Matérias » Bizarro

Turista do acaso: o misterioso homem na capa de Abbey Road

Meses depois do lançamento do último disco dos Beatles, o desconhecido descobriu que fazia parte de uma das fotos mais famosas do mundo

Pamela Malva Publicado em 12/03/2020, às 19h50

A famosa capa do álbum Abbey Road
A famosa capa do álbum Abbey Road - Divulgação

Bem como a maioria dos grandes nomes da música, os Beatles estão envolvidos em diversas teorias da conspiração, polêmicas e mistérios. Um dos maiores deles, que intriga entusiastas até hoje, diz respeito à capa de Abbey Road, o último disco da banda.

Para o mais novo álbum, Paul McCartney queria fazer algo revolucionário e com a cara do grupo. Por isso, pensou em uma foto incomum, tirada no dia 8 de agosto de 1969, por Iain MacMillan. A ideia era simples: os músicos apenas precisavam atravessar a rua.

Arrumados, os quatro artistas se posicionaram na faixa de pedestre e tiraram seis fotos no total, em um ensaio que durou dez minutos. Com todas as imagens em mãos, McCartney selecionou sua favorita e tudo estava pronto.

Com o sucesso da banda, mais de 30 milhões de cópias do disco foram vendidas e a foto logo se tornaria uma das mais famosas da história da música. Mas uma questão curiosa assombrava os maiores fãs do grupo. Quem era o senhor no fundo da imagem?

Detalhe do homem misterioso ao fundo da capa dos Beatles / Crédito: Creative Commons

 

Lugar certo, na hora certa

Paul Cole e sua esposa estavam passeando por Londres de férias, visitando museus e outros pontos turísticos da cidade. Os dois turistas estavam andando tranquilamente pela Abbey Road no dia 8 de agosto, enquanto planejavam o que fariam a seguir.

Em determinado momento, Paul decide parar um pouco na calçada para conversar com um policial. Sua esposa seguiu em frente e, nessa hora, ele vê quatro homens atravessando a rua e acha a situação bastante estranha — um deles estava até descalço!

Confuso, Paul coloca as mãos na cintura e fica assistindo a cena, enquanto o fotógrafo eterniza sua postura na que viria a ser a capa do disco. Cole, que não era lá muito fã dos Beatles, demorou um tempo para descobrir que apareceu na imagem sem querer.

Alguns meses após o lançamento do álbum, Paul teve a incomum surpresa. Sua esposa estava treinando piano com uma das músicas presentes no disco e, quando Cole pegou a capa nas mãos, levou um susto. Era ele! Mal podia acreditar que estava estampado na obra de ninguém menos que os Beatles.

Paul Cole, o homem no fundo da foto na Abbey Road /Crédito: Divulgação

 

Em entrevistas posteriores, Paul narrou o estranho acontecimento. “Aconteceu de eu levantar os olhos e ver aqueles caras atravessando a rua, como em uma linha de patos”, afirma. “Um bando de malucos, eu os chamei assim, porque eles tinham um visual bem radical para a época. Não se andava em Londres com os pés descalços.”

É claro que, como acontece com tudo que faz sucesso, fãs e grandes entusiastas da banda criaram teorias sobre a famosa capa. E, já que Paul Cole estava envolvido em Abbey Road, ele não poderia ficar de fora dessa. Na opinião de diversos pesquisadores, a história de Cole não se passa de uma invenção, ou até mesmo uma jogada de marketing.

Para muitos, o boato foi disseminado e reproduzido pela imprensa e, assim, a real identidade do homem na capa do disco segue um mistério. De qualquer forma, as perguntas continuarão sem respostas: Paul morreu em 2008, aos 96 anos de idade.

Os Beatles quando chegaram em Nova Iorque, em 1964 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Alvo de teorias da conspiração

Com uma foto e uma banda tão famosas assim, o senhor misterioso ao fundo não seria o maior alvo da atenção e curiosidade dos apaixonados pela banda. Diversos rumores surgiram na época sobre um fato insólito que poderia estar sendo divulgado no disco.

Para muitos fãs dos Beatles, a capa de Abbey Road poderia indicar que Paul McCartney estaria morto. E não faltavam fatos para comprovar isso — ou ao menos tentar. Segundo a teoria, Paul teria sido vítima de um acidente de carro, ocorrido em 1966.

Tudo começa pelos pés do artista, que caminhava pela faixa completamente descalço. Enterrar pessoas sem sapatos é uma tradição inglesa e, portanto, a falta de calçados nos pés do músico só poderia significar que ele estava morto.

Em pouco tempo, no entanto, as teorias foram desmentidas pelos próprios membros da banda. Segundo os artistas, a foto foi pensada como uma forma de marketing, nada mais do que uma propaganda bem humorada para chamar atenção dos fãs curiosos.


+Saiba mais sobre os Beatles através das obras abaixo

The Beatles, de Steve Turner (2016) - https://amzn.to/2vkVd64

The Beatles - Yellow Submarine, de Bill Morrison (2018) - https://amzn.to/33dTvjd

The Beatles a biografia, de Bob Spitz (2007) - https://amzn.to/2vQNUmZ

The Beatles, de Vários Autores (2014) - https://amzn.to/2viq8jt

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.