Matérias » Segunda Guerra

Tsutomu Yamaguchi: o homem que sobreviveu às duas bombas atômicas da Segunda Guerra

Em uma viagem de negócios, Tsutomu foi surpreendido pela explosão em Hiroshima. Ao retornar à sua cidade, teve que lidar com o segundo desastre nuclear em Nagasaki

Redação Publicado em 30/12/2019, às 12h09

Montagem com os episódios vividos por Tsutomu
Montagem com os episódios vividos por Tsutomu - Free Commons

Marcada por hediondos crimes contra a humanidade, a Segunda Guerra teve um gran finale bastante apocalíptico: o lançamento de duas bombas nucleares contra o povo japonês. Em 6 e 9 de agosto de 1945, Hiroshima e Nagasaki foram alvos de uma destruição em massa como forma de forçar uma rendição que já era inevitável.

No entanto, nestas duas cidades, houve um sobrevivente que ficou para contar sua singular história. Trata-se de Tsutomu Yamaguchi, única pessoa reconhecida pelo governo japonês por ter sobrevivido às duas bombas atômicas.  

Na época, ele tinha 29 anos e estava em uma viagem de negócios em Hiroshima. Num momento em que pensava o que faria na cidade, o explosivo Little Boy foi lançado por um avião estadunidense, resultando em dezenas de milhares de mortes e a perfuração do tímpano e a cegueira temporária em Tsutomu. Ele relatou que se lembra da imagem do cogumelo em formação antes de desmaiar.

Cogumelo radioativo formado sobre Hiroshima / Crédito: Domínio Público

 

No abrigo onde passou a noite, encontrou seus três colegas de trabalho que também sobreviveram à explosão. Na manhã seguinte, saíram de lá e foram à estação de trem, onde conseguiram retornar à cidade de origem, Nagasaki. Ele não imaginava o que estava por vir.

Três dias após o atentado, mesmo ferido, Tsutomu considerava que estava bem para voltar ao emprego. No trabalho, enquanto explicava o ocorrido em Hiroshima ao seu chefe, percebeu o segundo clarão que penetrou a cidade: os EUA haviam lançado a Fat Man sobre a cidade. Parecia uma miragem. Originalmente, o plano era lançar a bumba Kokura, mas o mau tempo obrigou o piloto a improvisar e cometer a atrocidade em Nagasaki, que era mais próxima.

Incrivelmente, Tsutomu sobreviveu novamente ao ataque. Duas bombas nucleares em três dias. Não é pra qualquer um. Há dois quilômetros do centro da explosão, o japonês não sofreu grandes danos, mas foi exposto a altos níveis de radiação ionizante.

Tsutomu Yamaguchi na época da explosão / Crédito: Reprodução

 

Tsutomu Yamaguchi se recuperou lentamente dos dois atraques que presenciou, mas, surpreendentemente, viveu uma boa vida no pós-guerra, mesmo com a ocupação estrangeira. Incrivelmente, Tsutomu viveu até os 93 anos, morrendo apenas em 2010, na cidade de Nagasaki, Japão.


+Saiba mais sobre a Segunda Guerra através de grandes obras

A Segunda Guerra Mundial: Os 2.174 dias que mudaram o mundo, de Martin Gilbert (2014) - https://amzn.to/2RdWQeu

A Segunda Guerra Mundial, de Antony Beevor (2015) - https://amzn.to/2Lgur3l

Guerra: O horror da guerra e seu legado para a humanidade, de Ian Morris (2015) - https://amzn.to/37RGL3M

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.