Matérias » Comunismo

Qual a diferença entre socialismo e comunismo?

Embora sejam frequentemente usados como sinônimos, os dois termos representam diferentes fases do que pensava Karl Marx

Isabela Barreiros Publicado em 28/11/2019, às 07h00

Os revolucionários do comunismo
Os revolucionários do comunismo - Getty Images

Karl Marx e Friedrich Engels publicaram, em 21 de fevereiro de 1848, o Manifesto Comunista, um de seus mais importantes escritos. Com a publicação, o mundo se deparou com novos conceitos que tratavam de uma nova concepção de sociedade elaborada pelos dois teóricos. A partir daí, surgem dúvidas: socialismo e comunismo são a mesma coisa? Se não, qual a diferença entre os dois?

Na verdade, de acordo com a teoria marxista, eles são diferentes. Mesmo que sejam, de maneira frequente, tratados como sinônimos, os termos designam fases diferentes do que Marx analisa para o desenvolvimento de uma sociedade.

O socialismo é, resumindo, uma etapa para chegar ao comunismo. Nessa fase, a sociedade controla tanto a produção quanto a distribuição de bens, e seria, assim, um passo necessário para alcançar um Estado comunista idealizado pelo filósofo.

“O Estado [no socialismo] pode 'definhar' ou desmoronar completamente; em outros, regularia a produção de bens e serviços; em outros, se tornaria completamente democrático”, explica Lawrence Quill, professor de Ciência Política da Universidade Estadual de San Jose, nos Estados Unidos, em entrevista ao The Washington Post.

Crédito: WIkimedia Commons

 

Já o comunismo diz respeito a um novo sistema, que seria capaz de substituir o próprio capitalismo vigente. É um sistema resultante de uma sociedade sem classes, exploração dos trabalhadores e contando com o desaparecimento do próprio Estado.

Como é possível observar, as semelhanças entre os dois são grandes: a negação da propriedade privada aparece em ambas as filosofias econômicas. De acordo com Marx, “a história de toda sociedade até nossos dias é a história das lutas de classe” e a classe trabalhadora, segundo sua análise, inevitavelmente, conquistaria os meios de produção.

Nesse contexto, ainda existe outro termo: a social-democracia. Mais comum que os outros dois, o socialismo democrático se dá como uma “reforma” ao capitalismo já existente. Por meio de intervenções econômicas e sociais, como programas sociais de governo, por exemplo, o Estado poderia intervir para trazer uma melhoria na vida da classe trabalhadora. 


+ Saiba mais sobre o comunismo por meio dos livros a seguir:

1. Manifesto do Partido Comunista, Karl Marx e Friedrich Engels - https://amzn.to/2nOKdK2

2. Marxismo, George Boucher - https://amzn.to/2nNKwF4

3. O Ópio dos Intelectuais, Raymond Aron - https://amzn.to/2n7tce7

4. Como Mudar o Mundo, Eric Hobsbawm - https://amzn.to/2oBYw57

5. Karl Marx, Isaiah Berlin - https://amzn.to/2n3yGqd

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com a BlackFriday e estarão disponíveis até 01/12/2019. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.