Matérias » Império Romano

A surpreendente saga de um busto romano encontrado em um brechó

Nos EUA, uma comerciante de antiguidades fez uma impressionante descoberta

Redação Publicado em 07/05/2022, às 08h53 - Atualizado em 10/05/2022, às 16h46

Imagem do busto romano após a compra
Imagem do busto romano após a compra - Divulgação/Instagram/Templeofvintage

Nos Estados Unidos, uma mulher comerciante de antiguidades foi responsável por uma descoberta que rendeu uma história digna de um filme - e que felizmente teve um final valioso. Foi em um brechó localizado no Texas que ela se deparou com um busto romano de até 2.000 anos, disponível para compra por U$$ 35 (aproximadamente R$ 176). 

A responsável por dar novos capítulos ao episódio se chama Lara Young. Em conversa com o San Antonio Express-News, Laura explicou que se deparou com o item histórico no ano de 2018. Com a importância do objeto, logo o comprou

"Ele parecia romano, parecia velho", explicou Lara ao veículo. 'À luz do sol, parecia algo que poderia muito especial".

Apesar de ter certeza que se tratava de um busto autêntico do Império Romano, a maneira como o encontrou gerou duvidas. Como consequência, ela contatou especialistas em arte da Universidade do Texas. Além disso, Lara também acionou colecionadores e leiloeiros dos EUA que poderiam verificar não só a autenticidade, mas também a origem do belo busto. 

O busto após a compra /Crédito: Divulgação/Instagram/Templeofvintage

Em exibição

Para sua alegria, um dos especialistas envolvidos na verificação confirmou que se tratava de um objeto do Império Romano. Já Jorg Deterling, especialista da empresa de leilões Sotheby's, revelou que a fabricação do item compreende o final do século 1 a.C até o início do século 1 d.C. 

Uma das possibilidades é que a peça fora importada da Alemanha no período que remonta a Segunda Guerra Mundial. O desdobramento recente que compreende a descoberta do busto, agora chamado 'Retrato de um homem', se deu na última quarta-feira, 4, quando foi colocado em exibição no Museu de San Antonio. 

"Ele (o busto) já esteve na cidade de Aschaffenburg, na Alemanha, em um modelo em escala real de uma casa de Pompéia, chamada Pompejanum, construída pelo rei Ludwig I da Baviera", revelou através de comunicado o Museu de Arte de San Antonio.

A previsão é que a peça fique alojada na instituição até o mês de maio de 2023. Em seguida, o busto romano será levado para o local de onde fora removido no passado: a Alemanha.

A história por trás do busto 

O busto sumiu após os bombardeios realizados em Aschaffenburg, cidade na Alemanha, durante a Segunda Guerra. Foi o conflito que teria feito com que a peça histórica fosse parar nos EUA: um combatente americano, que provavelmente morava no Texas, pode ter tomado a decisão voltar para casa com o busto, segundo divulgado pelos pesquisadores.

Em exibição /Crédito: Divulgação/Instagram/Templeofvintage

Também é possível que o item histórico compreenda uma representação de Sexto Pompeu, líder militar do Império Romano, responsável por defender o pai, Pompeu, O Grande no embate contra Júlio César nas guerras civis. 

O pai do homem possivelmente representado na peça acabou encontrando seus dias finais no Egito. Ele fugiu da Roma diante de uma derrota contra Júlio César.

"Foi muito emocionante vê-lo em um museu. E também meio surreal, porque ele estava na minha sala há mais de três anos. Eu me apeguei a ele na minha casa, bem na entrada. Ele se tornou parte da família", relembrou em tom de brincadeira Lara Young, responsável pela descoberta em 2018, que entrou para o ramo de venda de arte no ano de 2011, ao abrir a companhia Temple of Vintage.