Matérias » Hollywood

Violência doméstica e alcoolismo: a turbulenta juventude do ator Terry Crews

Em entrevista, o norte-americano — que ganhou fama no seriado Todo Mundo Odeia o Chris —, deu detalhes sobre uma parte triste de sua adolescência

Penélope Coelho Publicado em 20/01/2021, às 14h50

Fotografia de Terry Crews
Fotografia de Terry Crews - Wikimedia Commons

O ator Terrence Alan Crews, popularmente chamado de Terry, ficou eternizado por seus papéis divertidos em produções norte-americanas. Interpretando o personagem Julius Rock, no seriado Todo Mundo Odeia o Chris (2005), o astro consolidou sua carreira como um dos maiores nomes da comédia nos EUA.

No cinema, Terry fez história no filme As Branquelas (2004), ao interpretar o personagem Latrell Spencer e eternizar uma icônica cena ao som de A Thousand Miles, de Vanessa Carlton. Até hoje, a sua atuação no filme viraliza em redes sociais. 

Contudo, ao contrário da sensação de divertimento que o norte-americano passa para seus telespectadores através de sua atuação, o homem, na verdade, viveu uma juventude conturbada e repleta de problemas que teve que aprender a superar.

Violência

Nascido em 30 de julho de 1968, em Flint, Michigan, nos Estados Unidos, o ator conta que o meio em que ele foi criado não fora fácil. Em entrevista ao podcast Hotboxin, do atleta Mike Tyson, em 2019, o astro revelou um lado complicado de sua infância e adolescência.

Terry em entrevista ao podcast Hotboxin / Crédito: Divulgação / Youtube / Podcasts Legendados / 9 de nov. de 2020

 

Conforme repercutido pela Rolling Stone Brasil, o intérprete afirmou que quando era jovem, sua cidade natal passava por dificuldades na indústria. Além disso, o consumo de crack crescia consideravelmente na região. A violência era corriqueira e pesada.

Na ocasião da entrevista, o episódio trazia à tona o tema 'pais abusivos'. Ao falar sobre a onda de violência que Flint vivia na época, Terry revelou que os problemas não aconteciam somente do lado de fora de sua casa, muito pelo contrário.

Relação difícil

“Minha memória mais antiga que eu tenho do meu pai era ele batendo no rosto da minha mãe o mais forte que podia”, contou o artista. O homem explicou que seu pai é alcóolatra e toda sua família enfrentou problemas por causa disso.

“A minha vida toda eu tive medo do meu pai, eu fazia xixi na cama aos 14 anos, pois eu acordava e não sabia o que ia acontecer”, disse o astro do seriado Brooklyn Nine-Nine (2013).

Além de ser ator, Terry também foi atleta de futebol americano e fisiculturista. Durante a entrevista, ele fez uma revelação bombástica a Tyson, quando afirmou ter batido no próprio pai já na fase adulta.

Crews explicou que certa vez decidiu levar seus pais para sua casa, a fim de que todos passassem o Natal juntos. O intérprete disse que pediu ao pai para “agir normalmente” sem violência, já que suas crianças nunca se depararam com “nada tão louco”. Contudo, isso não aconteceu.

De acordo com Terry, seu progenitor bateu em sua mãe e arrancou dois dentes da mulher. “Eu tento a minha vida toda tirar meus filhos fora disso, te trago para casa uma vez e você promete que não vai enlouquecer. E você faz isso só para me provar que pode fazer tudo que quiser?”, desabafou o astro.

“Cara, agora é eu e você'. E eu bati nele por horas", continuou o astro. Contudo, Terrence revelou que ao contrário do que ele pensava a violência não trouxe para ele nenhum tipo de satisfação pessoal. “Isso não funciona [...] Todo esse negócio de bater nos outros não funciona", finalizou.

Terry na cerimônia do Oscar em 2007 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Transformação

Depois de ter sofrido nas mãos de um pai violento e compartilhar as histórias de abuso que vivenciou, hoje em dia, além de ser reconhecido por seu trabalho, Crews também é conhecido por atuar em causas sociais.

O norte-americano usou todas as dificuldades que vivenciou em sua juventude e transformou em algo maior. Atualmente, ele é publicamente um defensor do direito das mulheres e age contra o sexismo, principalmente os que acontecem nos bastidores de Hollywood.


+ Saiba mais sobre o tema através de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Melhor de Todo Mundo Odeia o Chris - Volume 1 (DVD) - https://amzn.to/300Jg0H

O Melhor de Todo Mundo Odeia O Chris - Volume 2 (DVD) - https://amzn.to/326eJB6

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

TV (The Book): Two Experts Pick the Greatest American Shows of All Time (Inglês), de Alan Sepinwall (2016) - https://amzn.to/2W4IsXe

1001 séries de TV para assistir antes de morrer, de Paul Condon (2017) - https://amzn.to/2ANq0Lr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W