Matérias » Crimes

Uma tragédia na Rússia moderna: os crimes do historiador Oleg Sokolov

No final de 2019, o professor foi encontrado em um rio, carregando as provas do brutal assassinato de Anastasia Yeshchenko

Pamela Malva Publicado em 04/04/2021, às 11h00

Fotografia de Oleg Sokolov durante apresentação
Fotografia de Oleg Sokolov durante apresentação - Wikimedia Commons

Aos 24 anos, a russa Anastasia Yeshchenko era uma jovem com grandes sonhos acadêmicos. Inteligente, gentil e atraente, ela encontrou, na faculdade de história, uma pessoa que prometia lhe ajudar a realizar todos os seus desejos.

Professor da Universidade Estadual de São Petersburgo desde o ano 2000, Oleg Sokolov, um russo de 63 anos, chamava atenção por deter um enorme conhecimento sobre a história moderna e, mesmo casado, interessou-se pela aluna prodígio.

Uma vez juntos, os dois mantiveram uma reação pública durante anos, tornando-se alvos de fofocas na faculdade. Em novembro de 2019, contudo, a suposta paixão foi ofuscada por um intenso desejo de vingança que culminou no assassianato de Anastasia.

Uma jovem sonhadora

Filha de um professor de educação física e da tenente-coronel do Ministério do Interior russo, a jovem Anastasia era uma aluna excepcional. Amante da história, ela chegou a participar de diversas olimpíadas nacionais sobre a disciplina.

Em 2016, seu último ano de graduação na Universidade Estadual de São Petersburgo, a jovem formou-se com louvor, enquanto trabalhava como tutora. Pouco depois, ao produzir seu mestrado, Anastasia pediu que Oleg fosse seu supervisor de pesquisa.

Acredita-se que foi neste momento que os dois começaram a se relacionar — ainda que alguns veículos internacionais afirmem que o namoro já ocorria há anos. E, apesar de adúltera, a relação não foi escondida de ninguém, nem mesmo da universidade.

Forografia de Oleg Sokolov ainda jovem / Crédito: Wikimedia Commons

 

Por trás de Napoleão

Formado pela Universidade Estadual de Leningrado em 1984, Oleg é o típico professor apaixonado por história. Tido como um dos maiores especialistas na vida e trajetória de Napoleão Bonaparte, ele escreveu diversas obras e artigos sobre o líder francês.

Tamanho era seu apreço pelo militar que, segundo a BBC, Oleg era frequentemente visto em roupas de época, recriando cenas da história de Napoleão. De acordo com alguns de seus estudantes, inclusive, ele acreditava ser a reencarnação do estadista.

Em jornais russos, a paixão do professor pela história de Bonaparte foi classificada como quase obsessiva, já que ele parecia viver na mesma época que o personagem. Segundo relatos, ele até chamava Anastasia de Josephine, o nome da esposa de Napoleão.

Fotografias de Anastasia Yeshchenko e Oleg Sokolov / Crédito: Wikimedia Commons

 

Fora dos trilhos

Ainda de acordo com a BBC, a jovem russa compartilhava do mesmo entusiasmo pela trajetória do líder francês e, em diversas ocasiões, participou das reconstituições históricas. Para Oleg, o relacionamento parecia ser o melhor dos dois mundos.

O problema é que, no final de 2019, após uma briga cercada por mágoa e ressentimento, os nomes dos acadêmicos estamparam os jornais russos, mas não por uma conquista no universo da educação. A história, na verdade, teve um fim bastante macabro.

Isso porque, no dia 10 de novembro daquele ano, o professor Oleg foi encontrado vagando no rio Moyka, em São Petersburgo. Claramente alcoolizado, ele carregava uma mochila, cujo conteúdo aterrorizou a comunidade russa durante meses.

Uma discussão fatal

Naquela tarde, ao ser levado para a delegacia, o acadêmico soube que não teria mais como escapar do que acabara de fazer. Afinal, ele estava carregando, dentro da mala, os dois braços decepados de Anastasia, além de uma arma de fogo ilegal.

Durante o interrogatório, então, Oleg admitiu que teria matado e esquartejado sua amante depois que os dois tiveram uma intensa discussão. De acordo com o Insider, o professor afirmou que Anastasia teria criticado suas duas filhas.

Oleg atirou na garota naquele mesmo dia. Nesse sentido, algumas versões afirmam que os disparos aconteceram durante a discussão, enquanto outras notícias pontuam que Anastasia estaria dormindo quando foi atingida na cabeça — de qualquer forma, diversas partes do corpo da garota foram encontradas no apartamento do acusado.

Fotografia de Oleg em uma reconstrução histórica / Crédito: Wikimedia Commons

 

Um fim inesperado

Tendo admitido o crime, o professor foi acusado de homicídio doloso e preso até janeiro de 2020. Em junho, então, as investigações teorizaram que, naquela tarde de novembro, ele teria tentado se livrar dos braços da amante, mas acabou caindo no rio.

Pouco mais de um ano depois do crime, em dezembro de 2020, Oleg Sokolov foi condenado a 12 anos e meio de prisão pelo homicídio de Anastasia. Dono de uma reputação agressiva, o professor foi destituído de seu posto no comitê científico do Instituto Francês de Ciências Sociais, Economia e Política (ISSEP).

O brutal assassinato de Anastasia Yeshchenko reascendeu a discussão sobre violência doméstica na Rússia e, durante meses, o rosto da jovem foi repercutido na mídia. Ninguém acreditava que o sonho da jovem teria sido arrancado dela de forma tão cruel.


+Saiba mais sobre crimes por meio das obras disponíveis na Amazon

Mindhunter... O Primeiro Caçador de Serial Killers Americano, John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2WfTQyz

Mulheres assassinas: 10 mulheres assassinas do presente e do passado, L. Montague, E. (e-book) - https://amzn.to/2N8SNwc

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, Ann Rule - https://amzn.to/2oPGqMU

Meu Amigo Dahmer: Estudando com um serial killer, Derf Backderf -  https://amzn.to/2pH7TB2

Manson: A Biografia, Jeff Guinn - https://amzn.to/2o07wBe

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du