Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Texas

A professora que morreu tentando proteger alunos

Irma Garcia foi uma das vítimas do massacre que tirou a vida de 19 crianças nos EUA

Redação Publicado em 25/05/2022, às 20h12 - Atualizado em 28/05/2022, às 06h00

Foto da professora morta no massacre - Reprodução/Twitter/John Martinez
Foto da professora morta no massacre - Reprodução/Twitter/John Martinez

Irma Garcia, de 46 anos, foi uma das vítimas de um atirador de 18 anos que tirou a vida de 19 crianças em uma escola localizada no Texas, Estados Unidos. Professora do ensino fundamental, ela e outra educadora também perderam a vida no brutal episódio. 

O episódio ocorrido na Robb Elementary revelou outro fato melancólico: Irma deitou sobre os alunos na tentativa de protegê-los em meio ao tiroteio. Quem revelou a informação foi um de seus filhos durante conversa com a NBC News. Seu nome não fora revelado. 

'Ela se sacrificou'

Ele explicou que o ato da professora foi visto por um amigo do rapaz, que atua com as autoridades dos EUA. John Martinez, sobrinho da professora morta no massacre, enfatizou o seu ato heroico e pediu orações. 

"Minha tia não conseguiu [sobreviver], ela se sacrificou protegendo as crianças em sua sala de aula. Eu imploro para que vocês mantenham minha família, incluindo a dela, nas orações de vocês. Irma Garcia é o nome dela e ela morreu como uma heroína. Ela era amada por muitos e fará muita falta", registrou ele através do Twitter. 

Professora há 23 anos, Irma era casada e tinha quatro filhos. O ataque também foi responsável por tirar a vida de Eva Mireles, que também atuava como professora na escola. 

"Estou furiosa que esses tiroteios continuem. Essas crianças são inocentes. Os rifles não deveriam estar facilmente disponíveis para todos. Esta é minha cidade natal, uma pequena comunidade de menos de 20 mil habitantes. Nunca imaginei que isso aconteceria com pessoas especialmente queridas", desabafou Lydia Martinez Delgado, tia de Eva, conforme repercutido pelo Independent.