Vitrine » Crimes Reais

6 casos de crimes reais que inspiraram grandes produções audiovisuais

Os casos se tornaram tão conhecidos que acabaram chegando às telonas

Rafaela Bertolini, sob a supervisão de Isabella Bisordi Publicado em 17/11/2021, às 17h24

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Geralt / Pixabay

Ao longo dos anos, diversos crimes chocaram o mundo e ganharam uma enorme proporção na mídia. Alguns deles, inclusive, inspiraram histórias de livros, documentários, filmes e séries de sucesso.

Pensando nisso, a Aventuras na História selecionou 6 casos reais do mundo de “true crime” que serviram como base para grandes produções audiovisuais para você conhecer. Olha só:

Maurizio Gucci e Patrizia Reggiani Martinelli

No dia 27 de março de 1995, Maurizio Gucci, herdeiro da grande marca de moda luxuosa Gucci, foi assassinado a tiros na porta de seu escritório. O caso permaneceu aberto e sem um culpado apontado por anos até que Filippo Ninni, chefe da polícia, acusou Patrizia Reggiani Martinelli pelo assassinato do ex-marido. O caso foi documentado em livro por Sara Gay Forden e serviu de inspiração para o filme que leva o nome do livro, “Casa Gucci”, com Lady Gaga, Adam Driver, Jared Leto e Al Pacino no elenco. O longa chegará aos cinemas brasileiro no dia 25 de novembro de 2021.

Maurizio Gucci - Crédito: Autor Desconhecido / Domínio Público/ Via Wikimedia Commons
Maurizio Gucci - Crédito: Autor Desconhecido / Domínio Público/ Via Wikimedia Commons

 


Robert K. Ressler e Mindhunter

Robert Ressler inventou o termo “serial killer” nos anos 70 e é até hoje um dos nomes mais famosos que já passaram pelo FBI. Ressler foi responsável pela criação de perfis psicológicos dos assassinos mais conhecidos e brutais do mundo. Ele conseguia entender o que se passava em suas mentes através de longas entrevistas que tinham a finalidade de ver a história do assassinato pela perspectiva de quem os cometeu. Robert contribuiu para que o FBI pudesse identificar serial killers com mais facilidade e teve a sua história como inspiração para a série “Mindhunter” (2017), da Netflix.


Caso Richthofen

Ilana Casoy é uma das maiores criminólogas brasileiras e foi responsável por investigar vários crimes que se tornaram conhecidos através da mídia. Um deles foi o Caso Richthofen, que inspirou os filmes “A Menina Que Matou Os Pais” e “O Menino Que Matou Meus Pais” (2021), que contaram com Ilana na roteirização. No livro, Casoy acompanha os três assassinos que participaram do crime a fim de entender o que levou Suzane Von Richthofen e os irmãos Cravinhos a assassinar os pais de Suzane.

Suzane Von Richtofen - Reprodução
Suzane Von Richtofen - Reprodução

 


Ted Bundy

Ted Bundyaparentava ser um homem simpático e inteligente, mas a sua personalidade oculta deixava um rastro de sangue assustador. Bundy foi responsável pelo assassinato de mais de 36 mulheres nos Estados Unidos durante a década de 70, sendo que alguns estudiosos acreditam que a conta possa ser ainda maior. Sua história serviu para a criação de documentários e do longa de 2019, “Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal”, estrelado por Zac Efron e Lily Collins.

Tedy Bundy no tribunal - Crédito: Donn Dughi / State Archives of Florida, Florida Memory
Tedy Bundy no tribunal - Crédito: Donn Dughi / State Archives of Florida, Florida Memory

 


Zodíaco

O Assassino do Zodíaco foi responsável por deixar a mídia e as autoridades de segurança malucas durante a transição das décadas de 60 e 70. Por anos, o serial killer que nunca teve a sua identidade propriamente identificada enviava cartas misteriosas aos jornais e escondia pistas sobre a sua identidade em mensagens criptografadas. O Zodíaco era cuidadoso com seus crimes e suas sete vítimas não obtiveram justiça uma vez que o assassino sequer deixava digitais nas cenas do crime. A história serviu de inspiração para o filme “Zodíaco” (2007), com Robert Downey Jr, Jake Gyllenhaal e Mark Ruffalo no elenco principal.

Retrato da possível face do Zodíaco - Crédito: San Francisco Police Department / Domínio Público / Via Wikimedia Commons
Retrato da possível face do Zodíaco - Crédito: San Francisco Police Department / Domínio Público / Via Wikimedia Commons

 


Charles Manson

Charles Manson nunca foi acusado por cometer um assassinato, o que segundo Robert Ressler o fazia acredita que não pertencia à prisão, mas a sua arte da manipulação criou uma história obscura situada nos anos 60, sempre regada por drogas, crimes, estupros e assassinatos. A criação da Família Manson e a ascensão da imagem de “Charlie” como um deus para os seguidores de seu culto foi o suficiente para que muitos perdessem sua vida, como o caso da atriz Sharon Tate e do casal Leno e Rosemary LaBianca. A história da Família Manson e do Caso Tate-LaBianca inspirou uma série de filmes como “House of Manson” (2014), “Charlie Says” (2018) e, mais recentemente, “Era Uma Vez Em... Hollywood” (2019), dirigido por Quentin Tarantino.

Charles Manson em Abril de 1968 - Crédito: California Department of Corrections and Rehabilitation / Domínio Público / Via Wikimedia Commons
Charles Manson em Abril de 1968 - Crédito: California Department of Corrections and Rehabilitation / Domínio Público / Via Wikimedia Commons

 


+Saiba mais sobre os casos citados através de grandes obras disponíveis na Amazon:

1. Casa Gucci: Uma história de glamour, ganância, loucura e morte, de Sara Gay Forden (2021) - https://amzn.to/3cmfHgM

2. Mindhunter Profile: Serial Killers, de Robert K. Ressler e Tom Schachtman (2020) - https://amzn.to/2YTQ2sq

3. Casos de Família: Arquivos Richthofen e Arquivos Nardoni, de Ilana Casoy (2016) - https://amzn.to/3wXp7Zt

4. Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3npCdeX

5. Zodíaco, de Robert Graysmith (2007) - https://amzn.to/3qQiY03

6. Manson: A Biografia, de Jeff Guinn (2014) - https://amzn.to/3nrNU4U

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W