Matérias » Hollywood

Sable Starr, a fã mais polêmica de Hollywood dos anos 70

Desde muito jovem, a mulher revelou em entrevista sua insana saga ao lado de grandes nomes da música

Daniela Bazi Publicado em 20/07/2020, às 19h25

Sable Starr, a rainha das groupies dos anos 70
Sable Starr, a rainha das groupies dos anos 70 - Wikimedia Commons

Nos dias de hoje é extremamente comum encontrar histórias pela internet de fãs que se expõem a situações inacreditáveis apenas para receber a atenção de seus ídolos. Porém, durante a década de 1970, uma jovem chamada Sable Starr teria ultrapassado todos os limites e se tornado uma das mais polêmicas de Hollywood.

Sable começou a se interessar por rock muito cedo. Aos 12 anos de idade já tinha o costume de ir frequentemente a shows junto de seus amigos. Foi dessa forma que, durante um concerto da banda Spirit, ela acabou perdendo sua virgindade com o guitarrista e logo se apaixonou por esse estilo de vida.

A garota se tornou tão fascinada que passou a viver como uma groupie, — jovens mulheres que seguem seus cantores favoritos de rock ou pop em todas as viagens com o intuito criar algum tipo de envolvimento, seja sexual ou emocional.

Para alimentar sua vontade de se relacionar com os astros do rock, Starr e suas amigas começaram a se vestir com as roupas mais extravagantes que encontravam em seus armários, além de frequentar alguns dos clubes mais badalados de Los Angeles que recebiam visitas de grandes nomes da música dos anos 1970, como Robert Plant e David Bowie. Com apenas 14 anos, ela já era reconhecida como a rainha das Baby Groupies, apelido dado a ela e suas colegas devido a sua idade.

Starr passou a se relacionar com inúmeros famosos, onde quase ninguém parecia se importar em se envolver com uma menor de idade. Sua notoriedade se tornou tão grande que ela chegou a dar uma entrevista para a revista americana Star, em 1973, dando detalhes sobre sua vida íntima e suas experiências com astros como Iggy Pop, Rod Stewart e Mick Jagger.

De acordo com ela, Iggy, inclusive, escreveu uma música sobre Sable chamada Look Away. Nela, ele diz “Eu dormi com Sable quando ela tinha 13. Seus pais eram ricos demais para fazerem alguma coisa. Ela rodou Los Angeles até que um New York Doll a levasse embora”.

O New York Doll que Pop se refere é Johnny Thunders, guitarrista da banda. Ele e a groupie se conheceram quando ela tinha 16 anos e, em pouco tempo de relacionamento, acabou decidindo fugir de casa para viver com o músico na cidade de Nova York.

Relacionamento abusivo

No entanto, o que parecia ser um sonho para qualquer fã acabou se tornando um pesadelo. Devido a seus fortes problemas com drogas, Thunders acabou se mostrando um homem extremamente possessivo e ciumento, agredindo frequentemente sua namorada.

Starr acabou engravidando de Johnny, mas não conseguiu prosseguir com a gestação e sofreu um aborto. Com o relacionamento já desgastado, ela abandonou o guitarrista e voltou para Los Angeles, onde se aposentou da louca vida de groupie.

Anos depois, já adulta, Sable se mudou para Las Vegas e passou a trabalhar em um casino como entregadora de cartas. Apesar de ter mudado completamente de vida, Starr nunca demonstrou arrependimento por seus atos e por seu legado deixado. Ela morreu aos 51 anos, em 2009, por câncer no cérebro.