Matérias » Personagem

Um mês de loucura: o intrigante caso de Susannah Cahalan

Conheça a história da jornalista que durante um mês sofreu com diferentes sintomas da noite para o dia, e foi até considerada insana pelos médicos

Victória Gearini Publicado em 01/09/2020, às 09h00

Susannah Cahalan internada no hospital
Susannah Cahalan internada no hospital - Divulgação / Youtube / Simon & Schuster Books

Susannah Cahalan, até então com 24 anos, era repórter do jornal New York Post, tinha um namorado músico e vivia repleta de diversos amigos. No entanto, a jovem jornalista promissora viu a sua vida mudar por completo no início de 2009, após uma série de episódios estranhos. 

Alucinações e surtos psicóticos

Certo dia, enquanto se arrumava para o trabalho Susannah Cahalan se deparou com uma marca roxa em seu braço. Imediatamente, a jornalista se convenceu que havia sido picada por um parasita. A repórter acreditava que havia sido mais uma das vítimas de uma infestação de percevejos que na época assolavam Nova York.

No entanto, ao chegar em sua residência, o dedetizador garantiu que não havia nenhuma infestação em sua casa. Cahalan não acreditou e pediu que o funcionário aplicasse veneno em todos os cômodos. Esta foi a primeira de uma série de ações inusitadas que a fizeram perder totalmente o controle. 

Alucinações, crises de ciúme, choros excessivos e surtos psicóticos, foram alguns dos sintomas que a levaram a ser internada no hospital universitário NYU Langone. Na ala de epiléticos, o estado de saúde de Cahalan piorou e a jovem passou a se debater como um “zumbi”.

Embora os esforços médicos, os especialistas não conseguiam entender o que havia acontecido com a garota, e chegaram a cogitar que poderia ser bipolaridade ou problemas com álcool.  

O diagnóstico

Entre a vida e morte, caminhando para um coma, a vida de Cahalan teve uma reviravolta. Quando um neurologista fez um pequeno teste, ele logo percebeu que a jovem tinha uma inflamação rara no cérebro, gerada a partir de um tumor no ovário. 

Susannah Cahalan após se recuperar / Crédito: Divulgação / Youtube / Simon & Schuster Books

 

Até então, 216 outras pessoas no mundo são afetadas por essa condição, sendo considerada rara. Em pouco tempo, o cérebro de Cahalan passou atacar o restante de seu corpo, numa reação autoimune ao tumor, sendo o responsável pelas mudanças de atitude da jovem.

Após o diagnóstico, Cahalan passou a tratar a doença, em um processo que demorou cerca de um ano e meio para ser finalizado. Após se recuperar deste fato traumático, a jornalista decidiu escrever uma obra sobre a sua experiência, intitulada a Insana: Meu mês de loucura, que foi lançada no Brasil em 2015, pela Editora Belas-Letras. Na época, o livro ficou, ainda, na lista de mais vendidos do jornal The New York Times. 

Confira abaixo um trecho de Insana: Meu mês de loucura (2015), disponível na Amazon: 

“Talvez tudo tenha começado com uma picada de inseto, de um percevejo que não existia. 

Ao acordar certa manhã, encontrei dois pontinhos vermelhos sobre o azul-arroxeado da veia principal de meu braço esquerdo. Era o início de 2009, e Nova York estava imersa em pavor por causa dos percevejos: eles haviam infestado escritórios, lojas de roupas, cinemas e bancos de parques. Embora normalmente eu não ligasse para esse tipo de coisa, por duas noites seguidas os meus sonhos foram tomados por percevejos do tamanho de um dedo. Era uma preocupação razoável, muito embora eu tivesse revirado o apartamento cuidadosamente em busca de algum percevejo, ou de qualquer vestígio de da presença de um deles, sem encontrar nada”. 


++Saiba mais sobre a história de Cahalan através da obra disponível na Amazon Brasil

Insana: Meu mês de loucura, de Susannah Cahalan (2015) - https://amzn.to/3lCbjgH

Brain on Fire: My Month of Madness (Edição Inglês), de Susannah Cahalan (2012) - https://amzn.to/2QIN1DL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W