Matérias » Crimes

Robert Pickton, o insólito fazendeiro que transformava suas vítimas em ração para porcos

Considerado um dos maiores serial killers do Canadá, o assassino alimentava os animais com os restos mortais das pessoas que matava

Victória Gearini Publicado em 23/12/2020, às 20h57

Robert Pickton, serial killer do Canadá
Robert Pickton, serial killer do Canadá - Divulgação / Youtube / Freak TV

Em 2002, o fazendeiro canadense Robert Pickton foi preso sob acusação de ter matado diversas mulheres, sendo em sua grande maioria, profissionais do sexo. Após uma longa investigação, as autoridades concluíram, ainda, que o serial killer alimentava os porcos de sua fazenda com os restos mortais de suas vítimas.

Os brutais crimes 

Nascido em 1949, em Port Coquitlam, no Canadá, Robert Pickton herdou uma criação de porcos após a morte de seus pais, durante a década de 1970. Embora tivesse um convívio diário com os seus irmãos, o fazendeiro tinha fama de ser quieto, solitário e recluso. Já em 1996, ele e seu irmão fundaram uma suposta organização de caridade.

Os eventos eram organizados no celeiro da família, mas o que ninguém sabia era o que realmente acontecia ali dentro. Regadas de muitas bebidas alcoólicas, suas raves chegavam a ter mais de 2 mil pessoas, entre elas profissionais do sexo de Vancouver. Entretanto, as festas serviam para atrair a maioria das vítimas do serial killer.

Robert Pickton, o fazendeiro serial killer / Crédito: Divulgação / Youtube / Freak TV

 

Um ano após fundar a suposta organização beneficente, Pickton foi preso sob alegação de tentar assassinar uma prostituta a facadas. Na época, a moça chamada Wendy Eistetter foi algemada pelo criminoso, mas conseguiu fugir. No entanto, o homem foi liberado, após pagar uma fiança de US$ 2 mil. 

O local era vigiado por um porco que pesava mais de 270 kg. O animal agia sob comando, como um cão treinado, avançando e mordendo em todos aqueles que tentavam se aproximar — ou sair — da propriedade sem permissão. 

O que ninguém sabia é que Robert Pickton era na verdade um sádico serial killer. Após matar suas vítimas, o assassino esquartejava as mulheres e dava seus restos mortais aos porcos da fazenda. No entanto, mesmo com as tentativas de ocultar os cadáveres e os rastros dos crimes, as autoridades passaram a desconfiar do desaparecimento de mulheres que frequentavam a insólita propriedade. 

A condenação

Sob o pretexto de investigar uma denuncia de porte ilegal de armas, a polícia conseguiu um mandado para vasculhar a fazenda. Ao revistarem o local, as autoridades constataram que Pickton utilizava um triturador de madeira para misturar carne suína com humana.

Retrato das vítimas de Robert Pickton / Crédito: Divulgação / Youtube / Freak TV

 

Segundo a perícia, o serial killer servia, ainda, a carne de suas vítimas para convidados dos supostos eventos de caridade. Além disso, encontraram dentro de um freezer, os restos mortais de mais de 30 mulheres. Estima-se que o número de vítimas possa ser maior, pois segundo antropólogos forenses, alguns corpos podem ter sido abandonados para se decompor ou foram comidos por animais. 

Após uma longa investigação policial, que durou 21 meses, as autoridades compararam amostras de DNA das vítimas com dados genéticos de uma lista de desaparecidos. A partir dos resultados, concluíram que os crimes ocorreram entre 1997 e 2001. No entanto, na época, o caso foi abafado e pouco repercutido pela imprensa. 

Pickton, por sua vez, foi julgado pelo assassinato de 20 mulheres, mas condenado apenas em seis casos — embora existam indícios que o número de vítimas seja muito maior. O assassino foi sentenciado à prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional.


+Saiba mais sobre serial killers por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Psicopata Americano, de Bret Easton Ellis (2020) - https://amzn.to/34yE1t1

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W