Matérias » Curiosidades

Solidão e esquecimento: o triste fim de Evelyn, a neta de Albert Einstein

Ao longo de sua vida, a mulher enfrentou exigências extremas e grande infelicidade por ser parente do famoso físico alemão

Vanessa Centamori Publicado em 01/07/2020, às 12h59

Evelyn Einstein e seu avô
Evelyn Einstein e seu avô - Divulgação

Se há um irmão ou primo gênio na família, não é incomum que caia sob você a exigência para alcançar sucesso intelectual similar. Foi isso que ocorreu com Evelyn, neta do mais famoso cientista de todos os tempos — Albert Einstein

Foi um enorme problema para Evelyn carregar o sobrenome do físico alemão. Ironicamente, nos Estados Unidos, é bastante popular a afirmação "você não é nenhum Einstein". Acontece que a neta do cientista era sim uma Einstein, mas, paradoxalmente, não era "nenhuma Einstein". E seu fim também não foi nenhum pouco genial. 

Trajetória familiar 

Evelyn era terceira neta do seu avô famoso, sendo filha caçula de Hans Albert, o segundo filho do cientista. Ela nasceu em Chicago, no ano de 1941, e diziam que ela era, na verdade, adotada. Sua mãe verdadeira seria uma jovem de 16 anos de idade, chamada Joan Hire.

O pai adotivo de Evelyn era, assim como Eistein, um cientista brilhante, embora não tivesse seguido os mesmos passos do icônico alemão. No entanto, no começo ele também tinha se sentido rejeitado. Isso pois a família acreditava que Eduard, tio de Evelyn, era mais inteligente do que o pai dela. 

Albert Einstein/Crédito: Wikimedia Commons 

 

Tio genial, Eduard acabou no entanto sendo internado por esquizofrenia e permaneceu em um instituto psiquiátrico na Suíça até sua morte. Quanto ao avô de inteligência suprema, Evelyn raramente o via, já que ele morava em Princeton e ela na Califórnia. 

Por mais que ao longo da vida tivesse sido subjulgada, conforme foi crescendo, ela demonstrou que tinha sim dons cerebrais acima da média. Opinativa, Evelyn se engajou no ativismo estudantil. Em 1960, ela foi presa em São Francisco por protestar nas audiências do Comitê de Atividades Não-Americanas da Câmara.

A mulher também sabia falar de quatro a cinco idiomas diferentes e recebeu um mestrado em literatura medieval pela Universidade da Califórnia, Berkeley. No entanto, isso não era suficiente diante das exigências que colocavam nela.

"Não é tão fácil ser um Einstein", a mulher afirmou em seu livro, Driving Mr. Albert: Uma Viagem Pela América Com o Cérebro de Einstein.  “Quando eu estava na escola em Berkeley nos anos 60, eu nunca sabia se os homens queriam estar comigo por minha causa ou por meu nome”.

Albert Einstein e sua esposa, Mileva Marić /Crédito: Wikimedia Commons 

 

Suspeitas de ilegitimidade

Além de enfrentar um peso enorme por conta de seu avô famoso, Evelyn também carregava as acusações que caíam em Einstein. Uma amiga que estudou com ela em um colégio na Suíça, Gina Zangger, disse certa vez que a mãe da garota sabia que na verdade a adoção foi nada mais do que um favor a Albert. 

Isto é: há suspeitas de que na verdade Evelyn não foi adotada, mas era uma neta biológica — e ilegítima. Acontece que o cientista teria tido um caso com uma bailarina em Nova York, que o rendeu uma filha bastarda e, consequentemente, uma neta não oficial. 

Foto de Albert Einstein na velhice /Crédito: Wikimedia Commons 

 

Triste fim

Apesar das dificuldades que enfrentou em se relacionar, a neta de Einstein casou em 1964 com um professor de antropologia chamado Grover Krantz. No entanto, ela se divorciou do marido e teve que morar com o pai.

Quando o pai morreu em 1973, e mulher enfrentou um grande período de miséria financeira. A situação ficou tão séria que ela teve que dormir dentro do carro, tornou-se uma sem-teto e passou a se alimentar de lixo. 

Esquecida e solitária, a mulher adoeceu. Seu corpo se deteriorou devido a ataques de câncer de mama e doenças hepáticas e a neta do cientista ficou andando em cadeira de rodas. Sua maior revolta foi que ela perdera completamente o contato com a família Einstein, sendo esquecida completamente. 

Da década de 1990 até o fim de sua vida, no entanto, Evelyn conseguiu viver em uma residência em Albany. Também lutou até o fim dos seus dias para reivindicar seus direitos como herdeira de Einstein.

Nos anos 2010, iniciou uma disputa judicial contra a Universidade Hebraica de Jerusalém , que tinha grande parte dos lucros em pesquisa de Albert. O cientista, no entanto, tinha negado o direito sob mais de 75 mil pesquisas no fim de sua vida. 

"Estou indignada", afirmou a neta à CNN em entrevista. "É difícil para mim acreditar que [a universidade] trataria a família da maneira que eles têm feito, o que tem sido péssimo." Um tempo depois, Evelyn faleceu, no dia 13 de abril de 2011, em sua casa na Califórnia. 

Em uma de suas últimas entrevistas, à Folha de S.Paulo, ela disse que não trocava com o avô cartas afetuosas, apenas tinha compartilhado com ele dicas para resolver cálculos matemáticos na juventude.

Seus esforços como neta também não eram muito valorizados pelos seus conhecidos. "Nunca fui elogiada, porque esperavam de mim nada menos do que a excelência absoluta, e todos ficavam muito desapontados se eu não a atingia", disse. 


+ Saiba mais sobre Albert Einstein por meio das obras disponíveis na Amazon:

Einstein, Walter Isaacson, 2007 - https://amzn.to/2KgB8lx
 
Teoria da relatividade: sobre a teoria da relatividade especial e geral: 1186 (Português), Albert Einstein, 2015 - https://amzn.to/2Qb18Ta
 
Meus últimos anos: Os escritos da maturidade de um dos maiores gênios de todos os tempos (Português), Albert Einstein,  2017 - https://amzn.to/2rDdGbN
 
Einstein: Para Entender de Uma Vez (Português), Salvador Nogueira, 2017 - https://amzn.to/2KeqCuW

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W