Matérias » Família Real Britânica

Quebra de tradição e referência a Diana: 5 curiosidades sobre o casamento de Harry e Meghan, ocorrido há 3 anos

Nesta quarta-feira, 19, o casal comemora bodas de trigo; relembre os melhores momentos

Penélope Coelho Publicado em 19/05/2021, às 11h55

Príncipe Harry e Meghan se beijam após cerimônia de casamento
Príncipe Harry e Meghan se beijam após cerimônia de casamento - Getty Images

No dia 19 de maio de 2018, o mundo parou para assistir uma das cerimônias mais esperadas do ano: o casamento do príncipe Harry, então com 33 anos, com a ex-atriz do seriado Suits (2011), Meghan Markle, na época com 36 anos.

Sabe-se que os casamentos da realeza britânica são conhecidos pelo luxo e também por seus protocolos rígidos, mas, a união entre Harry e Meghan, conseguiu ir além — já que há exatos três anos, a Capela de St. George, em Windsor, na Inglaterra, foi tomada por um misto de emoção e alegria, em um nível maior do que o usual.  

Relembre 5 curiosidades sobre a cerimônia.

Príncipe Harry e Meghan Markle após a cerimônia de casamento / Crédito: Getty Images 

 

1. Entrada diferente 

Antes da realização do casamento, houve burburinhos envolvendo a ausência do pai da noiva na cerimônia. De qualquer maneira, Thomas Markle não compareceu ao casamento, após afirmar que passou por uma cirurgia cardíaca.

Sendo assim, Meghan optou por entrar sozinha na Capela de St. George, a quebra da tradição chamou a atenção na época. A partir do meio do caminho até o altar, seu sogro, príncipe Charles conduziu a noiva a pedido da própria nora.


2. Declarações de amor

Um dos momentos mais marcantes da cerimônia aconteceu após a chegada de Meghan ao altar. Na ocasião, o príncipe ficou encantado ao ver a noiva e se declarou para Markle. Como foi divulgado em uma reportagem da revista Quem.

Harry falou baixo só para a mulher ouvir, entretanto, através de leitura labial foi possível entender suas palavras apaixonadas: “Você está maravilhosa!”, disse o príncipe mordendo os lábios. “Eu sou tão sortudo”.


3. Empoderamento feminino

No decorrer da cerimônia, Markle decidiu não pronunciar a palavra “obedecer” durante os tradicionais votos de casamento, na ocasião, a duquesa de Sussex optou por fazer como sua sogra, Lady Di, e como sua cunhada Kate Middleton.

Como foi divulgado na época pelo G1, Meghan prometeu “amar e cuidar” de Harry, sem dizer que o obedeceria, como a tradicional frase “amar, cuidar e obedecer”.


4. Homenagens à Diana 

A figura da mãe de Harry, Diana — morta em um acidente de carro, no ano de 1997 —, não foi lembrada somente na quebra de tradição dos votos, na verdade, a princesa de Gales foi constantemente homenageada pelo casal. Como revelou uma reportagem de 2018, do jornal El País.

Após a cerimônia, Harry e Meghan deram uma recepção diurna para alguns convidados, na ocasião, eles trocaram de roupa, mas, a mudança mais especial estava no dedo de Markle.

A duquesa usava um anel com uma grande pedra de água-marinha na mão direita. Esse anel pertencia à Diana e era a joia que a princesa usou em seus últimos anos de vida. A peça foi dada para Meghan como um presente do príncipe Harry.


5. Convidados ilustres 

Por falar em convidados, a lista de pessoas que compareceram à cerimônia foi extensa. Além dos já esperados como: a rainha Elizabeth II, príncipe Philip, Charles, William, Kate e os outros membros da família real, muitas personalidades compareceram ao casamento, já que Meghan tinha uma consolidada carreira como atriz de televisão nos Estados Unidos.

Cerimônia de casamento de Meghan e Harry, com rainha Elizabeth e Príncipe Philip ao fundo / Crédito: Getty Images 

 

Entre os 600 convidados dos noivos estavam o ator George Clooney; o ex-jogador David Beckham e sua esposa Victoria Beckham; a tenista Serena Williams; o cantor James Blunt; o ator Idris Elba; a apresentadora Oprah Winfrey e muitos outros.

Sabe-se que hoje, três anos depois da cerimônia, muitas coisas mudaram na vida do casal. Em fevereiro deste ano Meghan e Harry anunciaram oficialmente que deixariam suas funções reais, em busca de independência. Atualmente, eles moram nos Estados Unidos, com filho Archie, de 2 anos, e estão a espera de uma menina.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio das obras disponíveis na Amazon:

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

A Brief History of the Private Life of Elizabeth II, Michael Paterson (2012) - https://amzn.to/394Qjsq

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vitória, a rainha: Biografia íntima da mulher que comandou um Império, Julia Baird (2018) - https://amzn.to/2T9uEuc

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7