Matérias » Personagem

Susane King: A emocionante história da mulher que descobriu ter duas irmãs 'perdidas'

Criada pelos avós, King relembra que soube da existência das irmãs em uma das vezes que foi trancada no armário embaixo da escada

Fabio Previdelli Publicado em 27/03/2021, às 11h00

Susane King
Susane King - Divulgação/ ITV

Exibido pela ITV, uma rede de televisão do Reino Unido, o programa Long Lost Family tem como intuito ajudar as pessoas a encontrarem seus parentes perdidos há muito tempo — muitos dos quais dedicam suas vidas para que isso aconteça. 

Explorando o pano de fundo de cada caso, o show explica o contexto da separação de cada situação e prepara o convidado para todo o contexto emocional do reencontro — ou não — com seus parentes perdidos.  

Um dos casos que chamou a atenção dos telespectadores aconteceu em fevereiro deste ano, quando Susane King, de 60 anos, moradora da Cornualha, finalmente conseguiu reencontrar uma de suas irmãs. 

Uma vida nem tão fácil 

Jovem e sem uma estrutura financeira consolidada, a mãe de Susane não sabia o que fazer quando soube que estava grávida. Quando ela deu à luz, logo permitiu que a filha  fosse criada pelos avós da criança. 

Susane quando criança/ Crédito: ITV

 

Porém, apesar da oportunidade de levar uma “vida melhor”, a vida de King nunca foi fácil. Segundo ela relata ao programa, “a abordagem deles [seus avós] para criar os filhos era bastante arcaica”. 

Susane revela que, em sua vida, nunca recebeu abraços e tampouco amor. “Meu avô tinha um temperamento muito explosivo e geralmente ele era mais rápido com os punhos do que qualquer outra coisa”. 

“Às vezes, quando diziam que eu estava sendo travessa, eles me trancavam no armário, embaixo da escada”, conta. E foi justamente em um desses momentos que ela ouviu a maior revelação de sua vida: “Vozes levantaram-se falando sobre minha mãe biológica e o fato dela ter outro filho”. 

A jovem ficou com aquilo na cabeça durante anos, imaginando como seria sua irmã, ou seu irmão, quem sabe? Tudo era muito incerto, exceto a vontade que ela tinha de saber toda a verdade. 

Anos depois, decidiu enfrentar a autoridade da avó e a confrontou exigindo que lhe contasse toda a história de sua família. Assim, King ouviu que não tinha apenas uma irmã que havia sido adotada, mas sim duas. 

Busca biológica 

Depois daquilo, Susane relembra que “não conseguia parar de pensar neles”, acrescentando que “estava realmente desesperada para encontrá-los”. Ali começava a busca por seu passado, se bem que nem sempre ele foi tão generoso assim. 

Com a ajuda de seu marido, eles conseguiram rastrear sua mãe biológica depois de todo esse tempo — ela havia ‘desaparecido’ desde que deixou a filha sob os cuidados dos avôs. A esperança era que a mulher pudesse dar mais pistas sobre suas irmãs. 

Mas isso não aconteceu. “Infelizmente ela não quis me conhecer e disse que não tinha nenhuma relação com minhas irmãs”. Apesar da frustração, King disse que perdoa as atitudes de sua mãe. “Acho que, talvez, ela tenha sido muito prejudicada pela vida, mas respeito seus desejos”. 

Há dois anos, no entanto, a esperança se renovou quando ela encontrou os registros de suas irmãs. Agora elas tinham nome: Julie e Linda. Apesar de não saber onde elas moravam, Susane nunca perdeu a esperança de encontrá-las. 

Tanto é que, segundo revela ao programa, pendurou a certidão de nascimento das duas na parede de sua casa. Com a ajuda da produção do programa, acabou descobrindo que Julie, mais tarde, acabou mudando seu nome para Lorna.  

Essa, entretanto, não havia sido a única descoberta feita sobre ela. Infelizmente, Lorna já havia morrido há muito tempo, quase três décadas atrás, em 1991.  

Apesar da dor, ela ainda encontrou forças para buscar o paradeiro de sua outra irmã, que curiosamente também havia mudado de nome. Antes Linda, ela passou a se chamar Donna.  

O reencontro de Susane e Donna / Crédito: ITV

 

Antes do encontro, mais uma surpresa, elas descobriram que Lorna teve filhos antes de morrer. A mais velha delas, Lorraine, concordou em reencontrar as tias e compartilhar as boas lembranças que tinha da mãe.  

O emocionante reencontro 

Quando se viram depois de todos esses anos, em um pub em plymouth, Donna disse que ficou chocada com a história de sua irmã, insistindo que se sua mãe adotiva soubesse de tudo isso, ela não pensaria duas vezes em acolhe-la para que as duas pudessem compartilhar “uma vida maravilhosa”. 

“Acho que tive sorte”, acrescenta ela, lembrando-se de que sua infância foi completamente oposta à de sua irmã. “Quando cresci, meus pais adotivos me disseram que eu tinha uma irmã mais velha, mas eu só pensava que tinha uma e sempre pensei que ela ficou com nossa mãe biológica”. 

“Eu sempre me cobrava, sabe? ‘Por que eu? Por que eu fui colocada para adoção”, disse ao revelar que sempre acreditou que somente ela foi deixada de lado pela mãe biológica. “Foi muito difícil”.  

O encontro entre Donna, Lorraine e Susane / Crédito: ITV

 

A reunião das duas também contou com a presença de Lorraine. “Eu sei que vocês queriam ver minha mãe pessoalmente. Mas posso transmitir todas as lembranças que tenho dela. Espero que assim vocês possam saber como ela era”, disse a sobrinha de Susane. “Significa muito porque sei que significaria muito para minha mãe. Conhecer minhas tias é como recuperar um pouquinho da minha mãe”.


++Saiba mais sobre gêmeos por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

The Lives of Chang and Eng: Siam's Twins in Nineteenth-Century America, de Joseph Andrew Orser (2014) - https://amzn.to/3h7UeZH

Inseparable: The Original Siamese Twins and Their Rendezvous with American History , de Yunte Huang (2018) - https://amzn.to/2Q2j40S

A vida sexual das gêmeas siamesas, de Irvine Welsh (2016) - https://amzn.to/3g80QWB

Chang and Eng, de Darin Strauss (2000) - https://amzn.to/2Q4sMjr

Chang and Eng Reconnected: The Original Siamese Twins in American Culture, de Cynthia Wu (2012) - https://amzn.to/2Q13y5F

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W