Matérias » Saúde

Timothy Ray Brown: conheça o primeiro paciente curado do HIV que morreu de câncer

O apelidado "paciente de Berlim" faleceu na última terça-feira, 29, após marcar uma revolução medicinal

Wallacy Ferrari Publicado em 01/10/2020, às 13h50

Timothy em foto sentado no sofá
Timothy em foto sentado no sofá - Divulgação/Twitter/TimothyRayBrown

Na tarde da última terça-feira, 29, morreu Timothy Ray Brown, conhecido por ter sido a primeira pessoa a ser curada do HIV. Com 54 anos de idade, o americano não resistiu a uma luta de meses contra uma leucemia, tendo alcançado o grau mais alto de intensidade e passando os últimos dias sob cuidados paliativos.

O anúncio foi feito pelo amigo Tim Hoeffgen, que publicou a nota do óbito no Facebook: "É com grande tristeza que anuncio que Timothy faleceu esta tarde cercado por mim e amigos".

Em 2008, seu caso se tornou público na comunidade médica, sem ter a identidade relevada. Durante dois anos, foi chamado apenas de “paciente de Berlim”, quando revelou sua história em 2010.

Apesar da alcunha, o rapaz não nasceu na Alemanha; Timothy nasceu em Seattle, Washington, em 11 de março de 1966, sendo criado por Sharon, uma mãe solteira que trabalhava para o departamento de polícia local. O garoto assumiu a homossexualidade durante a adolescência e, ao completar a maioridade, decidiu viajar pela Europa para estudar.

Timothy participando do USCA 2014, evento da WE AIDS / Crédito: Divulgação/Twitter/TimothyRayBrown

 

Vivendo com o vírus

Em entrevista ao Estadão, em 2019, Timothy contou que começou a sentir calafrios estranhos no corpo em outubro de 1993, posteriormente descobrindo que tal período pode ter sido causado por sua soroconversão, visto que realizava sexo sem preservativo durante sua estadia em Barcelona.

A descoberta do diagnóstico foi em 1995, quando o parceiro de Tim contou que o teste de HIV que havia feito tinha dado positivo. Visto que havia sido o único parceiro do rapaz em meses, a possibilidade de ter transmitido para o companheiro foi confirmada três dias depois, quando seu teste também saiu. Na época, morando em Berlim, conseguiu acesso ao AZT — remédio que reduz os efeitos colaterais.

Ao longo dos anos, conseguiu controlar os efeitos negativos da doença, adquirindo os remédios necessários para os coquetéis e concluindo os estudos. Porém, uma triste notícia surgiu em 2006; o americano descobriu que estava com leucemia mieloide aguda, somando o câncer a síndrome da imunodeficiência.

Timothy Ray Brown (camisa social azul) reunido com equipe de campanha / Crédito: Griffin Boyce / Flickr

 

Vida nova

Sem sucesso nos tratamentos de quimioterapia, Timothy decidiu aceitar tentativas de cura experimentais, sendo submetido a um transplante de células-tronco hematopoéticas com um doador homozigoto [CCR5]-Δ32 — característica genética que apresenta resistência aos receptores do HIV — durante três anos.

No final do tratamento, uma surpresa; além da cura de seu câncer, as biópsias não detectavam o vírus no sangue de Brown, além da diminuição dos anticorpos específicos da síndrome.

Com isso, o americano foi o primeiro na história da medicina a ser curado do HIV. Mesmo com sucesso, a técnica incisiva resultou em complicações graves ao longo do tratamento, não sendo recomendado pelos autores da descoberta.

Durante palestra em evento médico sobre a doença na USP, no ano passado, Timothy explicou que, apesar da felicidade da cura, ainda queria ver a cura sendo disseminada em outros portadores do vírus. Tal fato foi confirmado no início de 2020, quando o “Paciente de Londres” Adam Castillejo confirmou estar livre do vírus pelo mesmo método.


+Saiba mais sobre a AIDS e o HIV em grandes obras disponíveis na Amazon:

Histórias da AIDS, por Artur Timerman e Naiara Magalhães (2015) - https://amzn.to/30GavyT

Manual de HIV / Aids, por Marcia Rachid, Mauro Schechter (2017) - https://amzn.to/3ilpDaD

HIV/AIDS: Enfrentando o sofrimento psíquico, por vários autores (2014) - https://amzn.to/34di54M

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W