Matérias » Personagem

Da sexualidade ao afastamento da TV: 5 fatos sobre Walter Mercado

Famoso astrólogo televisivo dos anos 1990, Mercado tem sua vida destrinchada em documentário da Netflix

Fabio Previdelli Publicado em 27/07/2020, às 10h40

Cena do documentário Ligue Djá: O Lendário Walter Mercado
Cena do documentário Ligue Djá: O Lendário Walter Mercado - Divulgação/ Netflix

“Ligue Djá”, com esse bordão, Walter Mercado — também conhecido pelo pseudônimo Shanti Ananda — se tornou um dos maiores ícones midiáticos da América Latina. Vestido com roupas extravagantes e fazendo previsões astrológicas, Mercado se tornou um grande sucesso na televisão mundial dos anos 1990.

Entretanto, no auge de sua fama, ele acabou desaparecendo e, agora, décadas depois, ressurgiu no início deste mês estrelando um novo documentário na Netflix chamado: “Ligue Djá: O Lendário Walter Mercado”.

Mas antes de vocês descobrir o que aconteceu com o famoso astrólogo, conheça 5 fatos sobre sua vida.

1. Milagreiro?

Na produção da Netflix, Walter é descrito como tendo uma “força de otimismo”, que graças a ela o permite mobilizar milhões de espectadores ao redor do mundo, que paravam por longos minutos à frente da TV para saber o que a previsão do zodíaco dizia sobre seus signos.

Mas de onde veio essa fama? Para isso, é preciso voltarmos às origens de Mercado. Nascido no interior de Porto Rico em 1932, ele era uma criança tímida, mas que tinha muitos sonhos. Sua vida começou a mudar quando, em um momento milagreiro, teria pego um pássaro desfalecido e o ressuscitado após um simples sopro.

“As pessoas no vilarejo batiam na porta da minha casa e pediam à minha mãe para ver Walter. Minha mãe me pôs numa cadeira, e as pessoas me tocavam. Virei o 'Walter dos Milagres’”, relembra.


2. Afastamento da TV

Muito se engana quem pensa que o documentário apenas traz as partes boas da vida de Walter Mercado, afinal, a produção também aborda um dos momentos mais conturbados da vida do guru: um processo contra seu ex-agente Bill Bakula.

Considerado por Mercado como membro da família, Bakula e o astrólogo travaram uma intensa briga judicial que se arrastou por seis longos anos. A disputa ocorreu, pois, Walter assinou um contrato que dava a Bill totais direitos sobre seu trabalho, tanto no passado quanto no futuro, além disso, o agente também ficou com posse do seu nome e de sua imagem.

Cena do documentário Ligue Djá: O Lendário Walter Mercado / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

Em contrapartida, o empresário alega que o documento foi assinado com o consentimento das duas partes. Foi exatamente nesse período de sua vida que o astrólogo se afastou da televisão.


3. Problema grave de saúde

A disputa terminou com Walter recuperando seus diretos sobre sua imagem e seu nome, mas apesar da conquista, as consequências da disputa o abalaram tanto financeiramente quanto em seu lado emocional — o que, de certa forma, foi considerado devastador para ele.

Esse abatimento pode ser comprovado pois, dois dias após sair vitorioso dos tribunais, o astrólogo sofreu um infarto. Mas felizmente conseguiu se recuperar com o passar do tempo. Apesar disso tudo, Bakula não diz ter remorso de toda a situação. “Nunca me arrependi de nada na vida. Arrependimento não está no meu dicionário”.

Esse abatimento pode ser comprovado pois, dois dias após sair vitorioso dos tribunais, o astrólogo sofreu um infarto. Mas felizmente conseguiu se recuperar com o passar do tempo. Apesar disso tudo, Bakula não diz ter remorso de toda a situação. “Nunca me arrependi de nada na vida. Arrependimento não está no meu dicionário”.


4. Homofobia e sexualidade

Por não se limitar a um padrão masculino, o guru acabou tendo uma grande identificação com o público LGBTQ+. Assim, em decorrência do conservadorismo da época, acabou enfrentando muito preconceito e foi alvo de homofobia, já que sua sexualidade era alvo de constantes especulações.

Cena do documentário Ligue Djá: O Lendário Walter Mercado / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

Na produção, esse assunto é mostrado, por exemplo, na entrevista que o astrólogo teve com Marília Gabriela, onde a apresentadora fala sobre ele ser confundido com uma mulher. Na ocasião, Walter Willie Acosta, seu amigo e assistente, o define como andrógino. “Ele tem uma energia feminina. É um andrógino. Parece mulher. Às vezes, parece homem”.


5. Relações íntimas

Justamente pela questão levantada acima, Walter era constantemente chamado de gay, mas isso não o preocupava. Como o próprio documentário revela, ao ser questionado sobre o assunto, ele respondia, por exemplo, que era casado com seu público. “Não preciso de uma pessoa para me fazer feliz, para eu ter uma experiência orgástica. Faço sexo com a vida. Faço sexo com tudo. Com as roupas, com a beleza”.

Apesar de tentar se afastar ao máximo de especulações, isso não impediu que muitos especulassem que ele e Willie Acosta eram amantes, algo que Walter sempre negou. “Minha relação com ele é de família. Nunca toquei um dedo em Walter”, disse o assistente.


+Saiba mais sobre astrologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Astrologia sem Segredos: Um Guia Para Você Aprender Astrologia de Modo Fácil e Eficiente, de Sue Merlyn Farebrother (2015) - https://amzn.to/2WnyTmy

Astrologia, Psicologia e os Quatro Elementos: Uma Abordagem Astrológica ao Nível de Energia e Seu Uso nas Artes de Aconselhar e Orientar, de Stephen Arroyo (2013) - https://amzn.to/2CdsFPa

Conhecimento Da Astrologia, de Anna Maria Costa Ribeiro (2008) - https://amzn.to/2CdsFPa

A Biblia da Astrologia: O Guia Definitivo do Zodíaco, de Judy Hall (2013) - https://amzn.to/2DNhIo7

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W