Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Bizarro

Spoiler quase fatal? O homem que teria sido esfaqueado por contar o fim de livros

Situação inusitada aconteceu na Antártida em 2018

Fabio Previdelli Publicado em 05/02/2022, às 08h00

A Estação de Bellingshausen - Akulovz via Wikimedia Commons
A Estação de Bellingshausen - Akulovz via Wikimedia Commons

Na parte final de 'Harry Potter', descobrimos que Severo Snape não era um Comensal da Morte de verdade, ele só havia se juntado ao grupo de Valdemort para ajudar a proteger o protagonista, que era filho da mulher que ele amou durante toda a vida. 

Já 'O Senhor dos Anéis' termina com Frodo Bolseiro destruindo o anel de Sauron na Montanha da Perdição. E o que dizer de 'A Revolução dos Bichos'? Obra prima de George Orwell, a narrativa termina com os animais da fazenda Granja do Solar vendo os porcos andando sobre duas patas, mostrando que os animais passaram a agir como aqueles que tanto nutriam repulsa: os homens. 

Cena do jogo Orwell's Animal Farm / Crédito: Divulgação/Nerial

Grandes histórias possuem finais surpreendentes, fazendo com que leitores se apaixonem pelo enredo e se sintam atônitos com o que acabaram de ler. Mas será que a sensação seria a mesma se lhe contasse o fim de um livro antes mesmo de você terminá-lo?

Provavelmente, muitos diriam que sentiriam vontade de matar — figuradamente falando — a pessoal por contar tal spoiler. Pois saiba que, muito provavelmente, esse foi o motivo de uma tentativa de assassinato que o correu em uma base na Antártida em 2018. 

Silêncio, estou lendo

Naquele ano, os russos Sergei Savitsky (de 54 anos) e Oleg Beloguzov (52) participavam de um estudo na Ilha Rei George. Para se ter ideia, o local de pesquisa era tão remoto que esta região da Antártida era ocupada por apenas 14 pessoas, segundo o Live Science. 

A estadia parecia seguir o planejado, porém, naquele 9 de outubro, por volta das 15 horas (no horário local) um suposto episódio quase terminou em tragédia. Acontece que o engenheiro Sergei acabou atacando o soldador Oleg na cantina da Estação Bellinghausen. 

Savitsky teria ido até a cozinha, pegado uma faca e golpeado Beloguzov na altura do peito. A vítima acabou sendo levada até um hospital no Chile, país mais próximo da base, onde acabou se recuperando e recebendo alta pouco depois. 

Conforme relatado pelo The Sun na época, o motivo do ataque seria porque o soldador insistia em contar o final dos livros que Sergei lia. Cansado dos spoilers, Oleg teve um ataque de raiva e esfaqueou o colega. Os envolvidos no caso, porém, jamais revelaram se este foi o real motivo do caso. 

Já o portal Pravda ouviu alguns especialistas, que apontaram que o efeito emocional do confinamento pode ter contribuído para o ataque, afinal, os dois já trabalhavam juntos no local inóspito há cerca de quatro anos. 

Sergei acabou sendo enviado de volta à São Petersburgo no dia 22 daquele mês, onde foi indiciado por tentativa de homicídio. Importante ressaltar que, após a assinatura do Tratado da Antártida, em 1959, ficou estabelecido que as pessoas que trabalham nas bases da Antártida são submetidas à jurisdição de seus países de origem. 

Spoiler: A história termina com plot twist 

Após a prisão, o julgamento de Savitsky estava marcado para acontecer em 8 de fevereiro de 2019. Porém, o caso acabou sendo arquivado pelo tribunal russo. Segundo informações da Agência Russa de Informações Jurídicas (RAPSI News), a decisão foi tomada depois de um pedido de Beloguzov, que se reconciliou com o companheiro. 

Savitsky se declarou culpado de tentativa de assassinato, no calor do momento, contra o outro explorador polar, Oleg Beloguzov. Antecipando o início do processo, ambos se sentaram no mesmo banco e conversaram pacificamente sobre o ocorrido”, diz o artigo. 

“Quando a reunião começou, ambos informaram ao tribunal que continuavam trabalhando no Instituto em seus respectivos cargos. Em seguida, a vítima apresentou uma petição para encerrar o processo criminal contra Savitsky, em razão dele ter se reconciliado com o acusado”, explica o RAPSI News. 

Ah, você deve estar se perguntando qual livro Oleg Beloguzov deu o tal spoiler. Segundo a mídia russa, Sergei Savitsky estaria lendo ‘Os Quatro Filhos Do Dr. March’, de Brigitte Aubert

Segundo a premissa do livro, uma faxineira descobre um diário guardado por um dos filhos de seu patrão, dando a entender que ele é um assassino. Entretanto, sua identidade é uma incógnita. Por motivos de segurança, nos reservamos o direito de não revelar o fim da trama.


+Saiba mais sobre a Literatura por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Livro Da Literatura, de Vários Autores (2016) - https://amzn.to/3a6B8Pn

História Concisa da Literatura Brasileira, de Alfredo Bosi (2015) - https://amzn.to/2UY0tXi

Como ler literatura, de Terry Eagleton (2019) - https://amzn.to/2y2CcpY

O elogio da literatura, de Zygmunt Bauman e Riccardo Mazzeo (2020) - https://amzn.to/2yMmGPi

A Literatura Portuguesa, de Massaud Moisés (2010) - https://amzn.to/39YYrdQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W