Matérias » Personagem

Há 27 anos, River Phoenix morria de overdose em uma casa noturna

Com a carreira em ascensão, o ator de 23 anos não esperava o que aconteceria ao provar um Speedball

Pamela Malva Publicado em 23/08/2020, às 00h00

O ator River Phoenix
O ator River Phoenix - Wikimedia Commons

Famoso por seus papéis em filmes como O peso de um passado, de 1988, e Garotos de programa, de 1991, River Phoenix nada se parecia com os famosos da época. Mesmo no auge, ele não se envolvia com drogas e odiava sua fama.

Ao invés de se vangloriar por seus muitos prêmios, ou por ter sido indicado ao Oscar em 1989, River usava sua popularidade para o bem, falando sobre vegetarianismo e sobre o meio ambiente sempre que pudesse. Para o ator, ser famoso nunca foi um diferencial.

Segundo sua mãe, Arlyn, ele se sentia até desconfortável por ser um garoto propaganda. “Ele desejava ser anônimo”, conta, em entrevista ao The Guardian. Toda essa distância dos holofotes, entretanto, não impediu que River morresse de uma forma teatral, do mesmo jeito que muitos artistas hollywoodianos morrem.

River Phoenix em 1989 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Tudo começou em 30 de outubro de 1993, quando River, aos 23 anos, visitou um clube em Los Angeles, acompanhado de sua namorada Samantha Mathis, e seus irmãos Rain e Joaquim. Localizado em Hollywood, o Viper Room pertencia, em partes, ao também ator Johnny Depp.

Uma vez dentro do clube, River encontrou alguns de seus melhores amigos — muitos eram astros do rock —, e foi convidado para subir ao palco. “Quarenta e cinco minutos depois, ele estava morto”, disse Samantha, chorando, em entrevista ao The Guardian.

Em determinado momento daquela noite, o ator encontrou John Frusciante, o guitarrista do Red Hot Chili Peppers. Papo vai, papo vem, o músico ofereceu uma mistura de heroína e cocaína conhecida como Speedball. Pouco familiarizado com as drogas, River aceitou.

O clube Viper Room / Crédito: Wikimedia Commons

 

Após consumir as substâncias, o astro sentiu-se enjoado e decidiu sair do clube. Assim que chegou ao lado de fora, River desmaiou na calçada e começou a convulsionar. Percebendo que seu irmão estava em um estado critico, Joaquim chamou a ambulância.

Já no hospital, River foi declarado morto por overdose na madrugada do dia 31 de outubro. Durante semanas, o Viper Room se tornou um santuário onde fãs deixavam homenagens, velas e placas. Depois do episódio trágico, Johnny Depp passou a fechar o clube todos os anos no dia 31, até vender sua parte na sociedade, em 2004.


+Saiba mais sobre Hollywood por meio de grandes obras disponíveis na Amazon Brasil:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

O pacto entre Hollywood e o nazismo: Como o cinema americano colaborou com a Alemanha de Hitler, de Ben Urwand (2019) - https://amzn.to/2ViwOqO

Hollywood Babylon: The Legendary Underground Classic of Hollywood's Darkest and Best Kept Secrets (Edição Inglês), de Kenneth Anger (1981) - https://amzn.to/2RurMWU

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W