Matérias » Nazismo

Teria Adolf Hitler inventado as bonecas infláveis?

Em um momento de desespero, o Führer teria desenvolvido as primeiras bonecas sexuais. Entretanto, a teoria divide opiniões

Thiago Lincolins Publicado em 14/05/2019, às 19h00

None
- Crédito: Reprodução

“O maior perigo em Paris é a presença generalizada e descontrolada de prostitutas, pegando os clientes em bares, salões de dança e outros lugares. É nosso dever impedir que soldados arrisquem sua saúde por causa de uma aventura rápida", teria afirmado Heinrich Himmler, chefe da SS, em 1940.

A solução encontrada para resolver o problema foi um tanto insólita: bonecas infláveis com carne sintética poderiam ser produzidas para satisfazer as tropas nazistas. Preocupado, Hitler teria aprovado o projeto Borghild e os designers desenvolveram a boneca apelidada de “ginóide”.

Os profissionais envolvidos na produção pensaram num nome específico para moldar o corpo de silicone da boneca: a atriz húngara Kathe von Nagy. Entretanto, a artista recusou a proposta e os designers, obviamente, optaram por uma versão loira de olhos azuis.

A atriz Kathe von Nagy / Crédito: Reprodução

 

O brinquedo deveria se pequeno a ponto de caber dentro das mochilas dos soldados. E talvez tenha sido esse motivo que engavetou a ideia em pouco tempo. Após a produção experimental de 50 exemplares, os soldados se recusaram a carregar as ginóides. Eles tinham medo de ser humilhados pelas tropas inimigas no caso de uma possível captura.

Todavia, o projeto da boneca inflável nazista divide opiniões. O autor Graem Donald explicou que descobriu o projeto secreto de Hitler enquanto pesquisava sobre os inventores da boneca Barbie para a elaboração do livro Mussolini's Barber: And Other Stories of the Unknown Players Who Made History Happen (O Barbeiro de Mussolini: E outras histórias de jogadores desconhecidos que fizeram história acontecer, em tradução livre). 

“Enquanto eu estava pesquisando sobre isso, me deparei com referências a bonecas sexuais nazistas e descobri que Hitler tinha ordenado a produção”, explicou Donald em entrevista. “Como sempre, a maioria das tropas foram mortas por doenças do que por balas. A sífilis era um problema de que Hitler estava ciente e havia rumores de que ele próprio sofria disso.”

Entretanto, outros pesquisadores afirmam que a história é uma farsa. Isso porque as fotos que comprovariam a existência do projeto, supostamente resgatadas do lixo, foram confirmadas como falsas. Além disso, a identidade de Nobert Lenz, o primeiro pesquisador que discutiu sobre o projeto das bonecas insólitas, nunca foi provada.

Se Hitler realmente mandou criar bonecas para impedir que os seus soldados contraíssem doenças sexualmente transmissíveis, nunca saberemos.