Matérias » Personagem

A saga do primeiro jovem sem braços a conquistar uma CNH no Amazonas

Considerado um exemplo de superação há alguns anos, o homem voltou às notícias, mas como suspeito de um crime, em 2021

Pamela Malva Publicado em 04/04/2021, às 08h00

Fotografia de Leonardo dirigindo seu carro com os pés
Fotografia de Leonardo dirigindo seu carro com os pés - Divulgação/Youtube

Em meados de 2020, dados do IBGE revelaram que a população do Brasil é composta por cerca de 45 milhões de pessoas com deficiência (PCDs). São indivíduos que tentam superar diariamente os obstáculos impostos pela falta de acessibilidade no país.

Nas cidades, por exemplo, a mobilidade é uma das pautas mais discutidas pelas pessoas com deficiência que tentam conquistar seu espaço em ruas e calçadas. Por isso, inclusive, a história de Leonardo de Souza Cavalcante fez tanto sucesso, no final de 2016.

Criado em Manaus, o jovem é conhecido como a primeira pessoa sem braços a garantir uma carteira de motorista no Amazonas. O problema é que, apesar de conhecida em todo o país, a história de Leonardo teve um desfecho bastante surpreendente.

Paixão de longa data

As fotos guardadas pela mãe de Leonardo não o deixam mentir. O menino sempre foi apaixonado por carros e pelo universo automobilístico. Nascido sem os braços por culpa de uma má formação congênita, o pequeno cresceu sentado em carros de brinquedo.

Em entrevista à equipe da TV Record, ele explicou que sempre sonhou com uma carreira nas ruas. Quando pequeno, sonhava em ser motorista ou taxista, levando as pessoas pela cidade em seu carro, ainda que o automóvel fosse adaptado.

“Carro para mim era um sonho. Minha vida era dirigir”, narrou o jovem, em 2017. Quando atingiu a maioridade, então, Leonardo viu-se diante da oportunidade que sempre esperou: ele poderia tirar sua tão esperada carteira de motorista.

Uma conquista sem precedentes

Tendo economizado durante anos, o garoto comprou seu primeiro carro, que foi completamente modificado para que ele pudesse dirigir, mesmo sem os braços. O próximo passo seria abrir o processo no Detran para conquistar a habilitação.

No dia seguinte ao seu aniversário de 18 anos, então, Leonardo foi até a escola de direção mais próxima, para iniciar um novo capítulo de sua jornada. Contando com o volante elétrico de seu veículo adaptado, que ainda era automático, ele iniciou as aulas.

Para os funcionários do Departamento de Trânsito do Amazonas, aquele era um cenário inédito. Mas, segundo Leonardo, o órgão não impôs nenhum obstáculo no processo e ainda permitiu que ele realizasse a prova de direção com o próprio carro.

Após uma rigorosa vistoria e alguns momentos de ansiedade gravados pela família no dia da prova, Leonardo conseguiu sua habilitação, em dezembro de 2016. De presente, ele ainda ganhou uma versão gigante do documento, dada pelos funcionários do Detran.

Fotografia de Leonardo em 2021, quando ele foi detido pela polícia / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Desvio na estrada

Em março de 2021, contudo, uma série de acontecimentos fez com que o nome do jovem voltasse para as notícias. Dessa vez, no entanto, não seria por outra superação, mas pela suspeita de um crime, do qual Leonardo seria cúmplice, segundo a polícia.

No dia 25 daquele mês, os agentes de segurança receberam uma denúncia anônima de que um grupo de jovens estaria planejando realizar diversos crimes na região do bairro Colônia Oliveira Machado, na Zona Sul de Manaus.

Uma vez acionados, os oficiais encontraram o Ford Focus denunciado na rua São José e tentaram cercar os supostos assaltantes. De repente, iniciou-se uma perseguição em alta velocidade, uma vez que os acusados arrancaram com o carro.

Objetos e a arma encontrados com Leonardo / Crédito: Divulgação/Polícia de Manaus

 

Fim da linha

Aos 23 anos, Leonardo foi detido no banco de motorista do veículo, enquanto os outros dois suspeitos fugiram a pé, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). Sob as pernas do jovem, os agentes encontraram um revólver calibre 32.

Mesmo sem antecedentes em sua ficha criminal, Leonardo foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, segundo o delegado Cícero Túlio. No fim, a paixão pelo automobilismo levou o jovem até o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) da região.

Quanto aos outros dois suspeitos, que ainda não foram identificados, os responsáveis pelo caso afirmam que as investigações devem seguir no 2º DIP, segundo o UOL. Leonardo, por sua vez, espera pela continuidade dos procedimentos de acusação.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

FORD: Minha vida, minha obra: Autobiografia, de Henry Ford (eBook) (2018) - https://amzn.to/39dXXns

Henry Ford: A curiosa vida de um dos maiores visionários da história, de Editora Golden Pages (eBook) (2020) - https://amzn.to/33h7iXM

O livro do carro: Enciclopédia visual, de Vários Autores (2919) - https://amzn.to/37kgJHd

Box Os imortais: Para quem é viciado em carros, de Editora Escala (2017) - https://amzn.to/2J5L4B1

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W