Matérias » Família Imperial

Traições e solidão: 5 fatos sobre o desastroso casamento entre Dom Pedro I e Leopoldina

Além da já conhecida lista de amantes do imperador, foram os detalhes íntimos que tornavam a relação insuportável

Caio Tortamano Publicado em 12/07/2020, às 09h00

D. Pedro I e a Imperatriz Maria Leopoldina
D. Pedro I e a Imperatriz Maria Leopoldina - Wikimedia Commons

1. Inúmeras traições

Dom Pedro ficou conhecido como um verdadeiro colecionador de amantes, sendo a Marquesa de Santos a mais notável delas. Diz-se, inclusive, que a péssima da saúde da esposa do imperador, Maria Leopoldina, ao final de sua vida se deu quase inteiramente pelo desgosto que era viver casada com um homem infiel.

Marquesa de Santos em pintura / Crédito: Wikimedia Commons

 

Ao todo, Pedro chegou a ter cinco amantes confirmadas — uma vez que inúmeros outros casos de sua vida nunca nem foram registrados. Sua primeira amante foi uma dançarina francesa, chamada Noémi Thierry, com quem teve um filho que morreu enquanto ele era noivo de Leopoldina. O filho de Dom João VI também teria se relacionado com a irmã da francesa.


2. Duas irmãs de uma só vez

Embora muitos não saibam, Dom Pedro I se relacionou com duas irmãs ao mesmo tempo. Enquanto a imperatriz vivia momentos de tristeza, Dom Pedro passou a ter encontros não só com a Marquesa de Santos, mas também com sua irmã, Maria Benedita de Canto e Melo, a baronesa de Sorocaba.

Além do ciúme, outro fator que teria a motivado uma possível briga entre as irmãs foi o fato de que o monarca teria engravidado a baronesa um pouco antes de Domitila descobrir que carregava em seu ventre um progenitor de Demonão.


3. Gritos eternos

O comportamento de Dom Pedro para com sua primeira esposa era repudiável em diferentes e diversos sentidos. Além de todo o mal que ele já causava a mulher pelo seu comportamento rotineiro, ele diversas vezes era completamente agressivo com a imperatriz, que vivia solitária.

Em uma carta rara, a imperatriz desabafou sobre a situação do país durante o Dia do Fico. "Meu esposo declarou que ficará aqui; embora pensemos diferentemente em alguns aspectos, é melhor que me cale e observe silenciosamente", escreveu enganosamente ao pai. No entanto, como sabemos através de registros históricos, ela não ficou calada. E agiu como uma estrategista política.


4. A morte prematura dos filhos

Miguel, o primeiro filho homem do casal, faleceu durante o nascimento. Mas não foi o único que teve um trágico fim. João Carlos, terceiro filho do casal, faleceu com menos de um ano de idade, tendo o mesmo destino do irmão.

Já Paula de Bragança, quinta filha de Pedro e Leopoldina, acabou falecendo aos nove anos, depois de ter uma curta vida de muitas de dores constantes na região abdominal, complicações no metabolismo e dificuldades na locomoção.


5. Boatos

Ainda pensando no óbito dos filhos, existe um boato que chama atenção daqueles que procuram saber mais sobre a história do casal.

Enquanto estava num compromisso público, Leopoldina teve uma alta febre a passou a convulsionar, resultando no aborto do filho que esperava. No mesmo dia, muito perto de finalmente chegar aos 30 anos, ela faleceu. Logo foi especulado que a imperatriz havia sido jogada escada abaixo pelo próprio marido.

No entanto, uma exumação feita nos restos de Dom Pedro, Leopoldina e Dona Amélia (segunda esposa de Pedro) não revelaram nenhuma fratura no fêmur da primeira esposa do imperador, o que nega a fofoca. 


+Saiba mais sobre a família imperial por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Pedro II – A história não contada: O último imperador do Novo Mundo revelado por cartas e documentos inéditos, de Paulo Rezzutti (2019) - https://amzn.to/2qWOGw7

Leopoldina: a história não contada: A mulher que arquitetou a independência do brasil, de Paulo Rezzutti (2017) - https://amzn.to/2DsrmJt

Coleção Princesa Isabel. Fotografia do Século XIX , de Bia Correa do Lago e Pedro Correa do Lago (2013) - https://amzn.to/34ue8aO

Retratos do Império e do Exílio, de Vários Autores (2011) - https://amzn.to/35PKgWP

Pedro: Imperador do Brasil e rei de Portugal, de Eugénio dos Santos (2015) - https://amzn.to/34ySFO6

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W