Matérias » Crimes

Uma morte a cada cinco dias: o bizarro caso da família Martínez

Entre dezembro de 1965 e janeiro de 1966, quatro dos dez filhos de Andrés e Antonia Martínez morreram em condições misteriosas — o desfecho criminoso da história surpreendeu toda a Espanha

Pamela Malva Publicado em 26/11/2020, às 21h30 - Atualizado às 21h41

Fotografia da família Martínez no hospital
Fotografia da família Martínez no hospital - ABC/Álvaro García Pelayo

A vida em Murcia, um município da Espanha, não era a das mais simples em meados de dos anos 1960. Ainda assim, Andrés Martínez del Águila e sua esposa, Antonia Pérez, viviam tranquilamente em sua casa, junto de seus 10 filhos pequenos.

Grávida de mais uma criança, Antonia sentia-se grata pela família que construiu, mas investia pouco tempo em seus filhos, assim como o marido, já que ambos tinham de trabalhar para alimentar e sustentar tantos herdeiros.

Em dezembro de 1965, no entanto, uma série de mortes fez com que a família estampasse diversos jornais da região. Acontece que, de repente, os casal Martínez começou a perder seus filhos mais novos, um de cada vez.

Um mistério trágico

Tudo começou no dia 4 de dezembro, quando a pequena María del Carmen Martínez, de onze meses, parou de respirar. Como a bebê não havia demonstrado qualquer sinal de uma doença preexistente, o médico declarou que ela teria sido vítima de meningite.

Abalada e em um luto profundo, a família enterrou a criança com um peso no coração que não os abandonaria tão cedo. Antonia imaginava que aquela seria a maior dor que ela sentiria em toda a sua vida. Mas o pesadelo estava longe de acabar.

Apenas cinco dias depois da morte de María, um segundo filho do casal teve de ser levado ao hospital. Da mesma forma que a irmã, Mariano, que tinha só dois anos, também faleceu sob circunstâncias que seguiam um mistério para os médicos.

Piedad Martínez, sua irmã Cristina e o jornalista Francisco Umbral no hospital / Crédito: ABC/Álvaro García Pelayo

 

Sequência de tragédias

No dia 14 do mesmo mês, exatos cinco dias depois da morte de Mariano, a jovem Fuensanta, de 4 anos, — que, à essa altura, era a caçula da família — também faleceu. Devastados e cada vez mais preocupados, Antonia e Andrés correram para o hospital mais próximo e explicaram a bizarra situação.

Junto de seus sete filhos sobreviventes, o casal ficou internado na instituição. A ideia era observar se mais alguém da família demonstrava sinais de alguma infecção, ou de alguma doença fatal, que estaria ceifando a vida das crianças Martínez.

Para os especialistas, aquele era um dos casos mais assustadores e misteriosos que a cidade já viu. Três crianças da mesma família, afinal, morreram de causas desconhecidas dentro do curto período de dez dias, segundo apontou uma reportagem feita por Francisco Umbral, um reórter da ABC, na época.

Luto duradouro

Com a família em uma espécie de quarentena, especulou-se que as crianças mortas fossem alérgicas a um mesmo componente, ou que todas tivessem sofrido de alguma intoxicação. Ainda assim, médicos foram até o bairro onde os Martínez moravam.

Considerando que os pequenos poderiam estar infectados com algum vírus, era necessário avaliar a possibilidade de que outras pessoas estivessem doentes também. Felizmente, nenhum indício de qualquer enfermidade foi encontrado nos vizinhos.

Aos sete meses de gravidez, Antonia e sua família acabaram voltando para casa, já que o tempo no hospital foi inconclusivo. Os Martínez queriam passar o natal com tranquilidade e esperavam que o luto tivesse ficado para trás.

A pequena Piedad Martínez, de 12 anos, no hospital / Crédito: ABC/Álvaro García Pelayo

 

Espanha em choque

No dia 4 de janeiro de 1966, no entanto, o fantasma de todas as perdas voltou para assombrar a família. Naquele dia, o caçula Andrés, de cinco anos, teve o mesmo fim que seus outros três irmãos. E os Martínez retornaram para o hospital.

Na instituição, eles passaram a viver em um quarto separado dos outros enfermos, com apenas cinco camas. Neste momento, Antonia, Andrés e seus seis filhos restantes torciam para que a família não tivesse de passar por ainda mais traumas.

Com a quarta criança morta, então, os médicos decidiram reunir amostras de todas as vítimas para comparar a causa de suas mortes. Foi assim que a maior das surpresas atingiu a vida dos Martínez, gerando uma comoção nacional.

Uma criança cansada

Segundo os resultados dos exames toxicológicos, os quatro filhos de Antonia e Andrés morreram de envenenamento. As crianças teriam consumido uma grande quantidade de inseticida e pílulas para polir metais, em um ato claramente criminoso.

Após severas investigações e a prisão preventiva dos pais, descobriu-se que, na verdade, a agente por trás de todas aquelas mortes era Piedad, uma menina de 12 anos. Cansada de cuidar dos irmãos, ela teria ministrado o veneno a cada cinco dias, para que as mortes parecessem ter ocorrido por causas naturais.

Diagnosticada com psicopatia, a menina ainda acusou sua mãe de comandar os assassinatos, mas todas as mentiras foram descobertas em menos de dois meses. Por ser menor de idade, Piedad foi internada no centro de Las Oblatas e, como se aquele não fosse o fim da família Martínez, a mídia deixou de falar do assunto.


+Saiba mais sobre serial killers por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W