Sissi - Domínio Público

Popularmente apelidada como Sissi, a imperatriz Isabel da Baviera marcou a história da Áustria durante o século 19 ao lado de seu marido, o imperador Francisco José I, ao auxiliá-lo na criação da monarquia dual da Áustria-Hungria, sendo uma dama de força durante os seus anos no império.

Em sua vida pessoal, mantinha o padrão rígido, não apenas com as decisões diplomáticas, mas especificamente com a estética; Sissi sempre fez questão de salientar sua busca pelo corpo perfeito, se dispondo a diversos procedimentos rigorosos para obter um corpo magro e definido com curvas para lá de estreitas.

[Colocar ALT]
A capa da obra /Crédito: Divulgação/LeYa

Tais procedimentos, documentados pelos escritores Paulo Rezzutti e Cláudia Thomé Witte na instigante obra "Sissi e o Último Brilho de Uma Dinastia", - lançada no início de 2022 e relembrando momentos marcantes da imperatriz -, destacam os cuidados específicos dela com a beleza.

Além de ter sido uma das primeiras imperatrizes do mundo a espalhar equipamentos de treino pelos palácios, ela chegou a sofrer de anemia após uma dieta de ingestão líquida para manter a numeração de sua silhueta. Contudo, um dos principais fatores afetados não foi sua cintura, mas sim, os dentes.

Higiene bucal

Referência da sociedade com diversos pronunciamentos e aparições públicas, uma rainha que se preze deve, ao menos, ostentar uma higiene bucal saudável. Contudo, a obsessão de Sissi pelo emagrecimento a tornou adicta em cigarros e charutos, vistos como uma forma de aliviar a fome e ansiedade.

A dieta, marcada pela ausência de proteínas e outras fontes sólidas, somada ao tabagismo, acabaram se tornando fatores primordiais para os primeiros sinais de enfraquecimento dos dentes de Sissi, que tomaram uma aparência amarelada por causa do fumo. Mas se engana quem acredita que ela não encontrou um método para, ao menos, esconder o problema estético.

Sem abandonar os hábitos anteriores, Sissi também deixou de, gradativamente, mostrar os dentes. Como consequência, deixou de sorrir em ocasiões formais e falar em público. Pouco a pouco, aderiu um leque para cobrir a boca, dada a vergonha pelos problemas desenvolvidos.

Pintura retrata Sissi / Crédito: Domínio Público

Contudo, a tentativa adicionou ainda mais glamour na imagem da dama; com a cintura afinada pelo espartilho, pouco peso e com um leque cobrindo seu rosto, ela desenvolveu a imagem de uma mulher atraente, mas que, de acordo com os autores da obra, seria "pouco inteligente" por evitar abrir a boca.

A arquiduquesa Sofia havia observado esse problema e recomendado que ela fosse ensinada a cuidar melhor da higiene bucal. A recomendação parecia ter funcionado, porque a sobra observou, quando Sissi chegou a Viena, que seus dentes haviam se tornado 'bastante brancos'", destaca o livro.


Para conferir mais notícias curiosas, não deixe de seguir o site Aventuras na História no Google News. São publicadas notícias, reportagens e matérias especiais sobre fatos históricos. Clique aqui para seguir agora mesmo!